quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

CIÊNCIA COMPROVA

Abstinência antes do casamento ajuda vida sexual, sugere estudo
Casais que praticaram abstinência teriam relacionamento mais estáveis
Um estudo publicado pela revista científica Journal of Family Psychology, da Associação Americana de Psicologia, sugere que casais que esperam para ter relações sexuais depois do casamento acabam tendo relacionamentos mais estáveis e felizes, além de uma vida sexual mais satisfatória.
Entre os ouvidos para a pesquisa, pessoas que praticaram abstinência até a noite do casamento deram notas 22% mais altas para a estabilidade de seu relacionamento do que os demais.
As notas para a satisfação com o relacionamento também foram 20% mais altas entre os casais que esperaram, assim com as questões sobre qualidade da vida sexual (15% mais altas) e comunicação entre os cônjuges (12% maiores).
Para os casais que ficaram no meio do caminho - tiveram relações sexuais após mais tempo de relacionamento, mas antes do casamento - os benefícios foram cerca de metade daqueles observados nos casais que escolheram a castidade até a noite de núpcias.
Mais de duas mil pessoas participaram da pesquisa, preenchendo um questionário de avaliação de casamento online chamado RELATE, que incluía a pergunta "Quando você se tornou sexualmente ativo neste relacionamento?".
Religiosidade
Apesar de o estudo ter sido feito pela Universidade Brigham Young, financiada pela Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, também conhecida como Igreja Mórmon, o pesquisador Dean Busby diz ter controlado a influência do envolvimento religioso na análise do material.
"Independentemente da religiosidade, esperar (para ter relações sexuais) ajuda na formação de melhores processos de comunicação e isso ajuda a melhorar a estabilidade e a satisfação no relacionamento no longo prazo", diz ele.
"Há muito mais num relacionamento que sexo, mas descobrimos que aqueles que esperaram mais são mais satisfeitos com o aspecto sexual de seu relacionamento."
O sociólogo Mark Regnerus, da Universidade do Texas, autor do livro Premarital Sex in America, acredita que sexo cedo demais pode realmente atrapalhar o relacionamento.
"Casais que chegam à lua de mel cedo demais - isso é, priorizam o sexo logo no início do relacionamento - frequentemente acabam em relacionamentos mal desenvolvidos em aspectos que tornam as relações estáveis e os cônjuges honestos e confiáveis."

Costa do Marfim

Costa do Marfim está ‘à beira do genocídio’
Mais de 170 pessoas foram mortas 'simplesmente porque queriam protestar, queriam falar, queriam defender a vontade do povo', disse o embaixador
30/12/2010
Youssoufou Bamba, que assumiu nesta quarta-feira, 29, o posto de embaixador da Costa do Marfim na ONU, afirmou que o país está “à beira do genocídio” e ainda que houve graves violações de direitos humanos na região após as eleições presidenciais de novembro.
Enquanto Laurent Gbagbo se recusa a deixar o poder na Costa do Marfim, o opositor Alassane Ouattara foi reconhecido pela comunidade internacional como o novo presidente do país. Mas ambos se declararam eleitos.
Em uma entrevista na sede da ONU, em Nova York, o embaixador Youssoufou Bamba, que foi indicado por Alassane Ouattara, afirmou nesta quarta-feira que 172 pessoas foram mortas nas últimas semanas “simplesmente porque queriam protestar, queriam falar, queriam defender a vontade do povo”.
Quase 20 mil já deixaram o país desde novembro
Bamba disse também que esse fato é “inaceitável” e que espera que a ONU impeça violações e não permita que “as eleições sejam roubadas da população”. Desde as eleições de novembro, quase 20 mil pessoas já deixaram o país.
O chefe das Forças de Paz da ONU na Costa do Marfim, Alain Le Roy, criticou declarações exibidas no canal de televisão estatal controlado por Laurent Gbagbo, que, segundo ele, “claramente incitam a população contra a Missão da ONU na Costa do Marfim”.
Embora tenha sido reconhecido como o presidente eleito pela comunidade internacional, Alassane Ouattara e seu primeiro-ministro, Guillaume Soro, estão presos em um hotel na Costa do Marfim sob proteção da ONU e sob ameaças vindas de partidários de Gbagbo.
FONTE 1
FONTE 2
FONTE 3

terça-feira, 28 de dezembro de 2010

EUA

Neve força estado de emergência na costa leste

por CATARINA REIS DA FONSECA        Hoje
 Maine, Massachusetts, Nova Jérsia, Maryland, Carolina do Norte e Virgínia em alerta máximo devido a temporal.
Nova Iorque acordou ontem coberta de neve. A tempestade que ontem atingiu a costa Leste dos Estados Unidos não só não chegou a tempo de conceder um Natal branco aos americanos como está a impedir milhares de pessoas de regressarem a casa após a época natalícia.
                             
 Os três aeroportos que servem a cidade - John F. Kennedy (JFK), La Guardia e Newark Liberty - estiveram encerrados, as linhas ferroviárias fechadas e até o metro esteve cortado em algumas linhas durante várias horas. Só no JFK, de acordo com o New York Times, quase 1500 aviões foram impedidos de voar. Os aeroportos de Boston e Filadélfia estiveram também temporariamente encerrados no domingo, altura em que se começaram a fazer sentir os primeiros sinais de tempestade.
A neve era tanta que muitos aproveitaram para fazer snowboard em Central Park. No mais famoso parque da cidade que nunca dorme a neve atingiu, de acordo com o serviço nacional de meteorologia, os 33 centímetros, metade da altura máxima registada noutros pontos do estado de Nova Iorque.
                           
 Boston, no Massachusetts, e Nova Iorque - onde 2400 varredores trabalhavam ontem em turnos de 12 horas para tentar limpar as ruas - foram duas das cidades mais afectadas. Contudo, todos os estados da costa Leste enfrentaram problemas. Os estados de Massachusetts, Carolina do Norte, Virgínia, Maryland, Nova Jérsia e Maine decretaram o estado de emergência. Já cidades como Filadélfia optaram por lançar alertas de tempestade, impondo proibições de estacionamento nas principais vias rodoviárias. Em praticamente todas as cidades afectadas foi pedido às pessoas que se mantivessem fora das estradas.
                           
 "Percebo que muitas famílias precisam de voltar para casa depois de um fim-de-semana fora, mas, por favor, não usem as estradas a não ser que seja absolutamente necessário", apelou ontem o presidente da câmara de Nova Iorque, Michael Bloomberg.
                              
 O serviço de meteorologia nacional indicou que as condições para viajar eram "extremamente perigosas" devido à neve e aos ventos esperados de até 70 quilómetros por hora, prevendo também a possibilidade da ocorrência de "cortes de electricidade devido à intensidade da tempestade". "Os fortes ventos e o peso da neve podem derrubar algumas linhas" eléctricas, informou.
                               
 Em comunicado, este organismo oficial anunciou que o sistema de baixa pressão que originou a forte tempestade deveria ontem começar a deslocar-se em direcção a Nova Escócia, no Canadá.
                              
 Contudo, os residentes da zona metropolitana de Nova Iorque foram aconselhados pelo instituto a "continuar a monitorizar atentamente o progresso desta perigosa tempestade de neve".
O mau tempo foi responsável pela morte de um homem de 59 anos após um acidente de automóvel no Maine. Houve ainda dois autocarros que ficaram presos numa estrada no estado de Nova Jérsia. De acordo com a Administração Federal de Aviação, esperava-se ontem que os aeroportos New York International e JFK reabrissem por volta das 18.00 horas locais (23.00 em Lisboa). Contudo, os atrasos nos voos devem continuar até ao fim da semana.
                             
FONTE

alimentos vegetais

Estudo revela que neandertais consumiam alimentos vegetais
Pallab Ghosh
Da BBC News
Segundo pesquisa, neandertais cozinhavam vegetais
Pesquisadores dos Estados Unidos afirmam que os neandertais cozinhavam e consumiam legumes e verduras, seguindo uma dieta bem mais sofisticada do que se supunha.
Cientistas da Universidade George Washington pesquisaram fósseis de neandertais e encontraram grãos e material vegetal cozido entre seus dentes.
A crença até então, apoiada por algumas provas circunstanciais, era de que os neandertais tinham sido grandes consumidores de carne. Análises químicas dos seus ossos sugeriam que eles comiam pouco ou até nenhum vegetal.
Essa suposta predominância da carne na dieta foi apresentada por alguns pesquisadores como uma das razões de os neandertais terem sido extintos, à medida que o número de grandes animais como mamutes também diminuía na chegada da Era do Gelo.
O estudo da Universidade George Washington é o primeiro a confirmar que a dieta dos neandertais não era restrita à carne. A pesquisa foi publicada na revista especializada Proceedings of the National Academy of Sciences.
Nova análise
A nova análise de restos de neandertais descobertos em várias partes do mundo encontrou provas diretas que contradizem a imagem de consumidores de carne, com a descoberta de grãos fossilizados e material vegetal em seus dentes e de que parte deste material teria sido cozido.
Escavações tinham revelado previamente a presença de grãos de pólen em locais habitados por neandertais, mas apenas agora foram encontradas provas claras de que legumes e verduras foram realmente consumidos por eles.
"Encontramos grãos de pólen nos locais (onde havia) neandertais, mas você nunca sabe se eles estavam comendo a planta, dormindo em cima dela ou outra coisa", disse Alison Brooks, professora da Universidade George Washington, à BBC.
"Mas aqui nós temos um caso no qual um pouco de planta está na boca, então sabemos que os neandertais estavam consumindo o alimento", afirmou.
Proteína
De acordo com a professora Alison Brooks os exames prévios realizados nos ossos dos neandertais eram baseados em medições de níveis de proteína e, por isso, muitos concluíram que essas proteínas vinham apenas da carne consumida.
"Nossa tendência é pensar que, se você tem um valor muito alto de proteína na dieta, deve vir da carne. Mas é possível que alguma proteína da dieta deles tenha vindo de plantas", afirmou.
O último estudo sugere que, em vez de serem selvagens embrutecidos, os neandertais teriam sido mais parecidos com o homem moderno do que se pensava anteriormente.
FONTE

BETERRABA

Suco de beterraba diminui o cansaço durante exercícios

Beber suco de beterraba ajuda a ter mais energia. Um estudo realizado pela University of Exeter, na Grã-Bretanha, mostrou que pessoas que tomam esse suco têm uma resistência física 16% maior enquanto fazem exercícios físicos. Ainda não se sabe ao certo por que isso acontece, mas os cientistas descobriram que o nitrato encontrado nessa raiz ajuda a diminuir a quantidade de oxigênio consumida pelo corpo humano, o que deixa o exercício menos cansativo.
A pesquisa, publicada no Journal of Applied Physiology, sugere que, no ganho de resistência, o suco de beterraba é mais eficaz até do que a preparação que o corpo adquire em decorrência da prática regular de exercícios. O estudo foi realizado com base nos resultados dos testes físicos de oito homens com idade entre 19 e 38 anos. Eles tomaram 500 ml de suco de beterraba orgânica durante seis dias consecutivos e depois realizaram testes em bicicletas ergométricas. Para testar a eficácia da bebida comparada a outras substâncias, os pesquisadores deram placebo aos homens durante seis dias consecutivos.
Os resultados foram surpreendentes para os pesquisadores. Depois de beber o suco de beterraba, eles conseguiram pedalar entre 11,25 minutos e 92 segundos a mais do que quando realizaram os testes depois do consumo do placebo. Os responsáveis pelo estudo acreditam que essa descoberta poderá oferecer dados que ajudem no tratamento das pessoas que sofrem de doenças cardiovasculares, respiratórias ou metabólicas, além de auxiliar na resistência dos atletas. A bebida também ajuda a manter a pressão sanguínea em um nível saudável.
FONTE

domingo, 26 de dezembro de 2010

Austrália

Inundações assolam a Austrália
A passagem do ciclone Tasha pela Austrália foi seguida de chuvas torrenciais e inundações. Houve deslizamentos de terra na região de Queensland, a mais atingida. As inundações obrigaram à retirada dos habitantes das áreas afectadas.
2010-12-26 08:15:12
FONTE

Chuva glaciar

Chuva glaciar paralisa Moscovo
Por Redacção
                    
Uma chuva glaciar atingiu Moscovo este sábado e provocou o corte de energia elétrica em alguns bairros, levando ao encerramento do aeroporto de Domodedovo e causando a perturbações nos transportes, Várias árvores caíram devido ao peso do gelo.
O corte de energia aconteceu por causa da ruptura de vários cabos, que também não aguentaram o peso do gelo.
As autoridades recomendam às pessoas que fiquem em casa, pois a formação de gelo nas ruas torna as deslocações perigosas.
12:05 - 26-12-2010

Chaser

Conheça Chaser, o cachorro mais inteligente do mundo Conheça Chaser, o cachorro mais inteligente do mundo

O que faz de Chaser, essa border collie simpática da foto, a cadela mais inteligente do mundo? Pode-se dizer que ela tem um vocabulário de mais de mil palavras.
Obviamente, Chaser não consegue falar, mas aprendeu a conhecer seus 1022 brinquedos por seus nomes próprios. Isso significa que ela tem o maior “vocabulário” do mundo animal, incluindo, nessa conta, o famoso papagaio Alex.
Chaser foi testada por psicólogos, que queriam descobrir quantas palavras um cão consegue gravar e distinguir. Então, durante três anos, eles ensinaram Chaser a distinguir vários brinquedos e, quando falavam o nome de determinado brinquedo, ela deveria buscá-lo. Segundo os cientistas, com técnicas de repetição o totó conseguiu aprender as palavras e, em testes que analisavam seu conhecimento, a cadela nunca acertou menos de 18 brinquedos em 20 tentativas.
Os testes consistem em fazer com que ela apanhe determinado brinquedo que está em outra sala apenas ouvindo seu nome e separando-os em grupos.
Antigamente, o cachorro com maior vocabulário era Rico, outro border collie, mas criado na Alemanha – mas ele tinha um vocabulário de apenas 200 palavras.
Confira o vídeo e surpreenda-se com Chaser:

FONTE

Câncer de ovário

Câncer de ovário pode ser diagnosticado pelo cheiro
A descoberta facilitará o diagnóstico e até mesmo antecipar a descoberta da doença em mulheres aparentemente saudáveis
26/12/2010
O cheiro de um ovário saudável é diferente de um ovário com câncer. É o que mostrou recente pesquisa de cientistas suecos divulgada pela publicação Future Oncology. Os pesquisadores conseguiram detectar a diferença de cheiros por meio de um nariz eletrônico. O câncer de ovário é o tipo ginecológico da doença que mais mata no Brasil.
A descoberta facilitará o diagnóstico e até mesmo antecipar a descoberta da doença em mulheres aparentemente saudáveis, apenas com a amostra de sangue, já que o cheiro característico também fica na corrente sanguínea.
Outros estudos também confirmaram os resultados da nova pesquisa. O cientista György Horvath, da Universidade de Gothenburg (Suécia), usou cães farejadores para provar a existência de um cheio particular em ovários com tumor. Os cães conseguiram detectar a diferenciação. Outra pesquisa publicada pela revista BMC Cancer mostrou que o sangue de pacientes com tumor no ovário tem o mesmo cheiro identificado nos tecidos do órgão.
Na recente pesquisa, os cientistas conseguiram registrar a essência emitida pelo ovário doente e o do saudável, assim como estudam um detector de cheiros mais apurado, que é semelhante a um nariz eletrônico, mas com mais recursos. A nova meta é, a partir do sangue de pacientes, conseguir apontar o câncer em estágio inicial por meio do cheiro, a fim de aumentar as chances de cura.
De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (Inca), o câncer no ovário é o tipo mais difícil de ser diagnosticado. Cerca de 75% dos tumores detectados são descobertos em um estágio avançado.

CANCRO

Investigação em cancro traz a Lisboa 16 cientistas
por Lusa   -   Hoje
A investigação relacionada com o cancro traz a Lisboa, em Janeiro, 16 cientistas de vários países, reconhecidos a nível mundial pelo trabalho nesta área, para um simpósio no Centro Champalimaud, anunciou hoje a instituição.
Na ocasião, será homenageado o médico e cientista norte-americano Judah Folkman, que morreu em 2008, pelo "trabalho notável que desenvolveu", indicou a organização em comunicado.
Em Lisboa estarão cientistas das mais prestigiadas instituições científicas da Europa, dos Estados Unidos da América e da China para debater o estado da investigação em cancro, a segunda causa de morte a seguir às doenças cardiovasculares. O encontro, a realizar nos dias 14 e 15, é organizado pelo presidente do Conselho Científico da Fundação Champalimaud, James Watson.
O painel de convidados é composto por Hellmut Augustin (Alemanha), Mina Bissel, Napoleone Ferrara, Raghu Kalluri, Yibin Rang, Mark Kieran, Donald McDonald, Gregg Semenza e Zena Werb (EUA), Peter Carmeliet (Bélgica), Lena Claesson-Welsh e Lars Holmgren (Suécia), Elisabetta Dejana (Itália), Kairbaan Hodivala-Dilke (Inglaterra) e Yongzhang Luo (China).

Sismo/réplicas

Sismo/réplicas
O chão continua a tremer na Nova Zelândia
Hoje
Numerosas réplicas registadas desde o terramoto de 7,3 graus que sacudiu sábado o arquipélago de Vanuatu danificou vários edifícios de Christchurch, na Ilha Sul da Nova Zelândia.
Registaram-se até agora 16 sismos de magnitude até 4,9 graus na escala aberta de Richter num raio de cinco quilómetros da cidade de Christchurch, abrangendo uma área com 370 000 habitantes.
As autoridades não registaram qualquer vítima na sequência destas réplicas, que levaram a polícia a isolar parte do centro da cidade com medo de que os edifícios danificados possam cair.
"Precisamos de manter os cordões de segurança nestes locais pelo perigo potencial que estes edifícios representam para a segurança", afirmou o inspector Derek Erasmus, responsável local de segurança, ao diário digital 'Stuff'. "Amanhã vamos rever a situação na zona isolada para poder eventualmente reabrir as ruas cortadas ao trânsito", acrescentou.
As equipas de peritos detectaram problemas em 20 edifícios do centro, incluindo o Centro Guthrey

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

TABAGISMO

Tabagismo piora a dor em pacientes com câncer

Um novo estudo associou o tabagismo à gravidade da dor e ao aumento na medida em que a dor interfere na rotina diária de pacientes de uma ampla gama de tipos de câncer nos estágios 1 a 4.
A relação entre fumo e câncer já é bem estabelecida. Agora, há indícios que sugerem que pacientes com câncer que continuam a fumar apesar do diagnóstico experimentam maior dor do que não fumantes.
Os pesquisadores supuseram que, entre os pacientes com diagnósticos de câncer, fumantes apresentariam maior dor, maior interferência da dor no cotidiano e mais angústia do que ex-fumantes ou pessoas que nunca fumaram.
Os pesquisadores entrevistaram 224 pacientes com uma variedade de cânceres. Eles mediram intensidade de dor, angústia, dores relacionadas, e as interferências relacionadas à dor nos participantes do estudo, bem como analisaram dados demográficos. Os pacientes também classificaram a severidade de sua dor corporal (de 1 ou nenhuma, a 6 ou muito grave) e o grau em que a dor interferia sua rotina diária (de 1 ou não interfere a 5 ou extremamente).
Fumantes relataram mais dor severa do que os não fumantes, e também relataram maior interferência da dor no cotidiano do que não fumantes ou ex-fumantes. Entre os ex-fumantes, houve uma relação inversa entre a dor e o número de anos desde que parou de fumar, o que indica que parar de fumar pode ter reduzido a dor ao longo do tempo.
Segundo os pesquisadores, não é fácil compreender as importantes relações entre dor e tabagismo nas pessoas com câncer. Para identificar alvos potenciais para a intervenção, é necessário analisar resultados passados, examinar relatórios de tabagismo e dor com maior detalhe através de uma ampla gama de pacientes com câncer, e por em conta os potenciais benefícios de parar de fumar.
Mas eles acreditam que os médicos devem ajudar os pacientes com câncer a parar de fumar após o diagnóstico. Apesar da complexidade inerente aos estudos de relações entre a dor, diagnósticos de câncer e dependência da nicotina, os pesquisadores observam que este estudo tem resultados fortes principalmente pela diversidade dos tipos de câncer e estágios da doença.
Ou seja, apesar de mais pesquisas serem necessárias para compreender os mecanismos que relacionam a nicotina à dor, os cientistas sugerem que os médicos promovam a cessação do tabagismo em pacientes com câncer, o que deve melhorar a resposta ao tratamento e a qualidade de vida deles.
FONTE

CÃES

Cachorra aprende a reconhecer nome de mais de mil objetos
A border collie Chaser memorizou mais de mil nomes de objetos
Uma cachorra da raça border collie consegue reconhecer 1.022 objetos pelo nome, mais do que qualquer outro animal, de acordo com os cientistas que convivem com ela.
Chaser, que foi treinada pelos psicólogos Alliston Reid and John Pilley, da Universidade de Wofford, nos Estados Unidos, também consegue organizar os objetos por função e forma. Crianças aprendem a fazer o mesmo por volta dos 3 anos de idade.
A pesquisa dos americanos foi inspirada em Rico, um cachorro treinado no Instituto de Antropologia Evolutiva Max Planck, na Alemanha. Rico conseguia reconhecer 200 palavras e identificar objetos novos em um grupo de itens que ele já conhecia.
Após o estudo com Rico, publicado em 2004, Reid e Pilley decidiram investigar se havia um limite para o número de palavras que os cachorros poderiam aprender.
Treino
Chaser foi treinada por três anos. Primeiro, os brinquedos eram apresentados a ela um a um. Em seguida, ela tinha que encontrar cada um dos objetos, e, por fim, o nome do brinquedo era repetido para reforçar a associação.
Para testar o vocabulário da cachorra, grupos de 20 brinquedos eram escolhidos aleatoriamente e colocados em um quarto isolado onde Chaser tinha que procurá-los pelo nome.
Segundo Alliston Reid, Chaser completou 838 testes e nunca acertou menos do que 18 objetos. Ela também aprendeu a dividir os objetos em categorias.
O especialista Ádám Miklósi, fundador do Projeto Cachorro de Família, na Universidade Eötvös Loránd, na Hungria, afirma que os resultados são impressionantes por causa do treino intensivo da cachorra.
"Outros cães realizam as mesmas tarefas, mas eles cometem mais erros", disse.

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

óvnis

Nova Zelândia divulga ficheiros secretos sobre óvnis
Por Redacção
O governo neozelandês tornou esta quarta-feira públicas cerca de 2 mil páginas relativas a avistamentos de óvnis desde 1952.
O governo da Nova Zelândia aplicou esta medida, depois da mesma ter sido tomada pelo governo britânico de David Cameron, que decidiu tornar pública toda a documentação sobre esta matéria.
Na origem das revelações sobre este assunto, várias associações, adiantam que está a pressão social influenciada pelo anúncio do site Wikileaks, que confessou estar na posse de telegramas sobre óvnis e que os iria divulgar brevemente.
FONTE
20:20 - 22-12-2010

Naftalina

Naftalina em espaços fechados pode causar cancro
por Lusa         Hoje
A Organização Mundial de Saúde (OMS) concluiu que a existência de naftalina nos espaços fechados pode ter efeitos na saúde humana, podendo mesmo causar cancro, aconselhando que se bana esta substância poluente de casas e locais de trabalho.
Num documento com linhas orientadoras para a qualidade do ar em espaços fechados, a OMS juntou cerca de 60 investigadores internacionais de várias áreas, que estudaram nove poluentes que indiciam níveis máximos de exposição em casas, escritórios ou outros espaços fechados. Dos poluentes estudados, a naftalina, que é usada por decisão consciente pelos utilizadores dos espaços fechados, foi classificada como "possivelmente cancerígena" para humanos, dadas as conclusões de testes em ratinhos de laboratório.
No entanto, segundo o documento, "as principais preocupações para a saúde perante a exposição à naftalina são lesões respiratórias, incluindo cancro nas vias respiratórias, como foi demonstrado nos estudos em animais, e anemia". "Com concentrações de naftalina superiores à lesão mais baixa, várias inflamações e tumores foram reportados", explica o estudo.
Perante estas conclusões, a OMS recomenda que "a forma mais eficiente de prevenir altas exposições a este poluente será abandonar ou banir o uso de bolas de naftalina". A OMS lembra que as bolas de naftalina são perigosas, sobretudo para crianças, que muitas vezes as ingerem. O documento recorda que os níveis de naftalina em espaços fechados "pode exceder as concentrações no exterior, devido a uma variedade de potenciais fontes" deste poluente, incluindo tabaco, combustão interna ou produtos consumidos.

O que as pessoas comem ...

O que as pessoas comem pode interferir no risco de doenças mentais

Estudos anteriores mostram que a dieta está associada à redução de comportamentos anormais em pessoas ou animais com doenças mentais. Agora, um novo estudo mostra que a dieta também pode desencadear o aparecimento de doenças mentais.
Ou seja, dependendo das alterações na sua dieta, você pode tanto reduzir o risco quanto desencadear uma doença mental.
Na nova pesquisa, os pesquisadores alimentaram ratos com uma dieta rica em açúcar e triptofano, que deveria reduzir comportamentos anormais. Em vez disso, os ratos que já estavam doentes pioraram seu comportamento anormal (de puxar seus pêlos) ou iniciaram um outro comportamento auto-prejudicial, de se arranhar, e os ratos aparentemente saudáveis desenvolveram os mesmos comportamentos anormais.
Os ratos eram como pessoas geneticamente em risco. Ou seja, eram predispostos a terem comportamentos anormais como se arranhar ou puxar seus pêlos. A dieta trouxe essas predisposições à tona.
Os pesquisadores também estudaram a tricotilomania, um distúrbio do controle de impulsos, no qual as pessoas puxam seus cabelos. O distúrbio, que desproporcionalmente ocorre em mulheres, deve afetar entre 2 e 4% da população.
Os pesquisadores descobriram que os ratos que puxam seus pêlos têm baixos níveis de atividade da serotonina no cérebro. Esse neurotransmissor é conhecido por afetar o humor e os impulsos. A hipótese dos cientistas é de que o aumento da atividade da serotonina no cérebro pode curar ou reduzir esse comportamento, e possivelmente a tricotilomania.
A serotonina é produzida no cérebro a partir do aminoácido triptofano, consumido em certos alimentos. O problema é que o triptofano muitas vezes não passa pela barreira entre o sangue e o cérebro, porque outros aminoácidos podem passar mais facilmente e bloquear a entrada.
Os pesquisadores então modificaram a dieta dos ratos para aumentar os hidratos de carbono simples, ou açúcares, e o triptofano. Os açúcares provocam uma liberação de insulina, que faz com que os músculos absorvam os outros aminoácidos, dando uma chance para o triptofano passar para o cérebro.
Usando oito vezes mais açúcar e quatro vezes mais triptofano, os pesquisadores observaram a duplicação da atividade da serotonina no cérebro. Mas os ratos não melhoraram, e sim pioraram.
Em um segundo experimento, os ratos foram divididos em três grupos: aqueles que estavam aparentemente normais, outros que tinham alguma perda de pêlo devido ao comportamento e um grupo que tinha grave queda de pêlo. Todos os ratos pioraram.
Três quartos dos ratos saudáveis desenvolveram um dos comportamentos após 12 semanas da nova dieta. Alguns dos ratos desenvolveram dermatite ulcerada, uma doença de pele fatal. Os pesquisadores observaram que só os ratos que se arranhavam contraíram a doença.
Isso levanta a questão: e se a dermatite ulcerada é um transtorno comportamental comum, e não uma doença de pele? O estudo mostra evidências de que pode ser um transtorno comportamental.
Quando retirados da dieta, os comportamentos negativos pararam de se desenvolver nos ratos. Quando os ratos do grupo de controle foram transferidos para a nova dieta, começaram a se coçar e puxar os pêlos.
O estudo questiona como a dieta pode afetar outras doenças comportamentais ou mentais, como autismo, síndrome de Tourette e tricotilomania. E se o aumento de açúcares simples na dieta americana está contribuindo para o aumento destas doenças?
Até agora, uma ligação entre a dieta e o aparecimento de transtornos mentais não tinha sido mostrada. A pesquisa faz com que seja uma possibilidade. O próximo passo é refinar os experimentos para imitar melhor os hábitos alimentares humanos, incluindo a quantidade de triptofano que as pessoas consomem

domingo, 19 de dezembro de 2010

êxodo de fiéis

Escândalos de pedofilia provocam êxodo de fiéis da Igreja Católica alemã
Alemanha -19.12.2010 
                                    
 Dezenas de milhares de alemães cancelaram sua filiação à Igreja Católica em 2010 – muito mais do que em anos anteriores – privando-a de seus impostos. Escândalos de abuso sexual parecem ser motivo central de deserções.
O número de alemães que abandonaram a Igreja Católica em 2010 é superior, em vários milhares, ao dos anos anteriores, revelou um estudo realizado pelo jornal Frankfurter Rundschau. Há indicadores de que a motivação central dos fiéis tenha sido a recente onda de escândalos de abuso sexual de menores.
                                      
Afastamento do bispo Mixa foi processo arrastado

A diocese de Augsburg, na Baviera, acusou uma das piores cifras: até meados de dezembro, 11.351 de seus fiéis desertaram, contra 6.953 em 2009. Seu antigo bispo, Walter Mixa, foi forçado a renunciar em abril último, devido a acusações de abuso físico e fraude.
Em Rottenburg-Stuttgart, no sudoeste do país, 17.169 católicos deixaram a diocese até meados de novembro de 2010, quase 7 mil a mais do que no ano anterior. Trier, Würzburg, Osnabrück e Bamberg igualmente acusaram altas taxas de deserção.
Efeito financeiro
Os indícios iniciais são de que os católicos alemães desgostosos com os escândalos e com a forma como a Igreja tem lidado com os mesmos estão indo buscar consolo em outras denominações cristãs.
Nos últimos meses, a instituição vem tomando medidas para tentar prevenir futuros casos de abuso sexual e lançar luz sobre ocorrências passadas. Entretanto, vozes críticas alegam que a reação é lenta demais, e que os líderes católicos continuam empenhados em impedir que os criminosos do passado venham a enfrentar a Justiça.
O êxodo tem efeito direto sobre as finanças da Igreja Católica, já que, na Alemanha, um imposto eclesiástico é automaticamente descontado do salário de cada fiel registrado.
Culpa não reconhecida
"Cada partida que ocorre é uma demais", lamentou o bispo de Würzburg, Friedhelm Hofmann, numa entrevista em que sugeria que os pedófilos teriam papel central na onda de deserções.
                                    
Papa Bento 16 é força conservadora na Igreja Católica

"Espero que algumas pessoas retornem a nós, uma vez que a ira pelos acontecimentos recentes tenha cedido, e elas voltem a se concentrar em todas as coisas boas que a Igreja faz a cada dia", acrescentou o prelado.
Por outro lado, certos líderes católicos ainda se declaram céticos de que a redução do número de fiéis na Alemanha em 2010 esteja relacionada às manchetes negativas sobre os membros da instituição. "Via de regra, uma deserção oficial é a culminância de um processo mais extenso de estranhamento", argumentou o bispo Hermann Haarmann, de Osnabrück.
Autor: Mark Hallam (av)

Micróbio-vampiro

Micróbio-vampiro se alimenta de sangue humano

Há um vampiro vivendo muito próximo de você. Mas, fãs de Crepúsculo, acalmem-se, ele não parece nada com Edward Cullen e, pior, vive exatamente em seu nariz.
Cientistas conhecem o micróbio Staphylococcus aureus há muito tempo, mas só agora descobriram por que eles moram em nossas fossas nasais. Eles gostam de sangue humano e de outros animais. Eles ficam presos na nossa pele e ficam sugando o ferro de nosso sangue.
Aliás, eles até escolhem determinados tipos de hemoglobina que preferem (ou seja, fontes diferentes) o que pode explicar porque algumas pessoas sofrem com infecção por causa desses bichinhos repetidamente.
De acordo com o estudo, as bactérias também parecem preferir o sangue humano ao sangue de qualquer outro vertebrado – exatamente como um vampiro das histórias de Stephenie Meyer.
FONTE 1
FONTE 2

EUROPA

Fortes nevascas trazem caos aos transportes na Europa


A neve e o tempo frio causam transtornos em partes do norte da Europa neste sábado.
O tráfego foi interrompido em estradas, aeroportos e linhas ferroviárias, e as autoridades estão pedindo aos passageiros que reconfirmem seus trajetos antes de viajar.
O aeroporto mais movimentado da Europa, Heathrow, em Londres, disse que está "fazendo um esforço" para manter o cronograma de pousos e decolagens, mas a British Airways, a maior companhia a operar no aeroporto, cancelou todos os seus voos até o fim da tarde.
"Estamos trabalhando para degelar as nossas duas pistas e todas as áreas de táxi. Por ora, tudo está funcionando no aeroporto, mas não saia de casa se for voar pela British Airways", disse o porta-voz do aeroporto, Andrew Teacher.
A BA também cancelou seus voos domésticos e entre os países europeus no aeroporto de Gatwick. O aeroporto fechou sua pista até o meio da tarde.
Na Alemanha, cerca de 170 voos foram cancelados no aeroporto de Frankfurt, o maior do país. Os cancelamentos se somam aos cerca de 500 – de um total de 1,4 mil voos previstos – na sexta-feira, impedindo 2,5 mil passageiros de viajar.
Diversas estradas alemãs ficaram lotadas de caminhões presos na neve. Os congestionamentos também estão sendo verificados no norte da Inglaerra, em cidades como Manchester.
Na Holanda, uma centena de voos foram cancelados no aeroporto de Schipol, em Amsterdã, e os atrasos chegam a 4 horas. Situação semelhante está sendo registrada na Suíça.
A França emitiu um alerta meteorológico para o oeste do país e pediu aos viajantes que evitem viagens que não sejam indispensáveis.
Na Irlanda do Norte, as autoridades registraram a maior queda de neve em décadas.
A previsão para o fim de semana é de mais neve no continente.
FONTE

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Estudo das Profecias

Estudo das Profecias
Vigésima palestra da série:
Profecias para o Tempo do Fim.
Tema: O Espírito de Profecia

Trata-se da série conduzida pelo Pr. Roberto Motta diretamente da Cidade de Mirassol/SP, tratando de forma abrangente os tópicos da profecia bíblica para os últimos dias.

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

España

Mucho frío en España

 Vitoria
Varios patos sobre las aguas heladas de las balsa de Salburúa de Vitoria, ciudad en la que la temperatura mínima ha sido de 6 seis grados bajo cero, y donde al mediodía los termómetros apenas superaban los tres grados positivos. Un total de 39 provincias de 15 autonomías se encuentran en alerta por bajas temperaturas, lluvias, nieve, viento y fenómenos adversos costeros.
                          
 Ciudad Rodrigo
Imagen de una fuente del barrio de San Cristóbal de Ciudad Rodrígo (Salamanca), que amaneció con el agua helada. Un total de 39 provincias de 15 autonomías se encuentran en alerta por bajas temperaturas, lluvias, nieve, viento y fenómenos adversos costeros, ha informado la Agencia Estatal de Meteorología (Aemet).
                         
 Ávila

Un termómetro situado junto a la muralla de Ávila marca 7 grados bajo cero en un día completamente despejado. Un total de 39 provincias de 15 autonomías se encuentran en alerta por bajas temperaturas, lluvias, nieve, viento y fenómenos adversos costeros.
                           
 Prades

Las bajas temperaturas que azotan España se reflejan en la imagen de esta fuente helada que apareció en una plaza pública de la localidad de Prades (Tarragona).
                           
Prades

Las bajas temperaturas que azotan España se reflejan en la imagen de estas hojas heladas en la localidad de Prades (Tarragona).
FUENTE

Comer más frutas y verduras "salva vidas"

Comer más frutas y verduras "salva vidas"
Helen Briggs
BBC
                           
Cinco porciones diarias de frutas y verduras pueden producir un gran cambio en la salud, confirma el estudio.
Un estudio realizado en el Reino Unido afirma que, si todas las personas siguieran determinadas pautas en su dieta, unas 33.000 personas podrían sobrevivir cada año.
Y comer cinco porciones de frutas y verduras al día puede tiene el mayor de los efectos, dicen expertos de la Universidad de Oxford.
Sólo un tercio de los británicos consume estos alimentos en la medida adecuada, con los peores resultados en Irlanda del Norte y Escocia.
Las pautas para el Reino Unido aconsejan comer cinco porciones de frutas y verduras, no más de seis gramos de sal y mantener las grasas saturadas en un 10% del consumo total de energía.
El estudio, publicado en el Journal of Epidemiology and Community Health (Revista de Epidemiología y Salud Comunitaria), se basó en un modelo informático que vincula el consumo de alimentos con la muertes por enfermedades cardíacas, derrames cerebrales y cáncer.
Los expertos en salud pública de la Universidad de Oxford lo utilizaron para analizar datos de 2005 a 2007, provenientes de una variedad de estudios efectuados en el Reino Unido que examinaban la relación entre regímenes de alimentación y fallecimientos.
De este modo, pronosticaron de qué manera caerían los cifras de ataques cardíacos, derrames cerebrales y cáncer si toda la población siguiera los consejos relativos a la dieta.
"Efecto importante"
El profesor Peter Scarborough, quien dirigió el estudio, le comentó a la BBC: "Cumplir con las recomendaciones alimentarias podría tener un efecto cuantitativamente importante sobre la salud de la nación".
"Según nuestro modelo, el mayor impacto se produce al consumir más frutas y verduras. Esto no significa detenerse en las cinco porciones recomendadas. Mientras más comamos, mejor".
El estudio fue financiado con una contribución de Fundación Británica del Corazón.
La dietista Victoria Taylor comentó: "La investigación subraya que mensajes sobre alimentación repetidos hasta el cansancio, como éste de comer cinco porciones de frutas y verduras al día, no deben ser subestimados debido a que pueden tener un impacto cualitativo sobre nuestra salud".
Por su parte, la doctora Rachel Thompson, de World Cancer Research Fund del Reino Unido, destacó los resultados del estudio respecto de la prevención de muertes por cáncer.
Según Thompson, hay sólidas evidencias que respaldan la teoría de que comer cinco porciones diarias de verduras y frutas pueden ayudar a reducir el riesgo de varios tipos de tumores, entre ellos en el esófago y el estómago.

SIDA

Médicos alemães dizem que curaram doente com sida
por dn.pt          Hoje
O caso remonta a 2007, quando um homem de 51 anos fez um transplante de medula óssea devido a uma leucemia e os exames revelaram que o vírus da sida tinha desaparecido.
Um americano de 42 anos pode ser considerado o primeiro caso de cura de VIH. Timothy Brown, que também tinha desenvolvido uma leucemia, fez em 2007 um transplante de medula óssea e após as análises verificou-se que o vírus da SIDA tinha desaparecido.
"Os nossos resultados sugerem fortemente que a cura para o VIH foi conseguida para este paciente", lê-se no jornal médico "Blood", onde foi publicado um artigo sobre o assunto.
A equipa médica responsável pelo transplante da medula em Timothy Brown garante que com "estes resultados, é razoável concluir que a cura da infecção pelo VIH foi obtida neste paciente"
FONTE

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Mudanças climátIcas

País no Pacífico está a desaparecer
por DN.pt
Quiribati é um país do Pacífico onde a erosão da costa, provocada pelas alterações climáticas, está a destruir todas as suas ilhas.
Um vídeo colocado no You Tube pela UNDP (um organismo das Nações Unidas de apoio ao desenvolvimento) documenta de forma impressionante os efeitos das alterações climáticas na zona da Polinésia.
Ali conta-se a história de Boobu Tioram, um residente local, que em cada três anos teve de mudar de casa três vezes por causa do avanço do mar em Quiribati .
Neste momento aquele território, composto por numerosas pequenas ilhas, tem, no seu ponto mais elevado, apenas quatro metros acima do nível do mar e toda a população desta nação vive a apenas um quilómetro da costa.
O país já pediu ajuda à comunidade internacional para evacuar todos os residentes antes que o território desapareça.

FONTE

Chuva de meteoros

Chuva de meteoros invade a Terra nesta semana

Por Redação Yahoo! Brasil
Começou nesta segunda-feira (13) uma das mais intensas chuvas de meteoros, a chamada Geminídeos. O anúncio foi feito pela Nasa, agência espacial americana. A chuva, que pode ser vista de qualquer lugar do planeta, de preferência distante da iluminação artificial, ocorrerá até quinta-feira (16).
O período mais intenso do espetáculo será na madrugada de terça-feira. Mas todos esses dias os amantes da astronomia podem observar o fenômeno a olho nu. Segundo a Nasa, são esperados de 50 até 80 meteoros por hora – no pico poderão chegar a 120 por hora.
Esses meteoros receberam o nome Geminídeos porque parecem vir da constelação de Gêmeos. De acordo com a agência espacial americana, provavelmente, esses meteoros são restos do objeto intitulado 3200 Phaethon – classificado como um cometa extinto.
FONTE

domingo, 12 de dezembro de 2010

Gripe mexicana

Gripe mexicana: vacinação ao invés de informação
Data de publicação : 9 Dezembro 2010 - 12:49pm
Por Willemien Groot (Foto: Flickr/Salomon Aguilar)
A campanha de vacinação da gripe mexicana, promovida pela Organização Mundial da Saúde, em 2009 foi feita usando argumentos indecentes. Esta é a principal mensagem do livro Dossiê Gripe Mexicana, do jornalista investigativo holandês Daan de Wit.
Mexicanos trajando máscaras de proteção, todos os estabelecimentos públicos fechados no México. Estas foram as primeiras imagens da gripe mexicana que rodaram o mundo, que, na época, ainda se chamava gripe suína. Era fevereiro de 2009. Três meses depois a Organização Mundial da Saúde diz tratar-se de uma pandemia. Uma epidemia que pode contaminar o mundo todo, com o potencial de tirar a vida de centenas de milhares de pessoas. A OMS optou por uma campanha de vacinação massiva contra o vírus H1N1.
Indústria
O jornalista investigativo Daan de Wit pesquisou a causa de se escolher pela vacinação ao invés de orientação, bem como os interesses que estavam em jogo. Com riqueza de detalhes, De Wit descreve como a metade ao norte do globo terrestre, onde era verão, via as conseqüências da epidemia de gripe chegando, enquanto que na metade ao sul era inverno. Os ministérios da Saúde da Austrália e Nova Zelândia anunciaram que o fenômeno era suave. Ainda dava tempo de voltar atrás, diz o jornalista. Mas as ligações entre a indústria farmacêutica e a OMS evitaram que isso acontecesse.
“Vê-se a influência da indústria no comitê de risco que atuou durante a gripe mexicana. Seis meses depois ficou claro que um terço das pessoas que estavam nesse comitê tinha ligações com a indústria. No SAGE também ficou claro que metade dos membros tem ligações com a indústria. O SAGE é o Grupo de Assessoria Estratégica de Especialistas sobre Imunização, um grupo de cientistas que aconselha a OMS sobre vacinas e tem muita influência. E cada vez você vê essas conexões em todos os planos.”
Transparência
O virólogo holandês Ab Osterhaus, do Centro Médico Erasmus, teve um papel importante durante a pandemia. Ele também faz parte da SAGE e chama esse tipo de crítica de perigosa, embora a reconheça e afirme que a conexão com a indústria farmacêutica é inevitável.
“É muito importante que a OMS seja bem assessorada. Nós, como cientistas, precisamos estar intimamente ligados à Organização Mundial da Saúde. Mas os governos não produzem remédios ou vacinas, isso é feito pela indústria, que precisa colaborar de maneira estreita com a academia, nas esferas pública e privada.”
Se as relações de cooperação são transparentes o suficiente, Osterhaus prefere não comentar. É uma avaliação que está sendo feita nesse momento que pode responder. O virólogo holandês combate a idéia de que a gripe mexicana foi suave e diz que ainda concorda com as medidas tomadas pela OMS.
Grande influência
No entanto, o conflito de interesses é essencial, diz de Wit. Sob pressão dos fabricantes de vacina, a definição de uma pandemia tornou-se menos rígida. Com isso, o caminho ficou livre para uma campanha de vacinação. Em nenhum momento deu-se um passo atrás para ver se isso era realmente necessário, afirma o autor. Mesmo tratando-se de uma vacina experimental.
“Havia pessoas que queriam ter mais informações sobre os componentes da vacina. Eles foram estruturalmente obstruídos pelo governo holandês. Enquanto que, na verdade, o governo tem como tarefa informar aos cidadãos, para que esses possam decidir se eles querem ou não ser vacinados. Foi feita uma campanha de vacinação e não de informação”.
Osterhaus chama a afirmação de Daan de Wit, sobre a flexibilização da definição de pandemia, de absurda. “Trata-se de uma doença mundialmente contagiosa. Não se pode esperar para saber se o vírus é ou não perigoso. É preciso vacinar.” Segundo o virólogo cinco estudos comprovam a segurança da vacina.
Mas o jornalista investigativo Daan de Wit vislumbra o próximo passo. Ele espera que seu livro conduza a um inquérito parlamentar na Holanda, no qual a questão possa ser esclarecida.
FONTE

Oriente médio

Tempestades causam devastação no Oriente Médio
Ondas gigantes destruíram pesqueiros libaneses
Fortes ventos, chuvas e nevascas causaram devastação em países do Oriente Médio e leste do Mediterrâneo, pelo segundo dia consecutivo.
As tempestades fizeram afundar um navio perto da costa de Israel neste domingo, forçaram o fechamento de portos e atrapalharam o envio de cargas pelo canal de Suez.
Ondas de até 10 metros de altura destruíram barcos de pesca no Líbano. Na capital síria, Damasco, estradas tiveram que ser interditadas por causa da neve.
Na cidade libanesa de Trípoli, uma mulher morreu por causa da queda de uma árvore sobre o seu carro. Outras cidades da região enfrentaram alagamentos e transtornos.
Muitos voos que tinham aeroportos do Oriente Médio como destino ou origem sofreram atrasos.
As tempestades deram fim a um longo período de secas no Líbano, na Síria e em Israel – onde um incêndio, há poucos dias, devastou uma floresta e matou 40 pessoas.
Portos egípcios
No Egito, ventos de mais de 60 km/h forçaram o fechamento da maioria dos portos – incluindo o maior do país, em Alexandria.
Na mesma cidade, três pessoas morreram após o desabamento de uma fábrica, mas a polícia negou relatos iniciais de que o incidente tenha sido decorrente das fortes chuvas.
O correspondente da BBC no Cairo Jon Leyne relata que a cidade está sofrendo com as rajadas frias de ventos e tempestades de areia.
FONTE

Espécies selvagens de leguminosas

Espécies selvagens de leguminosas serão resgatadas para ajudar a alimentar o mundo
10.12.2010 - 12:30
Por Helena Geraldes
Face à ameaça das alterações climáticas à segurança alimentar mundial, foi hoje lançada uma expedição que vai resgatar as espécies selvagens da família do trigo, arroz, feijão, batatas e outras espécies essenciais.
                                
O trigo é uma das culturas abrangidas pelo projecto(Tony Gentile/Reuters)
O projecto, coordenado pelo Global Crop Diversity Trust e em colaboração com institutos de investigação de vários países, vai recolher, catalogar, utilizar e armazenar sementes de todo o planeta, de forma sistemática. O objectivo é ajudar a proteger as reservas alimentares mundiais, num cenário de iminente ruptura, explicam os responsáveis pela iniciativa.
“Estas plantas selvagens contêm traços genéticos que podem ser utilizados para tornar as culturas agrícolas mais resistentes e versáteis, face às alterações do clima esperadas para os próximos anos”, segundo um comunicado do Global Crop Diversity Trust.
A Noruega já anunciou uma contribuição de 50 milhões de dólares (37,7 milhões de euros) para financiar, durante dez anos, a investigação em relação a 23 culturas, entre as quais a alfafa (ou luzerna), feijão, lentilhas, ervilhas, batata e arroz.
“Todas as nossas culturas provêem de espécies selvagens. Foi assim que a agricultura começou”, explicou Cary Fowler, director executivo da organização. “Essas plantas estavam muito bem adaptadas aos climas do passado. As alterações climáticas exigem que regressemos a elas para enfrentarmos situações climatéricas mais duras e exigentes. E precisamos de o fazer enquanto as plantas ainda não se extinguiram”, acrescentou.
Segundo os Jardins Reais britânicos, Kew, parceiros do projecto, um quinto das espécies de plantas do mundo estão ameaçadas de extinção.
Erik Solheim, ministro norueguês do Ambiente, considera que este projecto representa “um dos passos mais concretos dados até à data para garantir que a agricultura, e a humanidade, se adaptam às alterações climáticas”. Além disso, a iniciativa “demonstra a importância da biodiversidade e dos recursos genéticos para a sobrevivência da humanidade”.

Reino Unido

Reino Unido: gripe A matou dez pessoas em seis semanas
Por Redacção
A Agência Britânica para a Protecção da Saúde revelou, este domingo, que dez pessoas morreram nas últimas seis semanas, infectadas pelo vírus da gripe A H1N1.
«Nas últimas semanas vimos o número de casos de gripe sazonal, tanto da gripe A H1N1, como da gripe B, crescer entre a comunidade», informa John Watson, director do departamento de doenças respiratórias da agência, em comunicado. «Foi registado o internamento de pacientes seriamente doentes e surtos de gripe nas escolas», acrescenta o documento.
Os dez mortos eram todos adultos com menos de 65 anos. A agência recomenda aos britânicos que se vacinem contra a gripe.
De acordo com o responsável John Watson, o Reino Unido parece estar na «linha da frente» deste novo surto de gripe A, que poderá alastrar-se a outros países europeus.
A Agência Britânica para a Protecção da Saúde afirmou era expectável que nos meses de Inverno houvesse um aumento do número de casos de infecção por gripe A, pelo que não considera que os números avançados fujam à normalidade.
15:53 - 12-12-2010
FONTE

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Estudo das Profecias

Estudo das Profecias
Décima Nona palestra da série:
Profecias para o Tempo do Fim.
Tema: A Conduta Cristã

Trata-se da série conduzida pelo Pr. Roberto Motta diretamente da Cidade de Mirassol/SP, tratando de forma abrangente os tópicos da profecia bíblica para os últimos dias.
FONTE

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

ônibus com mensagens de ateus

Salvador terá ônibus com mensagens de ateus

Ônibus com mensagem atéia na Inglaterra: "É provável que Deus não exista. Agora pare de se preocupar e aproveite a vida" (tradução livre).
A capital nacional da fé e devoção está prestes a receber uma campanha que promete dar o que falar. Tratam-se dos ônibus “ateus”, que a partir do próximo domingo (12), começam a circular por Salvador.
Alguns coletivos da capital exibirão mensagens nada convencionais expondo o ponto de vista de ateus e agnósticos sobre temas como fé e moralidade. A ação é uma iniciativa da Associação Brasileira de Ateus e Agnósticos, e o mote da campanha é o slogan “Diga não ao preconceito contra ateus”. Serão quatro peças diferentes acompanhando imagens fortes e frases polêmicas. Uma delas afirma: “A fé não dá respostas. Ela só impede perguntas”. Em outra peça aparecem Adolf Hitler e Charles Chaplin (ambos de ‘monogode’) ilustrando o texto “Religião não define caráter”
A associação, que tem núcleos em várias partes do mundo, pretende arrecadar fundos para estender a exibição das peças, inicialmente prevista para um mês. Segundo o presidente da entidade, Daniel Sottomaior, a campanha é necessária para chamar a atenção da sociedade e tirar os ateus da invisibilidade. “Somos cerca de 2% dos brasileiros, ou 4 milhões de ateus. Mas muitos têm medo de se expor devido ao preconceito de amigos, chefes e familiares. Isso tem que acabar”, afirma. Evangélicos, católicos, pessoal do axé e assemelhados, temei./BN(João Gabriel Galdea)

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

distribuição de filtro solar

Projeto que garante distribuição de filtro solar é aprovado pela Câmara
DA REDAçãO
08/12/2010 14h47
O projeto de lei que garante a distribuição gratuita de filtro solar com fator de proteção 12 pelo SUS (Sistema Único de Saúde) foi aprovado nesta quarta-feira (08) pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados.
O texto aprovado na comissão ainda obriga o empregador a entregar protetor solar aos trabalhadores expostos à radiação solar direta entre os horários das 07 e 18 horas, independente do tempo de jornada. A proposta prevê multa de R$ 1.300 por cada empregado exposto ao sol sem acesso ao filtro.
Segundo a proposta, que altera trecho da Consolidação das Leis do Trabalho, caberá ao Ministério do Trabalho apresentar disposições adicionais para regulamentar as novas medidas.
Fonte: Folha.com
FONTE

POLÓNIA

Onda de frio causa 53 mortes na Polónia nos últimos 8 dias
Por Redacção
Na última semana, 53 pessoas morreram de hipotermia devido à onda de frio que atinge o país, segundo informou esta quarta-feira a polícia polaca.
A onda de frio, que se intensificou nas últimas 48 horas, registrou temperaturas inferiores a -20º C em grande parte do país, com fortes nevões e atrasos generalizados no transporte terrestre e aéreo.
Em Novembro, 15 pessoas morreram em consequência das baixas temperaturas.
16:06 - 08-12-2010

Brasil

Nova doença transmitida pelo mosquito da dengue pode se espalhar pelo Brasil
A chikungunya é menos grave que a dengue e se caracteriza por febre alta e dores intensas nas articulações das mãos e dos pés

Provocada por um vírus, o CHIKV, a chikungunya é transmitida pelo mesmo mosquito transmissor da dengue, o Aedes aegypti, e também pelo mosquito Aedes albopictus contaminado.
O Ministério da Saúde determinou nesta quarta-feira o aumento das ações de vigilância e prevenção relativas a uma doença que nunca havia sido registrada no Brasil, a chikungunya. Três casos importados da infecção foram identificados no país entre agosto e outubro. Os pacientes, um do Rio de Janeiro e dois de São Paulo, passam bem. Provocada por um vírus, o CHIKV, a doença é transmitida pelo mesmo mosquito transmissor da dengue, o Aedes aegypti, e também pelo mosquito Aedes albopictus contaminado.
A preocupação das autoridades é que, como existe grande número de criadouros do Aedes aegypti, haja maior risco de a chikungunya se instalar no país. "Não há perspectivas de aumento da doença no momento. O que as pessoas precisam fazer é reforçar aquilo que já falamos há tempos: ações de combate ao mosquito transmissor", afirmou o coordenador do Programa de Prevenção e Controle da Dengue do Ministério da Saúde, Giovanini Coelho.
A chikungunya provoca, em um primeiro estágio, febre alta, mal estar e dores nas articulações. Os sintomas aparecem entre 3 a 7 dias depois de o paciente ser picado pelo mosquito transmissor da doença contaminado. Durante os primeiros cinco dias do aparecimento dos sintomas, se o paciente for picado pelo Aedes aegypti, ele transmite o vírus para o mosquito.
A doença pode ser identificada a partir de sintomas como febre alta, de início repentino, dores intensas nas articulações dos pés e mãos, dores de cabeça, dores nos músculos e manchas vermelhas na pele. Outro fator importante para a realização do diagnóstico é o histórico de viagens para locais do sudeste asiático e de alguns países da costa leste africana, de onde a doença é originária.
De acordo com o ministério, nas próximas semanas, deverá ser divulgado um guia de vigilância e práticas clínicas a serem adotadas em pacientes com suspeita de chikungunya. A partir desta quarta, a notificação de casos da doença é obrigatória e imediata.
Diagnóstico - O vírus só é detectado a partir de exames de laboratório e não há vacina para prevenção. Segundo o ministério, a “automedicação pode mascarar sintomas, dificultar o diagnóstico e agravar o quadro do paciente”.
Apesar de não haver, até o momento, transmissão dentro do território nacional, o ministério recomenda que é preciso procurar uma unidade de saúde se surgirem os sintomas. Não há possibilidade de transmissão de uma pessoa para a outra, ou seja, a doença só é transmitida pela picada do mosquito infectado.
Segundo o governo, a morte causada por chikungunya é rara. Menos de 1% dos pacientes morre.
(Com Agência Estado)
FONTE