domingo, 31 de julho de 2011

Fukushima

Fukushima é atingida por terremoto
A cidade de tadami, na região de Fukushima, atingida pelas chuvas.
31 de Julho de 2011
Reuters
Luiza Duarte
Um terremoto de 6,4 na escala Richter atingiu a região japonesa de Fukushima, as 3h54 da manhã de domingo, em hora local. O fenômeno também foi sentido na capital, Tóquio. As autoridades ainda não confirmaram a existências de vítimas ou de danos na central nuclear. Não há alerta de tsunami.
O nordeste do Japão vem sendo devastado por fortes chuvas, desde sexta-feira. Mais 300 mil pessoas devem deixar suas casas. As inundações deixaram uma pessoa morta e cinco desaparecidas. Fukushima, que já havia sofrido com um tsunami e um acidente nuclear, em março desse ano. É uma das zonas mais atingidas pelas chuvas. Durante o início da semana, o mal tempo deixou 59 mortos na Coreia do Sul e milhares de desabrigados.
As chuvas torrenciais afetam os reatores da central nuclear e deixam as autoridades preocupadas. Uma das inquietudes é relativa ao aumento da quantidade de líquido radioativo, que já sofreu uma elevação de cerca de três mil toneladas. A quantidade de água contaminada acumulada na central chegava, esta semana, a 120.700 toneladas.

Uva

Uva possui ingredientes fotoprotetores eficientes contra radiação solar UV
Crédito: Wikipedia.
A uva está triunfando sobre a maçã para o posto de fruta do paraíso. Além de ser o ingrediente da deliciosa bebida de Baco, seu consumo está associado à redução de problemas cardíacos, proteção de neurônios cerebrais e danos de acidente vascular cerebral (AVC). Agora, uma pesquisa acaba de mostrar como alguns compostos encontrados neste fruto milagroso ajudam a proteger a pele da radiação ultravioleta solar. Os resultados do estudo realizado por pesquisadores da Universidade de Barcelona e do CSIC (Conselho Superior de Investigação Científica espanhol) são relatados em artigo intitulado “Protective Effect of Structurally Diverse Grape Procyanidin Fractions against UV-Induced Cell Damage and Death” publicado recentemente no Journal of Agricultural and Food Chemistry da American Chemical Society (ACS).
Os raios ultravioletas (UV) emitidos pelo Sol geram moléculas de espécies reativas de oxigênio (ERO) que danificam a pele humana por alterar as funções celulares. O ERO oxida macromoléculas como lipídios e DNA, estimulando certas reações e as enzimas JNK e p38MAPK que causam a morte celular. Entre os efeitos maléficos do UV estão o câncer de pele, queimaduras solares e eritema solar, bem como o envelhecimento precoce da derme e epiderme. Muitas pesquisas têm mostrado que a pele pode ser protegida contra os raios UV usando antioxidantes derivados de plantas. Agora, o recente estudo mostrou que algumas substâncias presentes na uva podem reduzir a quantidade de dano às células, causado pela exposição da pele a esta radiação.
Os pesquisadores descobriram que substâncias polifenólicas extraídas da uva (flavonoides) podem reduzir a formação de oxidantes ERO em células da epiderme humana que tenham sido expostas a ondas longas (UVA) e ondas médias (UVB) de radiação ultravioleta. Estas substâncias antioxidantes inibem a ativação das enzimas p38 e JNK1/2 pela UVA e UVB. O maior efeito fotoprotetor foi detectado em frações ricas em oligômeros de procianidina e ésteres de galato (do ácido gálico).
Os resultados do estudo in vitro apoiam pesquisas mais aprofundadas e poderiam ser levados em consideração na farmacologia de extratos de derivados polifenólicos como novos agentes de fotoproteção para a pele.

Experimentos híbridos entre animais e humanos

Cientistas pedem limite para experimentos híbridos entre animais e humanos
Por Stephanie D’Ornelas em 28.07.2011 as 18:12                             
Humanizar animais em nome da ciência pode fornecer informações valiosas sobre a forma de funcionamento do corpo humano e até trazer solução para doenças. Mas o limite para isso nem sempre é bem delineado; agora, pesquisadores dizem que regras claras precisam ser estabelecidas em pesquisas que criam híbridos de animais e humanos.
Cenários extremos, como a inserção de células cerebrais em primatas para criar macacos falantes, pode parecer ficção científica, mas pesquisadores de todo o mundo parecem estar cada vez mais à beira de limites como esse.
Cientistas chineses já introduziram células-tronco em fetos de cabras e pesquisadores americanos têm estudado a hipótese de criar um rato com células de cérebro humano.
Fatos como esses estão sendo contestados pela Academia de Ciências Médicas da Grã-Bretanha, que está pedindo uma maior fiscalização e regras mais estritas para as pesquisas híbridas de animais e humanos.
A criação de animais com traços humanos não é nova, e nem sempre é prejudicial. Camundongos geneticamente modificados são prova disso. Graças a esses animais, contendo DNA humano, novas drogas contra doenças como o câncer estão sendo desenvolvidas.
O problema, para o professor de genética britânico Martin Bobrow, é quando Frankesteins começam a ser criados, com aspectos singularmente humanos, como pele, formato de rosto e fala. Por isso, segundo Bobrow, outros países devem seguir o mesmo caminho de fiscalização e regulação, abordando as preocupações com o público.
Animais humanizados têm desempenhado um papel fundamental em diversas áreas, como no tratamento da infertilidade e da Síndrome de Down. Uma pesquisa de opinião pública mostrou que a maioria das pessoas é a favor de pesquisas em animais contendo material humano, se ela for conduzida para melhorias na saúde.
Mas há sérias preocupações com experimentos que envolvam o cérebro e possíveis fertilizações de óvulos humanos com espermas de outros animais. Afinal, encontrar um papagaio que diz “quem é esse menino bonito?” é uma coisa; ver um macaco falando é outra, bem diferente – e assustadora

Descoberta da astronomia

Descoberta da astronomia poderia levar a tratamento eficaz de câncer

Por Natasha Romanzoti em 31.07.2011 as 17:30
O que astronomia e medicina têm em comum? Aparentemente, a possível cura para uma das piores doenças que já existiram.
Astrônomos fizeram uma descoberta no estudo de estrelas e buracos negros que pode levar a tratamentos mais seguros e efetivos de câncer no futuro.
Os cientistas notaram que metais pesados emitem elétrons de baixa energia quando expostos a raios-X com energias específicas.
Isso levanta a possibilidade de que implantes feitos de ouro ou platina poderiam permitir aos médicos destruir tumores com elétrons de baixa energia, expondo o tecido saudável à radiação muito menor do que é possível hoje.
Simulações de computador sugerem que atingir um único átomo de ouro ou platina com uma pequena dose de raios-X em uma estreita faixa de frequências produz uma avalanche de mais de 20 elétrons de baixa energia.
Os cientistas explicam que esses elétrons ejetados podem matar o câncer, destruindo seu DNA. Assim, os médicos podem incorporar muitas nanopartículas de metal pesado dentro e ao redor de tumores e, em seguida, atingir-lhes com radiação adaptada.
O chuveiro de elétrons resultante poderia destruir um tumor, e o processo reduziria grandemente a exposição à radiação do paciente, em comparação com métodos de tratamento mais atuais de radiação.
A equipe construiu um protótipo que mostra que frequências específicas de raios-X podem liberar elétrons de baixa energia a partir de nanopartículas de metais pesados. Enquanto a máquina ainda precisa ser desenvolvida, já existe prova de que a técnica tem potencial para o tratamento do câncer.
Em resumo, o estudo poderá eventualmente levar a uma combinação de radioterapia com quimioterapia, com a platina sendo o agente ativo.
Esse potencial novo tratamento surgiu com o estudo dos céus. Especificamente, os pesquisadores estavam tentando entender do que diferentes estrelas são feitas, com base em como a radiação flui através e emana delas.
A equipe construiu modelos de computador complexos para simular esses processos. Os modelos deram pistas de como metais pesados como o ferro se comportam quando absorvem diferentes tipos de radiação.
O ferro desempenha um papel dominante no controle do fluxo de radiação através de estrelas. Mas também é observado em alguns ambientes como buracos negros, que produzem alguns tipos de raios-X que podem ser detectados da Terra.
Foi quando eles perceberam que as implicações iam além da astrofísica atômica: raios-X são usados o tempo todo em tratamentos de radiação e de imagem, bem como metais pesados. Se fosse possível alvejar nanopartículas de metais pesados em certos locais do corpo, seria possível também reduzir a exposição à radiação e ser muito mais preciso.
“Como astrônomos, aplicamos física e química básicas para compreender o que está acontecendo nas estrelas. Estamos muito animados em aplicar o mesmo conhecimento para tratar o câncer”, disse o astrônomo Sultana Nahar

CHINA

Treze mortos e 445 mil afectados pelas inundações
por Lusa
Pelo menos treze pessoas morreram e cerca de 445 mil foram afectadas pelas inundações registadas em Julho devido às fortes chuvas que se fizeram sentir no leste da província chinesa de Mongólia Interior, na região norte, indicaram as autoridades.
De acordo com a mesma fonte, citada pela EFE, os danos materiais nos 23 concelhos da província estão estimados em 21,7 milhões de dólares (cerca de 15 milhões de euros à taxa de câmbio actual), com mais de 8.000 residências a ficarem danificadas, e destas, 3.300 ficaram completamente destruídas e 70 mil hectares de plantações arruinadas.
As chuvas deverão continuar a cair em força sobre o território até dia 2 de Agosto, terça-feira, segundo a previsão meteorológica.
Na cidade de Hanzhong, no noroeste da província de Shaanxi (norte), as inundações originadas por fortes chuvas caídas desde 28 de Julho provocaram o desaparecimento de duas pessoas, 113 mil pessoas foram afectadas e 10 mil pessoas foram retiradas das suas casas.
Também a cidade histórica de Huayang, centro de atracção turística pela conservação dos traços e obras da dinastia Song (960 a 1276), foi encerrada porque duas pontes não aguentaram as fortes chuvas e ruíram.
A última estimativa das autoridades chinesas aponta para que as fortes chuvas tenham provocado danos materiais na ordem dos 31 milhões de dólares (21,53 milhões de euros à taxa de câmbio atual).

Iraniana

Iraniana perdoa homem que a desfigurou com ácido antes de punição

Atualizado em 31 de julho, 2011 - 10:39 (Brasília) 13:39 GMT
Um homem iraniano que iria ser cegado como punição por deformar o rosto de uma mulher com ácido foi perdoado pela vítima, segundo o canal de televisão estatal.
Iraniana perdoou homem que deformou seu rosto minutos antes de punição que o deixaria cego
Ameneh Bahrami lutou na Justiça de seu para que Majid Movahedi fosse punido de acordo com a justiça retributiva (chamada de qisas) - parte da sharia (lei islâmica) que considera moralmente aceitável punir o criminoso de forma semelhante ao crime que ele cometeu.
Um tribunal iraniano aceitou o pedido de Bahrami para que Movahedi fosse cegado em 2008, mas a sentença seria aplicada neste domingo.
Ele atacou a mulher em 2004, depois que ela recusou sua oferta de casamento, desfigurando seu rosto com ácido.
A Anistia Internacional fez uma campanha contra a sentença, que chamou de "punição cruel e desumana que pode ser qualificada como tortura".Indenização
Segundo a agência de notícias estatal Isna, o promotor Abbas Jafari Dolatabadi, de Teerã, anunciou o perdão de Bahrami.
"Hoje, o procedimento que cegaria Majid Movahedi iria acontecer, na presença de um oftalmologista e de um representante da justiça, quando Ameneh o perdoou", disse o promotor.
"Eu lutei durante sete anos por este veredito para provar às pessoas que uma pessoa que joga ácido em alguém deve ser punida com qisas, mas hoje eu o perdoei porque é meu direito", disse a mulher à Isna.
"Eu fiz isso pelo meu país, já que todos os outros países estavam observando o que nós faríamos", afirmou.
Segundo a TV estatal, Bahrami afirmou que não planejava ir até o fim com a sentença.
No entanto, a mídia local disse que ela abriu mão do seu direito pouco antes do procedimento que cegaria o homem.
Eu fiz isso pelo meu país, já que todos os outros países estavam observando o que nós faríamos."
Ameneh Bahrami
"Eu nunca quis me vingar dele. Eu só queria que a sentença fosse dada por retribuição. Mas eu não teria ido até o fim. Eu não tinha intenção de tirar os olhos dele."
Segundo o promotor Dolatabadi, a mulher pediu dinheiro como indenização por seus ferimentos.
Ela afirma que nunca recebeu dinheiro da família de Movahedi e pediu uma compensação por suas despesas médicas, de 150 mil euros (cerca de R$ 336 mil).
Movahedi serviu sete anos de sua pena, que vai de dez a doze anos de prisão. Mas, segundo a mulher, ele não será libertado a não ser que a indenização seja paga.
FONTE

quinta-feira, 28 de julho de 2011

Soropositivos

Soropositivos forram estômago com esterco para poder tomar remédios
Atualizado em 27 de julho, 2011 - 17:12 (Brasília) 20:12 GMT
Alguns pacientes soropositivos na Suazilândia são tão pobres que vêm comendo esterco de vaca antes de ingerir medicamentos antirretrovirais, afirmam ativistas.
Centenas foram às ruas da empobrecida Suazilândia para protestar contra a crise econômica
Os remédios não funcionam em estômagos vazios; portanto, os pacientes ingerem esterco misturado com água, diante da falta de alimentos.
"Algumas pessoas dizem que vão parar de tomar antirretrovirais porque é necessário que elas tenham comida em seus estômagos", disse à BBC Sipho Dlamini.
O país de 1.2 milhões de habitantes tem uma das maiores proporções de infectados pelo vírus da aids, com 230 mil soropositivos.
Crise
Dlamini foi um dos organizadores do protesto que reuniu centenas de pessoas na capital do país, Mbabane, nesta quarta-feira, contra a crise econômica que o país atravessa.
Ele disse que os manifestantes pediram para que o governo não corte o orçamento da saúde, e sim "mantenha sua promessa de priorizá-la".
Por causa da crise, no mês passado o parlamentar Joseph Madonsela disse que os hospitais estatais podem deixar de fornecer remédios antirretrovirais dentro de dois meses. O governo rejeita a afirmação, mas admitiu que pediu ajuda financeira à África do Sul e implementou medidas de austeridade.
No mês passado, o Fundo Monetário Internacional (FMI) disse que a Suazilândia enfrentaria uma "grave crise de liquidez".
A falta de dinheiro forçou no mês passado o rei Mswati a anunciar o cancelamento das comemorações do aniversário de 25 anos de seu reinado.
O último monarca absoluto da África subsaariana tem uma fortuna estimada de US$ 200 milhões, e cada uma de suas 13 esposas tem um palácio, todos pagos com dinheiro público.

CHINA

80 crianças resgatadas e 300 detidos por tráfico infantil
por Lusa
A polícia chinesa resgatou 89 crianças e deteve 369 pessoas numa operação que culminou com o desmantelamento de uma das maiores redes de tráfico infantil da China.
A operação, desenvolvida em duas fases e que se iniciou em Fevereiro, teve o seu ponto alto no dia 20, quando uma acção simultânea da polícia em 14 províncias da China, que contou com a participação de mais de 2.600 agentes, permitiu resgatar 81 crianças e deter 330 pessoas. Segundo fontes do Ministério da Segurança Pública da China, citadas pelo diário "Novo Pequim", a rede de tráfico infantil recolhia crianças no sul do país para depois as vender por cerca de 4.300 euros nas províncias de Henan e Shanxi, no norte. A operação culminou com a detenção de vários sequestradores e responsáveis pelo transporte das crianças, que cobravam 537 euros por viagem, e de um dos cabecilhas da rede, Li Haijun.
No dia 15 de Julho, foram resgatadas em Cantão e Guangxi, no sul da China, oito crianças sequestradas no Vietname e vendidas na China e detidas 39 pessoas relacionadas com os raptos. O rapto de crianças é comum no norte do Vietname, onde as máfias chinesas sequestram ou compram os bebés para os levar para o sul da China de barco e, a partir daí, os transportar de autocarro para norte de modo a passarem despercebidos aos olhos das autoridades.
Fontes do Ministério da Segurança Pública da China anunciaram uma alteração da lei, segundo a qual as crianças, depois de serem resgatadas, devem permanecer em casa do sequestrador até os seus pais serem localizados.
A partir de agora, o Ministério dos Assuntos Civis ficará responsável pelos menores até à realização dos testes de ADN aos eventuais pais para a sua identificação e, caso os pais não sejam encontrados, as crianças serão entregues para adopção a famílias chinesas.

ÍNDIA

ÍNDIA
Polícia não tem menina parecida com Maddie sob custódia
A polícia indiana desmentiu à CNN ter sob sua custódia uma menina que poderia ser Madeleine McCann, desaparecida no Algarve em 2007.
A notícia de que estavam a ser feitos testes de ADN para averiguar se Maddie tinha sido encontrada em Leh, na Índia, foi hoje avançada por meios britânicos como o Daily Mail, a ITV e o The Mirror.

Perda de memória na velhice pode ser recuperada

Perda de memória na velhice pode ser recuperada, diz estudo
EFE – qua, 27 de jul de 2011
Londres, 27 jul (EFE).- A perda de memória na velhice pode ser recuperada se atenderem as necessidades moleculares dos circuitos neurais, segundo explicaram especialistas dos Estados Unidos, que estudaram a atividade dos neurônios de primatas.
Pesquisadores da Escola de Medicina da Universidade de Yale, liderados por Amy Arnsten, avaliaram as respostas de seis macacos jovens, de média idade e velhos de acordo com as tarefas atribuídas pelos cientistas para medir a memória dos primatas a curto prazo.
Segundo publicam os analistas na última edição da revista "Nature", nos macacos de idade avançada faltou o constante disparo de neurônios no córtex pré-frontal (PFC), uma área do cérebro muito importante para o funcionamento da memória.
Essa redução dos níveis de disparo de neurônios pode ser contornada se conseguir situar o PFC em um meio ambiente neuroquímico bom como o encontrado nos macacos mais jovens.
Assim, a integridade fisiológica dos neurônios velhos pode ser restabelecida se forem atendidas as necessidades moleculares dos circuitos neurais, insistem os cientistas.
Arnsten lembra que o funcionamento da memória é importante para as tarefas diárias, inclusive para planejar coisas com tempo e para a aprendizagem.
No processo de envelhecimento habitual, essas funções diminuem, o que acarreta problemas cognitivos como o esquecimento e a distração, mas não se conheciam as mudanças moleculares associados a este envelhecimento natural.
Para observar as mudanças fisiológicas, Amy Arnsten e seus colegas gravaram as tarefas atribuídas aos macacos e descobriram que a resposta dos padrões de ativação dos neurônios do PFC à apresentação dos sinais não variavam com a idade.
No entanto, o disparo de neurônios durante o período de atraso - o tempo entre a apresentação de um sinal e a resposta - mostrou uma grande redução com a idade.
Contudo, esses neurônios podiam ser parcialmente restabelecidas aos níveis de disparo de jovens adultos quando os analistas bloqueavam dois circuitos neurais específicos nos neurônios do PFC. EFE

Tempestade "Don"

Tempestade "Don" continua trajetória pelo sul do Golfo do México
EFE – 8 horas atrástweet0EmailImprimirMiami, 28 jul (EFE).- "Don", a quarta tempestade tropical da temporada de ciclones da bacia atlântica, continua nesta quinta-feira sua trajetória pelo sul do Golfo do México e "é possível que ganhe força nas próximas 48 horas", informou o Centro Nacional de Furacões (NHC) dos Estados Unidos.
Com sede em Miami, o NHC, indicou em seu boletim das 8h (de Brasília) desta quinta-feira que "Don" está a 875 quilômetros ao leste-sudeste de Corpus Christi, no Texas (EUA) e a 795 quilômetros ao leste-sudeste de Brownsville, também no Texas.
Move-se em direção oeste-noroeste a uma velocidade de 17 km/h e seu centro estava localizado a uma latitude 24 graus norte e longitude 89,8 graus oeste.
Seus ventos máximos sustentados alcançam 65 km/h, com rajadas mais fortes, e o NHC ressaltou que poderia intensificar-se nas próximas 48 horas.
Segundo um padrão provável de trajetória, o centro de "Don" "deveria movimentar-se nesta quinta-feira pelo sul e centro do Golfo do México e aproximar-se da costa do Texasnesta sexta-feira".
Ao longo da temporada de furacões na bacia atlântica, que começou 1º de junho e vai até 30 de novembro, já se formaram quatro tempestades tropicais: "Arlene", "Bret", "Cindy" e "Don".
A Administração Nacional de Oceanos e Atmosfera (NOAA, na sigla em inglês) previu em maio a formação de 12 a 18 tempestades tropicais, das quais entre seis e dez poderiam se transformar em ciclones. Existe previsão também de três a seis furacões de grande intensidade, com ventos superiores a 178 km/h. EFE

"Superanticorpo"

"Superanticorpo" pode resultar em vacina universal contra gripe
Por Kate Kelland
Reuters
Cientistas encontraram um "superanticorpo", o FI6, capaz de combater todos os vírus da gripe tipo A em humanos e animais, e a descoberta pode abrir caminho para a produção de novos tratamentos antigripais.
Pesquisadores da Grã-Bretanha e Suíça usaram um novo método para encontrar a "agulha no palheiro", e identificaram o anticorpo em um paciente humano capaz de neutralizar os dois principais grupos de vírus da gripe A.
É um passo preliminar, disseram eles, mas crucial para o eventual desenvolvimento de uma vacina universal contra a gripe.
Atualmente, os laboratórios precisam alterar todos os anos a composição das vacinas, de acordo com a cepa do vírus que estiver circulando -um processo caro e demorado. Já a vacina universal poderia proteger as pessoas durante décadas, ou mesmo pela vida toda, contra todas as cepas de vírus da gripe.
A pesquisa foi realizada pelo Instituto Nacional de Pesquisa Médica da Grã-Bretanha e pela empresa privada suíça Humabs, e seu resultado foi publicado na quinta-feira na revista Science.
Nesse artigo, os pesquisadores explicaram que os anticorpos atingem uma proteína do vírus chamada hemaglutinina. Devido à sua rápida evolução, existem hoje 16 subtipos diferentes da gripe A, divididos em dois grupos. Os humanos geralmente produzem anticorpos contra um subtipo específico.
Pesquisas anteriores já haviam localizado anticorpos que funcionam com vírus do grupo 1 e com a maioria dos vírus do grupo 2, mas não com ambos.
A equipe anglo-suíça usou um método que aplica a cristalografia de raios-X para examinar enormes quantidades de amostras de células do plasma humano, aumentando assim suas chances de localizar o anticorpo "universal," mesmo sendo ele extremamente raro.
Ao identificarem o F16, eles o injetaram em ratos e furões, e descobriram que protegia também os animais contra os vírus do grupo 1 e 2.

INTERNET

Governo chinês quer controlar acesso à internet por wi-fi
Por AFP/Aqruivo
AFP –O governo chinês ordenou que estabelecimentos públicos que oferecem acesso à internet por wi-fi instalem um software que permite à polícia identificar os usuários do serviço, informou a imprensa estatal nesta quinta-feira.
O software, que também oferece à polícia uma lista dos sites visitados pelos usuários, custa entre 3,1 mil e 9,3 mil dólares. Por conta disso, estabelecimentos como bares, restaurantes, cafés e livrarias decidiram suspender o serviço de acesso à internet, apesar de sua popularidade.
Em Pequim, donos de cafés e restaurantes foram informados de que serão multados se continuarem a oferecer o serviço de wi-fi sem o software instalado. "Em casos mais sérios", eles terão a internet cortada por até seis meses.
Donos de cafés em Xangai e Hangzhou entrevistados pelo jornal oficial China Daily disseram que também foram notificados sobre a nova medida do governo. O software foi criado para fiscalizar "atividades ilícitas", segundo o jornal.
"É um requerimento dos órgãos de segurança pública. Por que temos que pagar por isso?", questionou o gerente do UBC Coffee, em Pequim. "Por motivos que todos conhecem, estamos suspendendo temporariamente nosso serviço de wi-fi", anunciou a livraria Kubrick, também na capital.
A reportagem do China Daily levanta questões sobre a ligação entre a polícia e a fabricante de softwares Rainsoft, fundada em 1998, que colabora com os órgãos de segurança pública em várias províncias chinesas.
A China tem o maior número de usuários de internet no mundo, ou 485 milhões. O governo chinês tenta constantemente controlar as atividades na web, bloqueando o acesso ao conteúdo considerado "sensível" politicamente.

Madeleine

Após denúncia de turistas, polícia indiana faz exame de DNA em menina parecida com Madeleine
Por O Globo
Agência O Globo
Menina Madeleine McCain, na época de seu desaparecimento, em 2007

RIO - A polícia da Índia aguarda o resultado de um exame de DNA realizado numa menina de aproximadamente 8 anos, vista por uma turista britânica e dois americanos na cidade de Leh, que levantaram a suspeita de se tratar de Madeleine McCann.
Madeleine está desaparecida desde maio de 2007, quando passava férias com os pais na Praia da Luz, em Portugal. Clarence Mitchell, porta-voz de Gerry e Kate McCann, disse que a família soube da suspeita no último fim de semana.
- Nossos detetives particulares estão cientes. Estamos em contato com as autoridades indianas sobre o incidente e vamos aguardar os resultados do teste de DNA - disse o porta-voz nesta quinta-feira.
Os turistas teriam tentado retirar a menina do casal que a acompanhava, uma francesa e um belga. Ele dizem ser os pais da criança, mas tiveram o passaporte retido pela polícia de Leh, que faz parte do estado de Jammu e Caxemira.
A investigação oficial sobre o desaparecimento de Madeleine foi formalmente arquivada em julho de 2008, mas os pais da menina continuam a busca pela filha desaparecida com detetives particulares. Recentemente, eles lançaram um livro sobre a história, e toda a renda é revertida para o custo das investigações.

terça-feira, 26 de julho de 2011

AVC

Remédio de substância natural poderia reduzir danos do derrame até 12 horas depoisPor Natasha Romanzoti em 26.07.2011 as 17:00


Derrame é uma causa de morte comum em todo o mundo. Ele acontece quando o fluxo sanguíneo para o cérebro cai de repente, devido a um coágulo ou sangramento.
Agora, uma pesquisa afirma que uma substância natural, que retarda o sistema imunológico, poderia ser usada para reduzir o inchaço após um derrame, o que reduziria também o dano inicial causado ao cérebro pela privação de oxigênio.
O estudo feito em ratos mostrou que uma proteína conhecida como alfa-B-cristalina, naturalmente produzida em resposta ao estresse, pode funcionar como uma esponja para absorver moléculas inflamatórias no cérebro e reduzir os maiores danos.
Quando a substância foi administrada até 12 horas após o derrame, o tamanho da lesão cerebral foi menor. A única droga aprovada o tratamento de acidentes vasculares cerebrais atualmente é conhecida como ativador do plasminogênio tecidual (AP-t) e deve ser administrada dentro de quatro horas e meia após o derrame para ser eficaz.
Os resultados são apoiados por outras evidências, como ratos que foram geneticamente modificados para não produzir alfa-B-cristalina, que sofreram mais danos cerebrais por derrame do que ratos normais.
As descobertas podem levar a um novo tratamento em potencial, ajudando milhares de sobreviventes de derrame a reduzir a quantidade de inflamação ao redor do cérebro. Porém, ainda é muito cedo para uma nova droga; muito mais pesquisas precisam ser realizadas e testadas em humanos primeiro.

El sueño interrumpido afecta la memoria

El sueño interrumpido afecta la memoria

BBC Salud
Última actualización: Martes, 26 de julio de 2011
El sueño interrumpido afecta la capacidad de formar recuerdos, afirma una investigación.
El sueño fragmentado dificulta la formación de recuerdos permanentes.
El estudio llevado a cabo en ratones encontró que los animales que habían dormido en forma fragmentada tuvieron más problemas para reconocer objetos familiares que quienes durmieron sin interrupción.
El hallazgo, dicen los científicos de la Universidad de Stanford, Estados Unidos, podría ayudar a explicar porqué surgen los problemas de memoria en trastornos como Alzheimer o el apnea durante el sueño.
Los estudios han mostrado que el cerebro utiliza las horas de sueño para evaluar los eventos del día y decidir cuáles son los que va a mantener.
La nueva investigación -publicada en Proceedings of the National Academy of Science (PNAS) (Actas de la Academia Nacional de Ciencia) analizó el efecto del sueño fragmentado en los animales, pero no el de más corta duración o el de menor intensidad.
Los científicos usaron una técnica llamada optogenética, en la que células específicas son modificadas genéticamente para poder controlarlas con luz.
Los investigadores analizaron específicamente un tipo de célula cerebral que juega un rol en el cambio entre el estado de sueño al estado de vigilia.
Prueba de memoria
Para ello enviaron pulsaciones de luz directamente al cerebro de los animales mientras dormían.
El objetivo era poder interrumpir su sueño sin afectar la duración total del tiempo que dormían o la calidad o composición de su sueño.
Después los animales fueron colocados en una caja con dos objetos, uno de los cuales ya habían encontrado anteriormente.
"Concluimos que independientemente de la cantidad total de sueño o la intensidad del sueño, una mínima unidad de sueño interrumpido es crucial para la consolidación de la memoria"
Dr. Luis de Lecea
Se esperaba que los ratones naturalmente pasaran más tiempo examinando el objeto nuevo, y aquéllos que habían podido dormir sin interrupciones lo hicieron.
Sin embargo, los que habían tenido un sueño fragmentado se mostraron igualmente interesados en ambos objetos, lo cual sugiere, dicen los científicos, que su memoria resultó afectada.
"La continuidad del sueño es uno de los muchos factores que resultan afectados en varias condiciones patológicas que tienen un impacto en la memoria, incluido el Alzheimer y otros déficits cognitivos vinculados a la edad" explica el doctor Luis de Lecea, quien dirigió el estudio.
Se sabe que el sueño fragmentado afecta a los individuos adictos al alcohol y a aquéllos que sufren apnea durante el sueño, un trastorno en el que la garganta se cierra o estrecha repetidamente durante el sueño, restringiendo el paso de oxigeno y provocando que la persona se despierte.
"Concluimos que independientemente de la cantidad total de sueño o la intensidad del sueño, una mínima unidad de sueño interrumpido es crucial para la consolidación de la memoria", señalan los investigadores.
Por su parte, el doctor Neil Stanley, experto en sueño y expresidente de la Sociedad Británica del Sueño, afirma que "durante el día acumulamos todas estas memorias".
"En algún momento tenemos que llevar a cabo una revisión de los eventos del día. Hay algunas cosas que necesitamos "encerrar" para mantenerlos como recuerdos permanentes".
"Ese proceso ocurre durante el sueño profundo. Así que cualquier cosa que afecte al sueño tendrá un efecto en ese proceso en menor o mayor grado" expresa el experto.
Y agrega que ya se ha mostrado evidencia de que la gente que sufre apnea durante el sueño tiene problemas particulares para "encerrar" recuerdos permanentes.
Y la gente con Alzheimer también presenta problemas para dormir.
Tal como señala el doctor Stanley, "sin duda hay algo importante aquí, pero todavía no ha sido determinado si es la degeneración del cerebro la que causa el mal sueño o el mal sueño está ayudando a la degeneración del cerebro".

segunda-feira, 25 de julho de 2011

Nordeste africano

Nordeste africano precisa de intervenção urgente, diz ONU
seg , 25/7/2011
Mães somalis aguardam por tratamento médico para seus filhos subnutridos em um hospital em Mogadishu, capital do país. Milhares de refugiados chegam diariamente à cidade e a países vizinhos fugindo da seca que afeta ceraca de 12 milhões de africanos na região do chamado "Chifre da África".
A Organização das Nações Unidas (ONU) fez um apelo à comunidade internacional nesta segunda-feira (25) para combater a grave crise alimentar que atinge o nordeste da África. Segundo o organismo, é necessária uma intervenção “urgente” para acabar com a crise que já atinge mais de 12 milhões de africanos do Quênia, Etiópia, Djibuti, Somália e Eritreia – países que compõem o chamado “Chifre da África”.
O anúncio foi dado durante reunião na sede da Organização da ONU para a Agricultura e Alimentação (FAO) em Roma. Lá estão reunidas agências da ONU e representantes governamentais de vários Estados-membros, além de ministros da Agricultura de diversos países. Eles debatem a situação humanitária nessa região do planeta, onde o que preocupa é, sobretudo, a saúde das crianças.
Segundo a Unicef, mais de 500 mil crianças correm o risco de uma morte “iminente” como consequência de uma “desnutrição grave”. “A catastrófica seca no Chifre da África requer uma ação em massa e urgente”, disse, durante a abertura da cúpula, o diretor-geral da FAO, Jacques Diouf.
Diouf afirmou que é necessário US$ 1,6 bilhão nos próximos 12 meses para enfrentar a emergência humanitária. O que mais preocupa as Nações Unidas é a situação de 2,3 milhões de crianças que sofrem de desnutrição aguda tanto na Somália quanto na Etiópia e no Quênia – esses dois últimos países estão recebendo o maior fluxo de refugiados somalis.
“O que nos mais preocupa é o estado das crianças, a fome das crianças, que estão tão frágeis. Elas têm apenas 40% de chances de sobreviver”, afirmou a diretora-executiva do Programa Mundial de Alimentos (PMA) das Nações Unidas, Josette Sheeran, durante entrevista coletiva após o encontro.
Segundo Sheeran, que esteve na região recentemente, algumas das mães somalis admitiram que abandonaram suas crianças pelo caminho quando fugiam para os países vizinhos por não terem mais condições de cuidarem delas. Sheeran disse ainda que, apesar de a Somália ser “um dos lugares mais perigosos” da África, nem todo o país é inacessível e, por isso, já foi possível levar ajuda humanitária a 1,5 milhão de pessoas, enquanto a cada dia cerca de 300 pessoas são atendidas em Mogadishu, a capital da Somália.
“Temos que trabalhar com os governos (da região) para estabelecer redes de segurança que protejam os mais vulneráveis, como as mulheres grávidas e em período de lactação, as crianças em seus primeiros mil dias de vida e os idosos, as pessoas com deficiência e os doentes crônicos”, diz um comunicado elaborado pela presidência da FAO.
Além disso, preocupam os problemas que os trabalhadores das organizações humanitárias enfrentam para ter acesso ao sul da Somália, quase totalmente controlado pela milícia fundamentalista islâmica Al Shabab, vinculada à rede terrorista Al Qaeda. A Al Shabab continua sem autorizar a passagem da ONU para que leve ajuda à população da região e assegura que a recente declaração da crise de fome se trata de uma “propaganda”.
“A situação é dramática. Possivelmente é uma das piores crises e afeta de forma dilacerante os mais vulneráveis, as crianças e as mulheres”, disse, durante seu comparecimento no plenário do encontro, Soraya Rodríguez, secretária de Estado de Cooperação Internacional da Espanha.
Soraya, que recentemente viajou à região para observar os estragos provocados pela seca, explicou que os campos de refugiados do Quênia estão recebendo uma média de 1,3 mil pessoas por dia que fogem da crise de fome na Somália.
A diretora-executiva do PMA, Josette Sheeran, afirmou que nesta terça começa a ser operada uma espécie de ponte aérea entre Europa e o Chifre da África para levar ajuda humanitária à região. Serão disponibilizados alimentos e outros produtos de consumo básicos.

Oncologia

Nova terapia celular poderá melhorar tratamento contra o câncer
25/07/2011 - 18:01
Transfusão de células T de doador ajuda a destruir as células cancerígenas
 Sistema imunológico: células de defesa do organismo destróem células cancerígenas (Thinkstock)
Uma das terapias celulares mais recentes para aumentar as defesas do corpo contra o câncer é chamada de transferência de células adotivas. No tratamento, o paciente recebe uma injeção terapêutica de suas próprias células do sistema imunológico. No entanto, essa terapia, atualmente
em fase de testes clínicos para melanoma e neuroblastoma, tem suas limitações. Isso porque remover as células do sistema imunológico de um paciente e cultivá-las fora do corpo, para depois reinjetá-las, é um procedimento extremamente caro e nem sempre tecnicamente viável.
Para driblar esses problemas, cientistas do Instituto Weizmann testaram em camundongos uma nova maneira de transferência de células adotivas. A nova técnica supera essas limitações porque as células a serem colocadas no organismo são de um doador – e não mais do próprio paciente. Assim, essas células podem ser preparadas com antecedência, além de serem equipadas com receptores que identificam o tumor e acabam por promover, assim, sua destruição.
Durante o estudo, os cientistas primeiro suprimiram o sistema imunológico dos camundongos com doses relativamente leves de radiação. Eles, então, administraram uma dose controlada das células T do doador. A leve supressão do sistema imunológico preveniu temporariamente que as células T do doador fossem rejeitadas pelo recipiente, mas não impediu que elas atacassem o corpo do receptor, principalmente o tumor.
A nova abordagem se mostrou tão eficaz porque o atraso na rejeição do corpo receptor proporcionou tempo suficiente para que as células conseguissem destruir o tumor. De acordo com os pesquisadores, se o método funcionar tão bem no homem como nos camundongos, poderá levar a uma terapia celular acessível para uma variedade de cânceres.
FONTE

Distrofia muscular

Tratamiento pionero para distrofia muscular
BBC Salud
Última actualización: Lunes, 25 de julio de 2011
Un nuevo tratamiento para reparar el daño molecular que causa la distrofia muscular de Duchenne -un trastorno letal que provoca desgaste muscular, dificultad para caminar y respirar y eventual muerte- ha demostrado resultados prometedores.
La distrofia de Duchenne afecta a uno de 4.000 varones.
Los pacientes que sufren esta enfermedad presentan un defecto en el gen de la proteína distrofina, que es un componente esencial para la estructura del tejido muscular.
Ahora,el equipo de la Universidad de Londres utilizó una nueva tecnología, la llamada técnica de antisentido, para reparar el daño en el gen de la distrofina y restaurar la producción de esta proteína.
En el ensayo preliminar de la terapia, llamada AVI-4658, participaron 19 niños con distrofia muscular de Duchenne.
Y tal como señalan los científicos en la revista The Lancet, los resultados son "muy prometedores".
Cerca de 1 de cada 4.000 bebés varones nacen con distrofia muscular de Duchenne.
La enfermedad causa desgaste muscular progresivo debido a la pérdida de células musculares, la cual es provocada por la falta de la proteína distrofina en la fibra muscular.
Para cuando un niño con la enfermedad cumple los 12 años de edad ya es incapaz de caminar y para el fin de su adolescencia su condición es tan grave que a menudo causa una muerte prematura.
Esto debe a que la enfermedad afecta también a los músculos que se necesitan para respirar y para bombear sangre alrededor del organismo.
Nuevo enfoque
El profesor Francesco Muntoni y su equipo del Centro Nueromuscular Dubowitz, del Instituto de Salud Infantil de la Universidad de Londres, probaron la nueva terapia antisentido con 19 niños de entre 5 y 15 años.
"He trabajado con pacientes con distrofia muscular de Duchenne durante muchos años y ésta es la primera vez que podemos decir con confianza que hemos logrado un avance significativo en el desarrollo de un tratamiento dirigido" Prof. Franceso Muntoni
Todos recibieron el fármaco durante 12 semanas y antes y después del curso de tratamiento fueron sometidos a biopsias musculares.
Nuestros genes reciben instrucciones del código genético para producir proteínas pero cuando hay defectos o supresiones en el código este proceso puede quedar interrumpido.
En los pacientes con distrofia de Duchenne la falla está en el gen que se encarga de la producción de distrofina y desde hace tiempo los científicos buscan la forma de reparar las funciones de este gen.
El enfoque del profesor Muntoni consistió en inyectar porciones de ARN de antisentido -una especie de "bisturí molecular"- con el cual se extrajo una pieza del código genético para reparar la porción defectuosa.
El resultado, dicen los científicos, es un gen de la distrofina más corto, pero funcional.
En el estudio algunos pacientes recibieron dosis altas de la terapia y otros dosis más bajas. Y los resultados mostraron que en siete de los 19, todos los que habían recibido dosis altas, se logró restaurar en algún grado la producción de distrofina.
Tal como explicó el profesor Muntoni a la BBC "el mejor resultado fue de 20% de los niveles normales de distrofina. Esto es realmente extraordinario considerando que el estudio fue sólo de 12 semanas".
"He trabajado con pacientes con distrofia muscular de Duchenne durante muchos años y ésta es la primera vez que podemos decir con confianza que hemos logrado un avance significativo en el desarrollo de un tratamiento dirigido", señala el investigador.
Esperanza real
Pero agrega que la técnica de antisentido, dirigida hacia una mutación genética específica, no será beneficiosa para todos los pacientes.
Los científicos repararon el daño en el gen de la distrofina.
"La segunda mutación más común afecta a 11% de los pacientes, para lo cual necesitamos otro 'bisturí molecular'".
De cualquier forma, señalan los investigadores la "AVI-4658 tiene el potencial de mejorar la historia progresiva natural de distrofia muscular de Duchenne y ahora necesitamos investigar su efectividad en ensayos clínicos".
Por su parte, la doctora Marita Pohlshmidt, directora de la Campaña para Distrofia Muscular del Reino Unido afirma que el estudio "es muy importante".
"Si podemos cambiar los severos síntomas de Duchenne y volverlos más leves, sería fantástico".
"Durante los pasados 50 años hemos luchado para encontrar un tratamiento para esta devastadora enfermedad. Hoy podemos decir con verdadera confianza que vamos a ganar esta batalla".
"Los padres de estos niños pueden tener una esperanza real para el futuro" agrega la experta.

Alzheimer

Estudo aponta sete medidas para evitar Alzheimer
Tabagismo está em segundo lugar na lista de fatores de risco do Alzheimer
Pesquisadores americanos divulgaram a lista de sete medidas que poderiam evitar milhões de casos do mal de Alzheimer em todo o mundo.
Os sete fatores são ligados a estilo de vida: não fumar, ter uma dieta saudável, prevenir o diabetes, controlar a pressão arterial, combater a depressão, fazer mais atividades físicas e aumentar o nível de educação.
De acordo com o estudo dos cientistas da Universidade da Califórnia, em São Francisco, a metade dos casos da doença no mundo se devem a falta destas medidas de saúde e basta uma redução de 25% nos sete fatores de risco para evitar até 3 milhões de casos.
Os detalhes da investigação foram divulgados na revista científica The Lancet e apresentados na Conferência Internacional da Associação de Alzheimer, que ocorre em Paris.
Causas
As causas do mal de Alzheimer, forma mais comum de demência, ainda não são totalmente conhecidas. Mas, os estudos demonstraram que vários fatores estão ligados à doença, incluindo fatores genéticos, idade e estilo de vida.
Pesquisas já realizadas mostraram que vários fatores de risco podem ser modificados para evitar a doença, como por exemplo, doenças cardiovasculares, níveis de atividade física, estímulo mental e dieta.
Mas, até o momento, não estava claro até que ponto uma pessoa poderia evitar o Alzheimer modificando algum destes fatores de risco.
Para conseguir esta resposta, os pesquisadores usaram um modelo matemático sobre os riscos do Alzheimer no mundo todo.
Com este modelo, os cientistas calcularam a porcentagem global de casos de Alzheimer que poderiam ser atribuídos a diabetes, hipertensão, obesidade, tabagismo, depressão, baixo nível de educação e falta de atividade física.
Os resultados mostraram que a metade dos casos da doença no mundo parecem ser causados por estes fatores, que estão ligados ao estilo de vida e podem ser modificados.
Sete passos para evitar Alzheimer
-Praticar mais atividade física
-Não fumar
-Ter uma dieta saudável
-Controlar a pressão arterial
-Evitar o diabetes
-Combater a depressão
-Aumentar o nível de educação


Educação
O fator que parece causar a maior porcentagem de casos da doença, segundo os pesquisadores, é o baixo nível educacional (19%), seguido pelo tabagismo (14%), falta de atividade física (13%), depressão (11%), hipertensão na meia idade (5%), obesidade na meia idade (2%) e diabetes (2%).
Juntos, estes sete fatores de risco contribuem para os 17,2 milhões de casos de Alzheimer no mundo, o que corresponde a 51% dos casos globais da doença.
"Nos surpreendeu descobrir em nosso modelo que os fatores de estilo de vida, como o baixo nível educacional, falta de atividade física e tabagismo parecem contribuir para um número maior de casos de Alzheimer do que as doenças cardiovasculares", disse Deborah Barnes, que liderou o estudo.
"Mas isto sugere que mudanças relativamente simples no estilo de vida podem ter um impacto dramático no número de casos de Alzheimer no decorrer do tempo", acrescentou.
A pesquisadora destacou, no entanto, que estes são apenas cálculos matemáticos e serão necessários estudos mais amplos em várias populações para comprovar estes dados.
Mesmo assim, segundo os pesquisadores, estes cálculos são uma "suposição importante " e qualquer coisa que ajude a evitar a grande carga que esta doença significa para os serviços de saúde é positiva.

HEPATITE

SUS vai diagnosticar hepatite em 30 minutos
Os exames rápidos, que detectam os tipos B e C da doença, devem chegar à rede pública de saúde em agosto.
Agência Brasil
A partir de agosto, o Ministério da Saúde promete disponibilizar no Sistema Único de Saúde (SUS) testes rápidos para o diagnóstico das hepatites B e C . Com o novo exame, seria possível identificar as doenças em, no máximo, 30 minutos.
De acordo com o ministério, os testes rápidos fazem parte dos exames de triagem. O paciente que tiver resultado positivo para uma das hepatites deverá ser encaminhado para a rede de saúde para completar o diagnóstico. Com a identificação da doença, o paciente pode iniciar o tratamento imediatamente.
Os Centros de Testagem e Aconselhamento (CTA) das capitais seriam os primeiros a receber o teste rápido. Depois, o exame será levado para as unidades básicas de saúde. O ministério irá investir R$ 10,6 milhões na compra de 3,6 milhões de testes.
A partir desta segunda-feira, dia 18, entram em vigor novas regras para o tratamento da hepatite C na rede pública de saúde. Entre elas, a que permite ao paciente continuar o tratamento por até 72 semanas sem a necessidade do aval de uma comissão médica, procedimento adotado anteriormente.

sexta-feira, 22 de julho de 2011

Yo seguiré creyendo

Yo seguiré creyendo
¿Por qué voy a desanimarme?
¿Por qué voy a estar preocupado?
Mi esperanza he puesto en Dios,
a quien todavía seguiré alabando.
¡Él es mi Dios y Salvador!
Salmos 43:5 (Dios Habla Hoy)
A veces por más que quisiéramos mantener la paz en nuestro corazón, siempre aparece algo imprevisto, alguna situación obviamente inesperada que lo único que hace es cargar nuestro espíritu y en muchas ocasiones borrar aquella sonrisa que en nuestro rostro se dibujaba.
Hablo de esos momentos en donde aquella situación imprevista se apodera de toda nuestra atención y dejamos de ver todo lo demás, dejamos de ver la bondad de Dios para con nosotros, dejamos de ver su misericordia en nuestra vida y lo peor: dejamos de creer que Dios puede solucionar aquello sin necesidad que nuestra alma esté abatida.
Y es que no me dejaran mentir al decir que muchas veces se nos olvida que de nuestro lado está el Poderoso Gigante, el Dios Todopoderoso y el cual jamás ha perdido una batalla.
Y es que pareciera que esas situaciones imprevistas nos ciegan, pareciera que no nos dejan ver la realidad, y es allí en donde el diablo (Que Dios lo reprenda) utiliza esa oportunidad para predicarnos sus mentiras, para llenar nuestra mente de pensamientos derrotistas y faltos de fe, y lo peor de todo: creemos las mentiras del diablo como que si fueran verdades.
Por otro lado siempre hemos tenido una herramienta que Dios nos ha dado para fortalecer nuestra fe, hablo de La Palabra de Dios, la Biblia es la Palabra de Dios, en ella encontramos la guía para vivir una vida que agrade a Dios, en ella encontramos las promesas que Dios nos ha dado y todo lo que allí dice es VERDAD. Lastimosamente muchas veces pareciera que las verdades de Dios las tomamos como que si fueran mentiras y por eso nuestra vida va en picada directa, porque por un lado creemos las mentiras del diablo como si fueran verdad y las verdades de Dios como si fueran mentiras.
Amados, pueda que estos días u hoy mismo tu estés pasando un momento de esos, en donde una noticia inesperada te ha robado la paz, en donde quizá una situación imprevista se ha apoderado de tu atención y en donde el enemigo ha minado tu mente de puras mentiras queriéndote hacer retroceder y hasta rendirte de perseverar en la verdad.
¿Qué creerás?, ¿Las mentiras del diablo? ó ¿Las verdades de Dios?, las respuesta es fácil y hasta puedo ver como seleccionas la segunda, pero más allá de la teoría necesitamos llevar todo esto a la práctica, porque eso es lo que cuenta.
Yo se que tú crees en Dios, yo se que tu lo amas más que a nada, yo se que tu intención siempre ha sido y será agradarlo, yo se que también te cuesta creer, mas cuando todo se pone en tu contra y cuando pareciera que Dios te ha dado la espalda, pero NO ES ASÍ. Dios jamás te dará la espalda, El jamás te negara su ayuda, aun cuando su respuesta no sea la que tu quisieras, debes de seguir creyendo, aun cuando no se den en el tiempo que anhelas, debes de tener la seguridad de que Dios obrara, porque El no desamparara nunca a sus hijos y a pesar que todo pinte mal, no debes nunca de dudar de que El estará allí a tu lado.
Y es que Dios no solo está a tu lado en los momentos de bonanza, en los momentos de felicidad o gozo, no solo está en tus victorias o en tus logros, El también está a tu lado cuando sientes que todo se te ha venido abajo, El también está allí cuando crees que todos te han abandonado, El siempre estará a tu lado porque te lo prometió, porque dijo que estará contigo todos los días de tu vida. El no miente y a pesar que en esos momentos de tristeza pareciera que El se ha ido, El sigue allí.
No te dejes engañar por las mentiras del enemigo, que no te haga creer que estas solo, que no te haga creer que no eres importante para Dios, que no te haga creer que eres un fracasado ni que Dios no te ama, al contrario, todo lo que el enemigo te predique y lleve como objetivo hacerte sentir mal, entonces debes de saber que todas esas mentiras son totalmente lo contrario a lo que Dios piensa de ti y hará en ti.
Sé que estas pasando una situación inesperada y está te ha robado la paz, pero más allá de todo eso debes de estar seguro que Dios no ha dicho la última palabra, que El hará algo maravilloso y si es necesario sobrenatural para darte un fin que sea de provecho para tu vida, porque al final de todo, aun cuando las cosas parezcan negativas, Dios obrara a tu favor y todo será para bien, porque Dios así lo ha dicho.
Tranquilo, Tranquila, Dios actuara, simplemente no desmayes, simplemente no te dejes engañar por las mentiras del diablo, al contrario, sigue creyendo en las verdades de Dios, porque El no es hombre para mentir, ni hijo de hombre para arrepentirse, así que tienes que estar seguro o segura, que Dios obrara.
¡Sigue creyendo en lo que Dios hará!

quarta-feira, 20 de julho de 2011

cáncer de mama

El peso corporal, principal causante de cáncer de mama
BBC Salud
El sobrepeso es el principal causante de la forma más común de cáncer de mama, revela una investigación británica.
El consumo de alcohol y de tabaco son los siguientes responsables, afirman los científicos de la Universidad de Oxford, Inglaterra.
La forma más común de tumor de mama está vinculado al nivel hormonal.
La forma más común de tumores de mama se desarrollan debido a un aumento en el nivel de hormonas sexuales.
Y tal como señalan los investigadores en en British Journal of Cancer (Revista Británica de Cáncer), el exceso de grasa almacenada en el cuerpo, seguido del alcohol y los cigarrillos, incrementan estos niveles hormonales.
Los estudios han demostrado que las mujeres postmenopáusicas con altos niveles de estrógeno y testosterona tienen entre dos y tres veces más riesgo de desarrollar cáncer de mama que las mujeres con los menores niveles.
Desde hace tiempo se sabe que los factores que influyen en los niveles de estas hormonas -el embarazo, la píldora anticonceptiva y la menopausia- pueden cambiar el riesgo que una mujer tiene de sufrir la enfermedad.
Niveles hormonales
"Mantener un peso corporal sano y reducir el consumo de alcohol son clave para reducir el riesgo de cáncer de mama"
Dra. Julie Sharp
La nueva investigación analizó los registros de cerca de 6.300 mujeres postmenopáusicas que habían participado en 13 estudios diferentes.
Los científicos compararon los datos de la edad, tipo de menopausia (natural o provocada por cirugía), índice de masa corporal (IMC), tabaquismo, consumo de alcohol y factores reproductivos de las participantes.
Se encontró que la mayor impacto en los niveles de hormonas sexuales es el IMC -el promedio entre la altura y el peso de una persona- en particular mantener un IMC de 25 o más.
Éste, dicen los científicos, es el que causa el mayor incremento en el nivel de estrógenos y progesterona. Y este incremento puede explicar porqué las mujeres postmenopáusicas y obesas son las que tienen más riesgo de cáncer de mama.
Asimismo, se encontró que las mujeres que beben unas 2,5 unidades de alcohol al día (una botella de cerveza o una copa mediana de vino) tienen niveles más altos de todas las hormonas, principalmente estrógeno.
Y las mujeres que fuman 15 cigarrillos al día también tienen niveles moderadamente altos de todas las hormonas, principalmente testosterona.
Después de la obesidad, otros riesgos son fumar y beber alcohol.
"Nuestro estudio muestra que los cambios en los niveles hormonales pueden explicar la asociación de los factores de riesgo establecidos, como la obesidad, en el cáncer de mama", dice la doctora Gillian Reeves, quien dirigió el estudio.
"Otros estudios han encontrado que el peso corporal y el alcohol pueden afectar los niveles hormonales y esta investigación lo confirma", agrega.
Por su parte, la doctora Julie Sharp, de la organización Cancer Research Uk, que financió el estudio, afirma que "éste es un estudio importante porque muestra cómo el alcohol y el peso pueden influir en los niveles hormonales".
"Entender su papel en el desarrollo de cáncer de mama es vital".
"Sabemos que el riesgo de la enfermedad puede estar influido por la historia familiar y la edad, pero hay otras cosas que las mujeres pueden hacer para reducir el riesgo".
"Mantener un peso corporal sano y reducir el consumo de alcohol son clave para reducir el riesgo de cáncer de mama", señala la experta.

Mutagênico e hereditário

Mutagênico e hereditário
Por: Saulo Pereira Guimarães
Publicado em 19/07/2011
Atualizado em 19/07/2011
Pesquisa com camundongos sugere que o fumo passivo causa mutações no DNA de espermatozoides. Essas alterações, transmitidas aos descendentes, poderiam levar ao desenvolvimento de cânceres e outras complicações.
A fumaça que sai da ponta do cigarro é a que mais afeta o fumante passivo. Ela contém mais substâncias tóxicas do que aquela exalada pelo fumante. Ambas causaram mutações genéticas em espermatozoides de camundongos. (foto: Darko Skender/ Sxc.hu)
Muito se sabe sobre os efeitos maléficos do cigarro em fumantes ativos. Em relação ao fumo passivo, estudos já mostraram suas consequências danosas em adultos, crianças, bebês e fetos durante a gestação. Mas e a exposição indireta paterna? Será que pode trazer problemas para seus descendentes?
A questão motivou o trabalho de pesquisadores do Canadá e dos Estados Unidos, que acaba de ser publicado no periódico PNAS. Ao testar os efeitos do fumo ativo e passivo em camundongos machos, eles observaram modificações genéticas em seus espermatozoides decorrentes de ambos os processos. Segundo os autores, essas alterações são transmitidas à geração seguinte, podendo causar problemas de saúde na prole.
Os camundongos foram expostos, durante duas semanas, a dois tipos de fumaça: a exalada pelo fumante (chamada corrente primária) e a que sai da ponta do cigarro (chamada corrente secundária). Embora a composição de ambas seja semelhante, na fumaça que sai diretamente do cigarro – a qual o fumante passivo está mais exposto – algumas substâncias tóxicas e cancerígenas estão presentes em concentrações mais elevadas.
Duas doses diferentes de cada tipo de fumaça foram inaladas pelos animais, uma equivalente a três cigarros por dia e a outra a 16 cigarros diários. Esse padrão de exposição mimetiza os efeitos de doses baixa e alta de tabagismo ativo e passivo.
Seis semanas depois, os pesquisadores coletaram esperma dos camundongos para análise. Eles verificaram que ambas as doses da corrente primária de fumaça resultaram numa frequência maior de mutações genéticas significativas nas células reprodutivas dos camundongos (4% com a dose menor e 4,7% com a maior), em comparação com um grupo independente de animais que não foi exposto a qualquer tipo de fumaça (1,3%-1,5%).
Mais importante foi verificar que a exposição à corrente de fumaça secundária também produziu uma ocorrência significativamente maior de alterações genéticas no esperma dos camundongos, sugerindo que fumantes passivos são tão vulneráveis quanto os ativos aos efeitos do fumo nos espermatozoides.
No entanto, um dado inusitado chamou a atenção dos pesquisadores: a dose mais elevada da corrente secundária de fumaça resultou numa frequência menor de mutações genéticas no esperma dos camundongos (2,6%) do que a dose mais baixa (4,6%). Os pesquisadores suspeitam que a grande concentração de substâncias tóxicas possa ter levado a taxas altas de morte celular, impedindo a recuperação das células mutantes.
Só em gametas, e só de camundongos
Para saber se a exposição aos dois tipos de fumaça de cigarro afetaria da mesma forma células não envolvidas diretamente na reprodução, os pesquisadores submeteram outro grupo de camundongos ao mesmo padrão de exposição.
Duas semanas depois, examinaram células da medula óssea e do sangue dos animais e constataram que apenas a dose alta da corrente primária de fumaça produziu aumento na frequência de mutações genéticas nessas células, ainda assim muito pequeno. O efeito mutagênico da fumaça do cigarro restringiu-se, portanto, às células reprodutivas.
No artigo, os autores chamam atenção para o impacto na saúde pública desses resultados, que corroboram uma conclusão recente da Agência Internacional para Pesquisa sobre o Câncer (IARC, na sigla em inglês) de que há ligação entre exposição paterna ao cigarro e câncer nos descendentes.

O tabagismo passivo é a 3ª maior causa de morte evitável no mundo, subsequente ao tabagismo ativo e ao consumo excessivo de álcool. O avanço no conhecimento sobre seus efeitos na saúde já tiveram impacto na legislação brasileira. (foto: Karol Stróż/ Sxc.hu)
No entanto, os pesquisadores advertem que apesar de os embriões originados dos espermatozoides alterados sempre carregarem a mutação, nem sempre ela irá causar problemas de saúde. “Isso depende do gene afetado”, afirma o biólogo Francesco Marchetti, da Universidade da Califórnia e autor principal do estudo.
De qualquer forma, ainda é cedo para extrapolar os efeitos do fumo passivo induzido em camundongos para seus reais impactos em seres humanos.
A ponderação vem do próprio Marchetti: “Há muitos casos de produtos químicos que demonstraram induzir mutações em células reprodutivas e afetar a saúde da prole de animais de laboratório. Mas tem sido mais difícil demonstrar isso em humanos porque humanos são geralmente expostos a doses bem menores desses produtos”.
Outra alternativa apontada pelo pesquisador: “Também é possível que células reprodutivas com mutações sejam eliminadas mais eficientemente em humanos do que em animais”.

Fumaça passiva de cigarro

Fumaça passiva de cigarro pode provocar perda auditiva em adolescentes
Por Natasha Romanzoti em 19.07.2011 as 18:30
As leis criadas pelo Brasil para proibir o fumo em ambientes fechados têm uma boa razão para existir: quem quer fumar deve prejudicar só a si mesmo, certo?
Recentemente, cientistas descobriram mais uma desvantagem na lista das muitas do fumo passivo: perda de audição em adolescentes.
Os pesquisadores testaram mais de 2.000 adolescentes em busca de cotinina, um indicador de exposição à fumaça do tabaco. Depois de eliminar os fumantes do estudo, eles ficaram com 799 não fumantes, cujos níveis de cotinina indicavam exposição ao fumo passivo, juntamente com 754 que não foram expostos à fumaça de cigarro.
Após o controle de muitas variáveis, eles descobriram que quanto maior o nível de cotinina no sangue de um participante, maior a probabilidade de que ele tivesse algum tipo de perda auditiva.
Mais de 17% no grupo com níveis de cotinina mais elevados apresentaram perda auditiva em baixas frequências.
Os pesquisadores ainda não podem afirmar com certeza de que forma a exposição ao fumo passivo pode causar o dano, mas o tabaco é conhecido por afetar o fluxo de sangue através dos vasos sanguíneos menores, do tipo que o ouvido interno depende.
Segundo os cientistas, a maioria das crianças, cerca de 85%, nem sequer tinha conhecimento de sua perda auditiva. Sendo assim, que tal os pais buscarem ter? Principalmente os fumantes.
FONTE2

CLIMA

Temperatura no centro dos EUA chega aos 50 graus
Treze pessoas morreram devido às altas temperaturas dos últimos dias
20/07/2011
Crianças tentam se refrescar em um hidrante (Reprodução/Folha)
Estados localizados na região central dos Estados Unidos enfrentam uma onda de calor fora do normal. A sensação térmica passa dos 50 graus. De acordo com os jornais americanos, 13 pessoas morreram devido às altas temperaturas dos últimos dias.
Na segunda-feira, a sensação térmica em Knoxville, Iowa (centro), chegou aos 55°. Em Freeport, Ilinois (norte), e em Madison, Minnesota (norte), foi de 51°. Em Nebraska (centro), Wisconsin (norte) e Dakota do Sul (norte) esteve perto dos 50°.
“Em um mês já foram batidos mais de mil recordes de calor”, disse Christopher Vaccaro, porta-voz do serviço de meteorologia nacional.
“Mas o que é realmente fora do comum é a duração desta onda de calor, sua gravidade e sua extensão”, afirmou, explicando que há 24 estados afetados e que o número pode aumentar para mais de 30 nos próximos dias.
O calor afeta uma grande parte do centro do país, da fronteira com o Canadá até o Texas, no sul. Estas zonas registram “níveis perigosos”, que combinados com uma umidade extrema, provocam sensações térmicas recordes, segundo os meteorologistas.
Alertas e as mensagens têm sido feitos à população para que, principalmente os mais velhos, permaneçam em suas casas com o ar condicionado ligado ou que aproveitem a climatização dos centros comerciais.