terça-feira, 30 de outubro de 2012

SANDY



destrucción total por un fuego debido al Sandy en barrio de Queens, NY

Portada del New York Times.



Estación 86 NY

Boston

Nueva York daños provocados por incendios

Virginia ante el paso de Sandy

Virginia ante el paso de Sandy


SANDY



































ULTIMA HORA:Tremendas nevadas en West Virginia cortesía de Sandy

ULTIMA HORA:Esto es en Edison Power Plant, in New York
Edison power plant, Monday, Oct. 29, 2012, in New York


ULTIMA HORA:La Ciudad d New York a Oscuras
Guarden esta foto, es histórica! La ciudad de New York a oscuras por el azote de Sandy.


ULTIMA HORA:.fire burning structures in Queens, NY
fuego quema las estructuras en Queens, NY

Médicos veem relação entre vida urbana e distúrbios mentais

Médicos veem relação entre vida urbana e distúrbios mentais
Estudos indicam que pessoas que nasceram e cresceram em centros urbanos são mais propensas a transtornos mentais. Nova área do conhecimento, o neuro-urbanismo, pode ajudar a melhorar o planejamento das grandes cidades.
Barulho, trânsito, lixo, pessoas apressadas e se empurrando por todos os lados – a vida nas grandes cidades é estressante. Mas as perspectivas de um emprego melhor, um salário mais alto e de um estilo de vida urbano atraem cada vez mais pessoas às cidades. Se há 60 anos menos de um terço da população mundial vivia em cidades, hoje mais da metade mora em centros urbanos. Até 2050, a estimativa é que essa cota atinja 70%.
"Com o aumento das populações urbanas, o número de distúrbios psíquicos também tem aumentado em todo o mundo", alerta Andreas Meyer-Lindenberg, diretor do Instituto Central de Saúde Mental de Mannheim. "Somente a depressão custa aos cidadãos europeus 120 bilhões de euros por ano. O custo de todas as doenças psíquicas juntas – incluindo demência, ansiedade e psicose – ultrapassa o orçamento do fundo de resgate do euro. A frequência e a gravidade dessas doenças costumam ser subestimadas", afirma.
Solidão e doenças
Em 2003, psiquiatras britânicos publicaram um estudo sobre o estado psicológico dos moradores do bairro londrino de Camberwell, uma área que teve um grande crescimento desde meados da década de 1960. Entre 1965 e 1997, o número de pacientes com esquizofrenia quase dobrou – um aumento acima do crescimento da população.
Na Alemanha, o número de dias de licença médica no trabalho relacionada a distúrbios mentais dobrou entre 2000 e 2010. Na América do Norte, recentes estimativas apontam que 40% dos casos de licença estão ligados à depressão.
"Nas cidades pode acontecer de as pessoas não conhecerem seus vizinhos, não conseguirem construir uma rede de apoio social como nas vilas e pequenas cidades. Elas se sentem sozinhas e socialmente excluídas, sem uma espécie de rede social de segurança", observa Andreas Heinz, diretor da Clínica de Psiquiatria e Psicoterapia no hospital Charité, em Berlim.
Quase não existem estudos consistentes sobre a influência do meio urbano no cérebro humano. Mas pesquisas com animais mostram que o isolamento social altera o sistema neurotransmissor do cérebro. "Acredita-se que a serotonina é um neurotransmissor importante para amortecer situações de risco. Quando animais são isolados socialmente desde cedo, o nível de serotonina diminui drasticamente. Isso significa que as regiões que respondem a estímulos ameaçadores são desinibidas e reagem de maneira mais forte, o que pode contribuir para que o indivíduo desenvolva mais facilmente distúrbios de ansiedade ou depressões", diz Heinz.
Até 2050, 70% da população mundial viverá em cidades grandes, segundo estimativa
A vida urbana transforma o cérebro
Um dos primeiros estudos feitos com seres humanos parece confirmar essa suposição. Com ajuda de um aparelho de ressonância magnética, a equipe do psiquiatra Andreas Meyer-Lindenberg analisou o cérebro de pessoas que cresceram na cidade e de pessoas que se mudaram para a cidade já adultos.
Enquanto os voluntários resolviam pequenas tarefas de cálculo, os pesquisadores os colocavam sob pressão, por exemplo criticando que eles eram muito lentos, cometiam erros ou que eram piores que seus antecessores.
"Olhamos especificamente para as áreas do cérebro que são ativadas quando se está estressado – e que também têm um desenvolvimento distinto, dependendo da experiência urbana que a pessoa teve. Especialmente as amídalas cerebelosas reagiram ao estresse social, e de maneira mais intensa quando o voluntário vinha de um ambiente urbano. Essa região do cérebro está sempre ativa quando percebemos algo como sendo uma ameaça. Elas podem desencadear reações agressivas que podem gerar transtornos de ansiedade", explica Meyer-Lindenberg.
Além disso, quem cresceu na cidade grande apresentava, sob estresse, em regiões específicas do cérebro, uma atividade semelhante à apresentada por pessoas com predisposição genética para a esquizofrenia.
Pesquisa melhora planejamento urbano
Em todo o mundo, as cidades estão crescendo muito e se transformando. "Mas não existem ainda dados significativos de como uma cidade ideal deve ser quando se leva em consideração a saúde mental de seus habitantes", observa Meyer-Lindenberg.
Por isso, o especialista desenvolveu, em colaboração com geólogos da Universidade de Heidelberg e físicos do Instituto de Tecnologia de Karlsruhe, um dispositivo móvel que pode testar voluntários em diversos pontos de uma cidade. Assim, os pesquisadores podem testar o funcionamento do cérebro em lugares e situações diferentes, como num cruzamento ou num parque.
Planejamento de cidades deve levar em conta influência do estresse urbano no cérebro, dizem especialistas
Juntamente com posteriores análises do cérebro dos voluntários, os pesquisadores esperam obter dados mais concretos de como o cérebro processa os diferentes aspectos da vida cotidiana nas cidades.
Os resultados dessa pesquisa poderão ser de grande valor para a arquitetura e o planejamento urbano, afirma Richard Burdett, professor de estudos urbanos da London School of Economics. Para ele, o neuro-urbanismo, uma nova área do conhecimento que estuda a relação entre o estresse e as doenças psíquicas, pode ajudar a evitar a propagação de doenças psíquicas nas cidades.
"Planejadores urbanos precisam ter em mente que devem encontrar o equilíbrio entre a necessidade de organizar muitas pessoas em pouco espaço e a necessidade de se criar espaços abertos", acrescenta.
"As pessoas precisam ter acesso a salas de cinema, encontrar-se com amigos e passear nas margens dos rios. Hoje esses aspectos são, muitas vezes, ignorados quando novas cidades são planejadas na China ou na Indonésia. Os arquitetos se preocupam com as proporções e as formas, e os urbanistas, com a eficiência do transporte público. Mas muitas vezes não temos ideia do que isso faz com as pessoas."
Autora: Lydia Heller (mas)
Revisão: Marcio Damasceno

DW.DE

Fusão entre Penguin e Random House cria maior grupo editorial do planeta

Fusão entre Penguin e Random House cria maior grupo editorial do planeta

Editoras dos grupos britânico Pearson e alemão Bertelsmann anunciaram joint venture com objetivo de dividir custos e se adaptar às rápidas mudanças no mercado livreiro.

O grupo editorial britânico Pearson firmou acordo para unir sua divisão de livros Penguin com a rival Random House, que pertence à Bertelsmann, gigante alemã do setor editorial.
A Bertelsmann será dona de 53% da recém criada joint venture, a Pearson ficará com os restantes 47%. A união dará origem ao maior grupo editorial do mundo, a Penguin Random House, que terá em seu catálogo autores como Ken Follet, EL James e o vencedor do Prêmio Nobel de Literatura 2012, Mo Yan.
"A fusão reúne duas líderes mundiais no mercado editorial em língua inglesa com habilidades altamente complementares. Random House é a líder do mercado nos Estados Unidos e Reino Unido, enquanto a Penguin é a marca mais famosa no mundo editorial", declarou o comunicado das empresas.
Mercados emergentes
A fusão foi confirmada um dia depois de Rupert Murdoch, presidente do grupo de comunicação News Corp, ter dito em entrevista ao jornal inglês Sunday Time que a empresa poderia fazer uma oferta direta pela Penguin.
Penguin entou no mercado brasileiro por meio de parceria com a Companhia das Letras
Além de sua forte marca no mercado editorial, a Penguin tem presença em mercados de rápido crescimento em desenvolvimento como Índia, China e Brasil, onde se tornou a primeira editora de língua inglesa a publicar clássicos em português ao entrar no mercado em 2010, por meio de uma parceria com a Companhia das Letras.
A Bertelsmann é a maior multinacional de mídia da Europa e uma das cinco maiores do mundo. Em 2012, a Random House teve um sucesso especular com a trilogia Cinquenta Tons de Cinza, de EL James, que só nos países de língua inglesa vendeu mais de 30 milhões de cópias – metade das quais em versão digital.
A multinacional alemã nomeará cinco diretores para o conselho da Penguin Random House; a Pearson será responsável por quatro.
"Nossa nova companhia reunirá a experiência de duas das mais bem sucedidas e sólidas editoras comerciais. Essa fusão vai criar uma casa editorial que dará aos funcionários, autores, agentes e comerciantes de livros acesso a recursos sem precedentes," disse o novo diretor executivo da Penguin Random House, Markus Dohle.
Fusão ajudará a ambos os grupos a reagirem ao rápido avanço no mercado de eBooks
Mudanças no mercado
Os grupos informaram que o empreendimento em conjunto ajudará ambos a se adaptarem às rápidas mudanças no mercado livreiro, que vem passando por transformações devido ao avanço dos livros digitais (eBooks) e à pressão de pontos de venda populares, como supermercados, pela redução nos preços.
"Juntos, os grupos poderão dividir grande parte dos custos, investir mais em autores, leitores e ser mais ousados em testar novos formatos neste universo de rápida evolução dos livros e leitores digitais," disse a diretora executiva da Pearson, Marjorie Scardino.
Ambos os grupos tiveram que investir no lançamento de livros digitais. A Random House declarou que expandiu seu programa digital para quase 42 mil títulos, aumentando substancialmente sua oferta de publicação digital. A receita da Penguin no mercado digital subiu 33% no primeiro semestre, contribuindo com quase 20% de seu faturamento.
MAS/afp/dpa/rtr
Revisão: Francis França

DW.DE

Manhattan



























"El frente de este edificio se cayó en el sector Chelsea de Manhattan hace apenas unos minutos."
-Emma Muñoz Rodríguez
Corresponsal de RICO PUERTO RICO desde Manhattan, Nueva York, Nueva York

Ground Zero, donde se construye el World Trade Center


ULTIMA HORA:Impresionante foto! Ground Zero, donde se construye el World Trade Center, se está inundando.

segunda-feira, 29 de outubro de 2012

PONCE NOTICIAS DE ULTIMA HORA

 ULTIMA HORA:Tiburón en las calles de Brigantine, New Jersey
ULTIMA HORA:Tiburón en las calles de Brigantine, New Jersey

La Estacion del Tren en New Yersey

ULTIMA HORA:La Estacion del Tren en New Yersey ya Inundandose
Estación de Trenes en NY

New Yersey Atlantic City

ULTIMA HORA:New Yersey Atlantic City
Atlantic City NJ boardwalk

Supertormenta Sandy deja destrucción a su paso


29 de octubre de 2012
7:20 p.m.

Supertormenta Sandy deja destrucción a su paso

Sigue la cobertura continua del peligroso fenómeno. En vivo y fotos

sandy
El fenómeno tiene vientos máximos sostenidos de 140 kilómetros(AFP)
Por Servicios combinados

El huracán Sandy ya no es un fenómeno tropical, sino un peligroso sistema postropical que azota con furia Nueva Jersey y Delaware.
El Centro Nacional de Huracanes informó esta noche que la supertormenta Sandy había perdido un poco de fuerza al entrar a tierra, como se esperaba, y sus vientos sostenidos se redujeron de 90 mph a 85 mph.
La marejada ciclónica ha superado los 12 pies en Kings Point, Nueva Jersey.

Además de ser un fenómeno híbrido, su tamaño es inmenso, por lo que azotará por varios días no solo los estados del noreste sino también los del medio Atlántico. Por su extensión, es inmaterial por dónde pase el ojo del huracán, advierten las autoridades.
Sandy está dejando destrozos a propiedades, copiosa lluvia, vientos intensos, árboles caídos, inundaciones urbanas y costeras, fuertes marejadas y más un 1.5 millones de personas sin electricidad a su paso por Carolina del Norte, Virginia, Nueva Jersey, Nueva York, Maryland, Pensilvania, Delaware y Washington D.C.
Cerca de 50 millones de personas – incluidos alrededor de dos millones de puertorriqueños – están en el paso del fenómeno.
FONTE

Sandy causa gran alarma y todavía no ha hecho impacto

Sandy causa gran alarma y todavía no ha hecho impacto
Última actualización: Lunes, 29 de octubre de 2012
Sandy
El huracán Sandy se combinará con otro sistema frío del occidente para convertirse en una "megatormenta".
Frankentormenta, la megatormenta, tormenta súper épica, la tormenta perfecta, son algunos de los calificativos que los diversos medios le están dando a Sandy, el huracán que acaricia peligrosamente la costa este de Estados Unidos a medida que se desplaza hacia el norte y que se prevé hará impacto entre Washington DC y el estado de Nueva York.
Las autoridades y los servicios de emergencia empezaron a emitir sus alertas y comunicados desde el viernes, advirtiendo a los residentes que cancelen todas sus actividades programadas durante la siguiente semana y que se preparen para la peor tormenta en casi 30 años.
El presidente Barack Obama y su rival republicano en las elecciones presidenciales, Mitt Romney, han puesto el ejemplo alterando los planes de campaña que tenían programados con eventos en las regiones que podrían quedar afectadas por las inundaciones, vientos y hasta nieve.
clic Vea abajo la proyección del recorrido de Sandy >>

Estado de emergencia

Estantería vacías en Nueva York
Muchas estanterías en los supermercados estaban vacías desde el sábado.
Nueve estados, desde Carolina del Norte hasta Connecticut, declararon estado de emergencia. Nueva York y Nueva Jersey han ordenado evacuaciones forzadas. Los sistemas de transporte público están clausurados desde el domingo en la tarde.
Oficinas privadas y públicas estarán cerradas, las clases en escuelas y universidades se cancelaron, los almacenes y tiendas tienen más clientela que de costumbre con consumidores comprando lo que nunca antes se les ocurría: galones de agua, decenas de enlatados y baterías.
Los meteorólogos advierten que Sandy se verá atraída hacia la costa y tierra adentro por un sistema frío que se acerca desde el occidente creando un fenómeno que han denominado Frankentormenta que, además de la lluvia y los vientos, producirá nieve.
Según los pronósticos, Washington DC no sufrirá el impacto directo del ojo del huracán y la subida repentina de la marea -eso está reservado para Maryland, Nueva Jersey y Nueva York- pero se prevé que sufrirá los torrenciales aguaceros y las intensas ráfagas de una tormenta que tiene un diámetro de más de 1.500 kilómetros.
Se pronostica que más de un metro de lluvia se precipitará sobre la región metropolitana de la capital en 48 horas. Sin embargo, la verdadera tormenta no empezará a sentirse hasta el lunes en la tarde.
Aunque el tiempo afuera está en relativa calma, hay tensión interna en la población.

Tensión interna

Marathon en Washington
En Washington se corrió el maratón de los Marines, como si todo siguiera normal.
Han sido unos días de callada desesperación. A pesar de los anuncios por televisión y radio de una catastrófica tormenta, durante el fin de semana casi ni se ha sentido el viento y una pequeña llovizna apenas empezó a caer el domingo por la noche.
Uno de los problemas de haber pasado por este tipo de situación -durante mis años viviendo en Miami y después en Washington cuando impactó la tormenta Irene en 2011- es saber cómo reaccionar. Algo entre la histeria y la indiferencia.
Tuve algo de la primera cuando no supe del paradero de mi hijo, un estudiante de universidad que reside en los dormitorios, y tuve unas horas de desesperación tratando de dar con él.
Cuando finalmente nos comunicamos, ya había alquilado con mucha dificultad un vehículo para ir a recogerlo y traerlo a mi apartamento, pero me dijo que estaba muy bien en su dormitorio y que la universidad ya había tomado todas las precauciones del caso.
De regreso para devolver el automóvil alquilado enfrenté embotellamientos de tránsito por la ciudad, posiblemente por el afán de la gente de resguardarse en sus casas, pero no. Era porque este domingo se corría una de las carreras estelares de la capital: el maratón de los infantes de Marina.
"Si ese evento siguió adelante, no es posible que las cosas sean tan graves", pensé. Entonces me entró el estado de indiferencia.
Me causó cierta gracia ver a algunos de mis vecinos entrando al edificio empujando carritos con cajas de botellas de agua apiladas una sobre la otra. Leí con descuido una circular detallada que la administración puso en los ascensores con todas las medidas de seguridad que estaban implementando.
El servicio de TV Cable e internet me envió una grabación de cortesía a mi teléfono indicándome cómo podía contactarlos en caso de sufrir un apagón o una caída del servicio.

Luna llena

Metro de Nueva York
El transporte público cerrará el lunes en Washington. En Nueva York se clausuró desde el domingo.
Se me ocurrió que, después de todo, sería práctico tener un poco de comida y bebida adicional en caso de que no pudiera salir de casa en los próximos días. Cuando fui al supermercado, en las estanterías quedaba poco.
De regreso a casa con unas cuantas latas de sopas que no son de mi gusto entré en la página del Servicio Meteorológico Nacional y empecé a caer un poco más en la cuenta de la magnitud de lo que se nos viene. Y, si se les cree a las autoridades, no hay duda de que vendrá.
Se esperan graves inundaciones y apagones, algo que se ve frecuentemente en Washington con aguaceros y vientos de menor calibre. La tormenta será peligrosa y afectará toda la región, no importa dónde se encuentre su ojo.
Sin duda habrá interrupción de todos los quehaceres diarios y la recomendación es que nos refugiemos lo mejor que podamos. El pronóstico es que el lunes en la tarde se empezarán a sentir los vientos huracanados y no se sugiere que haya gente en la calle para entonces por el peligro de que caigan árboles y ramas.
Las autoridades ya anunciaron que todo el transporte público estará cerrado desde el lunes.
El huracán coincide con la época de Halloween, la Noche de las Brujas. Se habla de una Luna llena, que no tiene nada que ver con superstición, sino el efecto gravitacional del satélite sobre la marea.
No obstante, hasta cierto punto me siento como un niño entrando en una habitación oscura, sin saber qué hay adentro pero en mi cabeza imaginándome lo peor.
Perto de 650 mil empregos destruídos em cinco anos
08:49 - 29-10-2012Destruição de 647.700 empregos entre 2008 e 2013 (foto D.R.)
A economia portuguesa terá destruído perto de 650 mil empregos em cinco anos, de 2008 a 2013. Deste total, 428 mil foram destruídos desde que o País pediu resgate.
As estimativas são do Conselho Económico e Social (CES), que revelou o projeto de parecer sobre o Orçamento do Estado para o próximo ano, concluindo que Portugal é dos países que mais reduz o emprego e onde a taxa de desemprego mais tem disparado.
O CES prevê que no final do terceiro ano do programa de ajustamento o País tenha menos 428 mil empregos do que no início do programa: -4,3 por cento em 2012 e -1,7 por cento em 2013.
Numa estimativa baseada no nível de emprego de 2008 – que era de 5,2 milhões – o CES aponta para uma perda de 647.700 empregos em 2013.

Satélite do período soviético vai cair na Terra em dezembro

Satélite do período soviético vai cair na Terra em dezembro

Mídia russa mostra bom humor e comenta que engenho se precipitará às vésperas do “fim do mundo” previsto pelos maias

O satélite Kosmos-1484, lançado pela então União Soviética há cerca de 30 anos, poderá cair sobre a Terra. Segundo as previsões dos especialistas, o aparelho deverá entrar nas camadas densas da atmosfera em torno de 19 de dezembro, pouco antes – lembra a mídia russa – do “fim do mundo” que teria sido previsto pela antiga civilização maia.
Segundo o perito americano Philip Clark, em outubro de 1993 a bateria do satélite explodiu. Os militares dos Estados Unidos, então, rastrearam 48 estilhaços que já entraram na atmosfera e que, devido às suas reduzidas dimensões, não provocaram danos sérios ao cair sobre nosso planeta. No entanto, ainda restam muitos detritos do engenho de 2,5 toneladas que irá cair em dezembro.


Trinta anos após ser posto em órbita, Kosmos-1484 vai cair
FONTE

Neve e ventos fortes deixam 50 mil casas sem energia na França

Neve e ventos fortes deixam 50 mil casas sem energia na França
Navio que teve dois compartimentos inundados após se chocar contra o deck, no porto de Marselha.
Navio que teve dois compartimentos inundados após se chocar contra o deck, no porto de Marselha.
REUTERS/Jean-Paul Pelissier

Neve e fortes rajadas de vento deixaram milhares de pessoas sem energia elétrica neste domingo nas regiões sul e dos alpes franceses e provocou o desaparecimento de uma criança britânica de 12 anos e de um praticante de windsurf.


Mais de 50 mil casas estão sem eletricidade, de acordo com o último relatório da empresa responsável pelo fornecimento de energia elétrica na França. Nas regiões montanhosas de Savoie, Haute-Savoie e Isère, a neve se acumulou em galhos de árvores que acabaram cedendo e atingindo fios da rede elétrica.
Além da neve, fortes rajadas de vento atingiram outras regiões no sul da França e deixaram milhares de casas sem energia. Os ventos chegaram até 130 quilômetros por hora, de acordo com um porta-voz da empresa distribuidora de energia. As condições meteorológicas dificultam o trabalho dos funcionários para reestabelecer as linhas de transmissão de energia.
O mau tempo também afeta o tráfego de veículos no primeiro final de semana das férias escolares da Semana Santa no país. Dezenas de motoristas ficaram bloqueados por causa da neve que atingiu até 50 centímetros em algumas regiões.
Uma criança britânica de 12 anos que saiu de bicicleta no sábado para passear pela ilha de Porquerolles no sudeste da França, está desaparecida. Ventos fortes foram registrados no local e apenas a bicicleta foi encontrada até o momento.
No sul da França, um praticante de windsurf, de 26 anos, desapareceu no mar neste sábado. E em Marselha, ventos fortes romperam as amarras de um navio sem passageiros atracado no porto da cidade. Durant a noite, a embarcação se chocou contra o deck e teve dois compartimentos inundados.
FONTE

Violência entre budistas e muçulmanos deixaram 26 mil desalojados

Violência entre budistas e muçulmanos deixaram 26 mil desalojados, diz ONU
Onda de volência no oeste de Minamar já deixou mais de 26 mil desalojados.
Onda de volência no oeste de Minamar já deixou mais de 26 mil desalojados.
REUTERS/Soe Zeya Tun

Nova onda de violência entre budistas e muçulmanos no oeste de Mianmar, a ex-Birmânia, provocou a retirada de pelo menos 26 mil pessoas de suas casas, de acordo com a ONU. As Nações Unidas estão preocupadas com os recursos necessários para ajudar os desalojados de uma região já dependente de ajuda humanitária devido aos deslocamentos de seus habitantes.


Depois de várias semanas de calma no estado de Rakhine, a violência explodiu na última semana entre os budistas da etnia Rohingyas e uma minoria muçulmana apátrida, considerada pela ONU como uma das populações mais perseguidas do planeta.
Os confrontos deixaram pelo menos 80 mortos, segundo um responsável do governo. De acordo com fontes oficiais, mais de 22.500 pessoas já tiveram que abandonar suas casas devido aos novos confrontos e 4.655 casas foram destruídas.
A maioria dos moradores desalojados são muçulmanos e eles continuam nas proximidades de seus vilarejos destruídos. Alguns milhares chegaram na capital regional, Sittwe, de barco o que aumentou para 26 mil o número de deslocados, segundo informou neste domingo o Alto Comissariado da ONU para os refugiados.
Mais de 75 mil pessoas já haviam sido desalojadas no oeste de Mianmar na primeira onda de violências intracomunitárias de junho, e elas continuam vivendo em situação precária nos arredores de Sittwe, em campos onde faltam mantimentos e cuidados básicos.
As autoridades de Mianmar anunciaram ter começado a encaminhar tendas e alimentos e justificaram a demora da reação porque a nova onda de violência acontece em um local não esperado. A polícia e o exército atuam para evitar novos confrontos entre muçulmanos e budistas, de acordo com fontes policiais.
FONTE

domingo, 28 de outubro de 2012

Professora é demitida após divulgar fotos de escola alagada em Imperatriz

27/10/2012 15h15- Atualizado em 27/10/2012 15h15

Professora é demitida após divulgar fotos de escola alagada em Imperatriz

Imagens mostram alunos realizando prova segurando guarda-chuvas.
Secretário municipal disse que professora procedeu de forma errada.

Fernanda LibérioDo G1 MA

Chão de sala de aula ficou alagado após chuva (Foto: Uiliene Santa Rosa)Chão da sala de aula ficou alagado após chuva
(Foto: Uiliene Araújo/Arquivo Pessoal)
A divulgação em redes sociais de fotos que mostram alunos fazendo prova embaixo de guarda-chuvas causou a demissão de uma professora do ensino municipal de Imperatriz (MA). As imagens causaram impacto e o caso ganhou repercussão na cidade. O secretário municipal de Educação, Zeziel Ribeiro da Silva, disse que a medida foi tomada porque a professora procedeu de forma errada. A reportagem foi sugerida por um internauta através do VC no G1.
Uiliene Araújo Santa Rosa, de 24 anos, foi afastada e teve seu contrato com a Prefeitura Municipal de Imperatriz encerrado nesta sexta-feira (26), após a publicação das fotos que mostravam uma sala de aula do Colégio Municipalizado Guilherme Dourado. Nas imagens é possível ver os alunos se protegendo com guarda-chuvas, além do chão da sala de aula alagado e buracos no telhado da instituição. De acordo com a professora, a intenção ao publicar as imagens era chamar a atenção para os problemas da rede municipal. “Não identifiquei o nome do colégio ou de qualquer funcionário da instituição, mas publiquei as fotos em meu perfil pessoal, pois acredito que não se deve ficar de braços cruzados diante de uma situação assim”, falou ao G1.
Acredito na liberdade de expressão e em formar alunos com uma visão crítica, que não se conformem com as coisas do jeito que elas estão.
Uiliene Araújo
Após a publicação das fotos, Uiliene conta que percebeu que os colegas a tratavam de forma diferente. “Quando voltamos do feriado, percebi que os funcionários me olhavam de uma forma diferente e já não falavam comigo. Era por causa das fotos. Então começaram a boicotar minhas aulas. Não liberavam data-show ou televisão para que eu trouxesse material para os meus alunos, coisa que faziam para os outros professores”, afirmou ela.
Na mesma semana em que as imagens foram divulgadas, a professora conta que a Secretaria de Educação providenciou reparos imediatos no telhado da escola. No dia 25 deste mês, no entanto, Uiliene foi afastada de seu cargo na unidade Guilherme Dourado e na sexta-feira (26), a professora recebeu um comunicado que anunciava o encerramento de seu contrato com a Prefeitura Municipal de Imperatriz por atos de conduta incabível.
“Fui punida pela publicação das fotos e isso não é justo. É o tipo de coisa que acontecia na época da ditadura, mas estamos em uma democracia, não é? Ela [a diretora] não está agindo como uma gestora. Está tratando a escola como propriedade privada, mas a escola é de propriedade pública, é do município. Acredito na liberdade de expressão e em formar alunos com uma visão crítica, que não se conformem com as coisas do jeito que elas estão. Cresci vendo meu pai e meus professores reivindicando os direitos de educação e aprendi a dar valor a ela, então não poderia ficar de braços cruzados frente a essa situação”, relatou a professora.
Após chuva, sala de aula das escola municipal Guilherme Dourado ficou alagada e alunos tiveram que se proteger com guarda-chuvas (Foto: Uiliene Santa Rosa)Após chuva, sala de aula do Colégio Municipalizado Guilherme Dourado ficou alagada e alunos tiveram que se proteger com guarda-chuvas (Foto: Uiliene Araújo/Arquivo Pessoal)
Uiliene, que se formou no ano passado, começará a dar aulas no ensino superior, mas não pretende abandonar a luta pela valorização da educação fundamental. “Passarei a dar aula para o ensino superior, mas já dei aulas em várias escolas municipais desde a época da faculdade e sei o estado delas. Tenho um filho pequeno e fico pensando, será em um colégio como esse que ele terá que estudar?”, pergunta a jovem.
RepercussãoPublicadas em seu perfil pessoal no Facebook, as quatro fotos que mostram o estado da sala de aula do Colégio Municipalizado Guilherme Dourado já contam com quase 200 compartilhamentos e diversos comentários em apoio à professora e indignação diante da estrutura e atitude da unidade.
Em contato com o G1, o secretário municipal de Educação, Zeziel Ribeiro da Silva, confirmou a demissão da professora. De acordo com ele, Uiliene Araújo Santa Rosa é seletivada e seu contrato foi rescindido após a postagem da situação da escola nas redes sociais. O secretário afirmou que o episódio foi isolado e que a escola, que fica no parque São José, um bairro da periferia de Imperatriz, tem um dos melhores prédios entre as municipalizadas da cidade.
Ainda segundo o secretário, uma ventania ocorrida logo após a eleição destelhou a sala mostrada nas imagens e que no dia em que as fotos foram tiradas uma prova seria realizada, mas que a professora poderia ter evitado a situação. Zeziel alegou que em nenhum momento a professora procurou a direção da escola ou mesmo a Secretaria de Educação para denunciar o caso. Ele afirmou, ainda, que a demissão foi comunicada ao prefeito Sebastião Madeira, que autorizou o procedimento.
O secretário alegou que problemas internos não deveriam ser tratados em redes sociais e que a funcionária, efetivada há quatro meses, procedeu de forma errada. Ele afirma que não há perseguição contra a professora e que a medida administrativa também seria tomada em relação a outro funcionário que cometesse o erro.
Para ler mais notícias do Maranhão, clique em g1.globo.com/ma. Siga também o G1 Maranhão no Twitter e por RSS.

► HURACAN ‘SANDY’ SE ACERCA AL AREA DE NUEVA YORK Y NUEVA JERSEY

► HURACAN ‘SANDY’ SE ACERCA AL AREA DE NUEVA YORK Y NUEVA JERSEY

Las autoridades de Estados Unidos temen que Sandy choque el martes con un frente frío proveniente del noroeste del país que podría causar, según expertos, lluvias y vientos huracanados sumados a tempestades de nieve que tienen en alerta a Carolina del Norte, Virginia, Nueva Jersey y Vermont, las zonas que en agosto de 2011 fueron golpeadas por el huracán Irene.


Sandy dejó 11 muertos en Cuba, 26 en Haití, dos en República Dominicana y uno en Jamaica, además de dañar miles de casas, anegar cultivos y derribar árboles por sus copiosas lluvias y vientos máximos de 165 km/h cuando pasó por esas islas del Caribe como un ciclón de categoría dos. Nueva Jersey ya declaró estado de emergencia ante la proximidad de Sandy.
El huracán Sandy empezó a hacer sentir sus vientos en la costa este de Estados Unidos, donde se preparan frenéticamente hasta en Nueva York ante lo que se presume será una megatormenta, luego de que el ciclón dejara 59 muertos en el Caribe en los últimos días.
Sandy, que se había debilitado a tormenta tropical la madrugada del sábado, incrementó sus vientos máximos sostenidos de 120 km/h para devenir huracán categoría uno en la escala de cinco niveles Saffir-Simpson, indicó el Centro Nacional de Huracanes (CNH), con sede en Miami, que prevé pocos cambios en su intensidad durante los próximos días.
En su boletín de las 22H00 GMT, el CNH emitió “vigilancias y avisos de fuertes vientos” para los estados del Atlántico medio y la parte sur de Nueva Inglaterra, en tanto indicó que “se espera una marejada ciclónica significativa”.
“El centro de Sandy continuará moviendose paralelo a la costa sureste de los Estados Unidos durante el fin de semana y se acercará a la costa del Atlántico medio tarde el lunes”, señaló el CNH, que indica que el ciclón, que se encontraba 540 km al este-sureste de Charleston, Carolina del Sur, se desplaza rumbo noreste a 20 km/h con vientos máximos sostenidos de 120 km/h con ráfagas más fuertes.
Sandy ha sido uno de los huracanes más mortíferos de esta temporada tras pasar por Cuba, Haití, República Dominicana, Jamaica y Bahamas dejando un saldo de 59 muertos, decenas de miles de evacuados y cuantiosos daños materiales.
Haití registra el mayor número de muertes, 44, según el nuevo balance de la Protección Civil, mientras siguen las lluvias en el Caribe a raíz de este fenómeno que en Cuba golpeó especialmente duro a Santiago de Cuba, la segunda provincia más poblada del país, donde Defensa Civil estimó en forma preliminar en 88 millones de dólares las pérdidas ocasionadas por sandy.
El gobierno venezolano enviará 53.000 toneladas de alimentos e insumos a Cuba y Haití para paliar el desastre, informó la agencia estatal de noticias AVN.
El sur de Florida sintió los coletazos del ciclón el jueves y viernes, con lluvias intensas y ráfagas de viento que este sábado parecían dar tregua.
Las autoridades de Estados Unidos temen que Sandy choque el martes con un frente frío proveniente del noroeste del país que podría causar, según expertos, lluvias y vientos huracanados sumados a tempestades de nieve que tienen en alerta a Carolina del Norte, Virginia, Nueva Jersey y Vermont, las zonas que en agosto de 2011 fueron golpeadas por el huracán Irene.
Irene dejó el año pasado 47 muertos y pérdidas por 10.000 millones de dólares en el este de Estados Unidos.
En Nueva York, Virginia y Carolina del Norte las autoridades declararon el estado de emergencia en zonas costeras que podrían resultar vulnerables al atípico fenómeno climatológico.
Las autoridades de Nueva York estaban listas para enfrentar los efectos de Sandy desde el domingo en la noche, aunque no han ordenado evacuaciones como ocurrió con Irene.
“La tormenta va a empezar a hacerse sentir tarde el domingo y hacia la madrugada del lunes. Es una tormenta peligrosa, pero creo que vamos a estar bien”, dijo el alcalde de Nueva York, Michael Bloomberg.
El fenómeno golpeará en la que será la última semana de la campaña electoral para la elección presidencial del 6 de noviembre.
En Estados Unidos el voto no es obligatorio y hay varios estados con electores indecisos por lo cual los candidatos, el presidente Barack Obama y su rival republicano Mitt Romney, tenían previstos varios actos de campaña para los próximos días en ciudades que ahora figuran en la trayectoria del ciclón.
Romney canceló todas sus apariciones planeadas para el domingo en Virginia y viajó a otro estado clave, Ohio (norte), donde se reunirá con su compañero de fórmula Paul Ryan.
La temida tempestad ha sido bautizada por algunos meteorólogos y la prensa como “Frankenstorm” por la cercanía del ciclón con la celebración de Halloween el miércoles que viene.
“En comparación con Irene, esperamos un impacto mucho más amplio. Lo mismo con el viento”, dijo el viernes James Franklin, jefe del CNH.
Durante la actual temporada de huracanes, que empezó el 1 de junio y termina el 30 de noviembre, se han formado 18 tormentas tropicales y de ellas diez han llegado a ser huracanes: “chris”, “ernesto”, “gordon”, “isaac”, “kirk”, “leslie”, “michael”, “nadine”, “rafael” y “sandy”.
El huracán Sandy empezó a hacer sentir sus vientos en la costa este de Estados Unidos, donde se preparan frenéticamente hasta en Nueva York ante lo que se presume será una megatormenta, luego de que el ciclón dejara 59 muertos en el Caribe en los últimos días.
Sandy se debilitó de huracán a tormenta tropical temprano este sábado mientras se dirigía hacia la costa este de Estados Unidos, con vientos sostenidos de 110 km/h, después de haber dejado 44 muertos en Cuba, Haití, República Dominicana, Jamaica y Bahamas, informaron las autoridades meteorológicas.
Sandy dejó 11 muertos en Cuba, 26 en Haití, dos en República Dominicana y uno en Jamaica, además de dañar miles de casas, anegar cultivos y derribar árboles por sus copiosas lluvias y vientos máximos de 165 km/h cuando pasó por esas islas del Caribe como un ciclón de categoría dos.

► EMERGENCIA EN NUEVA JERSEY


El gobernador Chris Christie y la vicegobernadora Kim Guadagno se reunieron con la Oficina de Manejo de Emergencia, miembros de su gabinete y otro personal en preparación al paso del Huracán Sandy.
Trenton, NJ – Previniendo las condiciones climáticas severas, vientos fuertes, lluvia, una fuerte corriente costera, las inundaciones de los ríos, y el potencial de la tormenta que amenaza la salud pública y la seguridad, el gobernador Chris Christie declaró en estado de emergencia en todo el Estado de New Jersey como resultado de las difíciles condiciones climáticas por la llegada del Huracán Sandy. Además de tomar medidas apremiantes para movilizar las dependencias del gobierno en la preparación para la tormenta, el gobernador Christie instó a los habitantes de New Jersey que estén muy atentos e informados de las condiciones de la tormenta, su efecto en las comunidades y los preparativos preventivos para sus familiares.
“A medida que observamos una mayor posibilidad de ver al Huracán Sandy que pueda tocar tierra en New Jersey, deseo pedir a todos los habitantes de New Jersey tomar todas las precauciones posibles y razonables, y prepararse para el impacto potencial de la tormenta. Eso significa tener un plan de emergencia para su familiares y otros seres queridos que pueden requerir asistencia y evitar riesgos innecesarios por el severo temporal, debiendo permanecer fuera de las carreteras “, explicó el gobernador Christie.
“A nivel estatal, estamos tomando medidas inmediatas para estar preparados por para el impacto que puede causar el paso de la tormenta y asegurar que los gobiernos estatales, locales y del condado tengan las herramientas necesarias para administrar y responder en forma coordinada. El gobierno en todos los niveles está dispuesto a responder de manera muy eficaz frente a las condiciones en el mismo terreno, activando los planes operativos de emergencia, y asegurando contar con los recursos necesarios para asistir y proteger a los habitantes durante esta tormenta”, puntualizó el gobernador Christie.
La Declaración de la Orden Ejecutiva del gobernador, activa los elementos del Plan de Operaciones de Emergencia del Estado, la ampliación de los poderes de la Policía Estatal de New Jersey, incluyendo el control del tráfico, la limitación de acceso y salida de las zonas afectadas y la manifestación de las órdenes de evacuación en caso necesario.
Conforme a lo dispuesto por la declaración, la Oficina de Manejo de Emergencias de New Jersey estará autorizada para movilizar y desplegar los recursos de manera inmediata para responder a las condiciones de la tormenta, incluidos los recursos de la Policía Estatal de New Jersey, el Departamento de Asuntos Militares y de Veteranos de New Jersey , el Departamento de Protección Ambiental de New Jersey y el Departamento de Transportes, en coordinación con los gobiernos del condado y los municipios en el manejo de emergencias en las zonas afectadas en todo el Estado.

► ESPECIAL CUIDADO CON LOS ANCIANOS

Trenton, NJ – la Comisionada del Departamento de Servicios Humanos de New Jersey Jennifer Vélez recomendó a la población de ancianos y las personas con discapacidad y sus familiares completar sus planes de preparación de emergencia antes que el Huracán Sandy pueda tocar la superficie de New Jersey el día lunes.
“Como muchos de nosotros aprendimos durante la tormenta tropical Irene, el clima severo puede causar problemas serios a las personas ancianas y discapacitadas que dependen de la asistencia del cuidado personal, los trabajadores de salud o de los cuidados vitales generadores de los servicios vitales”, dijo la comisionado Vélez. “Es fundamental contar con un plan de emergencia en el lugar con alternativas de atención, opciones de apoyo, estrategias de evacuación e información de contacto de emergencia”, explicó Vélez.
Hay una gran variedad de recursos disponibles para las personas interesadas en efectuar los arreglos para este tipo de situaciones de crisis. La pagina web federal http://www.ready.gov/plan-for-your-risks l y el Consejo Estatal en Discapacidades del Desarrollo han publicado un folleto de preparación para emergencias titulado “Prepárese para una emergencia” que detalla los pasos necesarios para crear un plan.
“Es importante ponerse en contacto con su médicos para coordinar la programación y la disponibilidad de tratamientos médicos como la quimioterapia o diálisis”, agregó Vélez. “Si la persona es evacuada, debe informar inmediatamente al personal de emergencia acerca de sus necesidades especiales y recuerde llevar sus recetas o cualquier otro dispositivos de asistencia, tales como audífonos, anteojos, suministros o equipos médicos. “Queremos que todos estén seguras como sea posible durante la tormenta”, recomendó la Comisionada Vélez.
Se recomienda que los equipos de emergencia tengan lo siguiente:
· Los números de contacto de emergencia
· Agua
· Mantas
· Linternas
· Pilas
· Radio
· Dinero en efectivo o cheques de viajero
· Fósforos / encendedores
· Lista de medicamentos con receta
· Abrelatas / cuchillo de utilidad
· Alimentos no perecederos
Las personas con necesidad de evacuación deben llamar a su Oficina de Manejo de Emergencias del Condado, ubicado en las páginas azules de la guía amarilla o Agencias de Recursos del Condado para Personas Mayores y con Discapacidad llamando al 877-222-3737. Solo puede llamar al 911 en caso de una emergencia médica.

► SE SUSPENDE PAGO DE PEAJE EN GARDEN STATE PARKWAY

Trenton, NJ – La Administración Christie anunció hoy que los pagos de peajes se suspenderán en el Garden State Parkway en dirección norte Atlantic City Expressway en dirección oeste partir de las 6 de la mañana del domingo, con el fin de facilitar los viajes de los habitantes y visitantes que salen de las zonas costeras de New Jersey antes de la llegada del Huracán Sandy.
Los pagos de peajes serán suspendidos hasta nuevo aviso en el Garden State Parkway en dirección norte desde Cape May hasta el puente Driscoll y en toda la longitud de la autopista en dirección oeste del Atlantic City Expressway.
Para obtener información actualizada en tiempo real de las condiciones en viajar en New Jersey durante la tormenta, se les recomienda a los automovilistas llamar al 511 desde un teléfono móvil con las manos libres o visitar: http://www.511nj.org> www.511nj.org
FUENTE

Havaí sofre tsunami após terremoto no Canadá

Havaí sofre tsunami após terremoto no Canadá
Atualizado em 28 de outubro, 2012 - 07:34 (Brasília) 09:34 GMT
Um tsunami desencadeado por um terremoto de 7.7 de magnitude a milhares de quilômetros de distância, no Canadá, atingiu as ilhas que formam o Estado americano do Havaí.
Mas por enquanto não há relatos de danos sofridos.
No sábado de noite, foram ouvidas sirenes de emergência nas ilhas havaianas para advertir os moradores sobre os perigos à vista.
Previsões davam conta de que o Estado situado no Oceano Pacífico seria atingido por ondas de até dois metros.
O terremoto atingiu a cidade de Prince Rupert, na costa oeste do Canadá. E inicialmente, o Centro de Avisos do Tsunami para o Pacífico estimou que os efeitos do tremor fossem ser sentidos além da região do sismo.
Mas depois divulgou um alerta dizendo que um tsunami foi gerado em decorrência do tremor no Canadá e que isso poderá causar estragos ao longo da região costeira de todas as ilhas do Estado do Havaí, que é formado por centenas de ilhas.
FONTE

sábado, 27 de outubro de 2012

Brasileira de 61 anos dá à luz casal de gémeos

Insólito

Brasileira de 61 anos dá à luz casal de gémeos

por Graciosa SilvaHoje
A mulher no hospital, acompanhada do marido.
A mulher no hospital, acompanhada do marido. Fotografia © DR

Uma mulher brasileira, atualmente com 61 anos, passou as duas últimas décadas a tentar engravidar. Conseguiu através de inseminação artificial e foi mãe de gémeos na passada terça-feira.

Antonia Leticia Rovati Asti diz a um jornal local do Brasil que "nunca pensou em desistir". A mulher de 61 anos deu à luz no Hospital de São Lucas, em Santos, no litoral de São Paulo.
"Estou muito feliz. Realizei o meu sonho de ser mãe. Tenho de agradecer a Deus e ao meu médico. Lutei bastante, mas com a graça de Deus, consegui. Todos os que querem alcançar uma vitória precisam de lutar. Em nenhum momento pensei em desistir. Sempre quis ser mãe. Nós não tínhamos muitas condições, mas economizamos muito para poder realizar o nosso sonho", contou a brasileira.
Apesar da idade avançada, Antónia diz que se sente bem de saúde e que está apta para cuidar dos dois bebés: "Estou ótima. Tenho muita disposição para tratar deles. Não me considero com 61 anos, acho que a minha data de nascimento está errada", brinca.
José César Asti, pai das crianças, apoiou a esposa desde o início e em todas as etapas do tratamento. O marceneiro escolheu o nome de Roberto para o menino, enquanto a mãe decidiu chamar Sofia à menina. O pai conta que se emocionou bastante quando viu os seus filhos pela primeira vez: "A emoção é muito forte."
De acordo com Marco António Antun, diretor clínico do hospital, apesar da gravidez de risco, os bebés estão bem: "A mãe foi atendida em boas condições e está bem, apesar de o risco muito grande que a gestação em idade avançada pode trazer. Os bebés também estão bem. Apesar de a mãe já ter tido alta eles ficarão no hospital até atingirem o peso ideal".
Sofia e Roberto nasceram às 22:30 do dia 23 de Outubro, de cesariana e pesando apenas 900 gramas cada um. Na data do nascimento os bebés tinham apenas 31 semanas de gestação (menos de oito meses) já que o parto teve de ser adiantado devido a um problema de hipertensão na mãe.
FONTE

Huracán Sandy

Huracán Sandy se aleja de Florida y se acerca a Carolina del Norte
huracán Sandy en el Caribe
El paso del huracán Sandy en el Caribe.
El huracán Sandy se está alejando lentamente de las Bahamas y la costa este del estado estadounidense de Florida, según el más reciente aviso público del Centro Nacional de Huracanes, con sede en la ciudad de Miami.
Los vientos y lluvias de Sandy empiezan a notarse ahora en el estado de Carolina del Norte.
"En la trayectoria pronosticada, el centro de Sandy continuará alejándose del noroeste de las Bahamas y se moverá paralelo a la costa sureste de los Estados Unidos durante el fin de semana", informa el centro.
Pendientes de la trayectoria de Sandy, algunos meteorólogos han hablado de un fenómeno que llamaron la "Frankentormenta" (Frankenstorm), o la fusión de tres grandes sistemas meteorológicos que puede golpear la costa estadounidense alrededor de Halloween: el huracán Sandy, una tormenta invernal que cruza EE.UU. y un frente frío que llega de Canadá.
El huracán Sandy golpeó con fuerza a Haití y Cuba, donde dejó más de una treintena de muertos en el Caribe.
FONTE

Lúpus: várias doenças em uma

Lúpus: várias doenças em uma
                                                                                      O lúpus é uma doença autoimune ocasionada por um desequilíbrio do sistema responsável por garantir o bom funcionamento do organismo, que passa a produzir anticorpos que atacam as proteínas presentes nos núcleos das células, erroneamente identificadas como prejudiciais à saúde. Os sintomas podem aparecer progressivamente ou evoluir de forma rápida e, por serem tão díspares e singulares, tornam o tratamento difícil. A recomendação dos reumatologistas é de que ele seja o mais particularizado possível.
 Apesar da complexidade e da variedade, a doença pode apresentar, inicialmente, sintomas como emagrecimento, lesões cutâneas, dor nas juntas, queda de cabelo, aftas, febre, perda de apetite e fraqueza. O rim também pode ser comprometido, desencadeando a insuficiência renal, a mais grave das consequências ocasionadas pelo lúpus.
“Hoje se acredita que o lúpus não seja uma doença, mas sim uma síndrome com várias formas de apresentação distintas. Cada paciente é um paciente diferente, tudo é individual”, destaca o Dr. Ari Stiel Radu Halpern, reumatologista do Einstein.
“A doença tende a afetar mulheres jovens evoluindo com períodos de piora (atividade de doença) e melhora (remissão). A causa ainda é desconhecida, dependendo de uma tendência genética associada a fatores desencadeadores não totalmente conhecidos”, ressalta o Dr. Ari. “Existem fatores precipitantes, como a exposição ao sol, infecções, estresse emocional, cirurgias e gravidez, mas os mecanismos desse funcionamento ainda não são claros”, completa Dr. José Goldenberg, reumatologista do Einstein.
No Brasil, não existem dados exatos, mas a Sociedade Brasileira de Reumatologia estima que 65 mil pessoas tenham lúpus, a maioria mulheres, já que elas são nove vezes mais atingidas do que os homens. Embora mais frequente em torno dos 20 ou 30 anos, a doença também pode acometer crianças e idosos.

Tipos de lúpus e complicações mais comuns

São dois os tipos de lúpus mais frequentes: o cutâneo e o sistêmico. O primeiro atinge a pele, sem comprometer os órgãos internos. O aparecimento de manchas avermelhadas principalmente na região do colo, orelhas e nas maçãs do rosto e no nariz – estas últimas no formato de asa de borboleta –, é uma manifestação cutânea característica da doença. Já o lúpus sistêmico costuma atingir, além da pele, diferentes órgãos, membranas e grandes articulações.
“Podemos dizer que mais de 95% dos pacientes têm inflamação nas juntas. As mãos são particularmente prejudicadas. A pessoa tem dores moderadas, mas raramente a condição é deformante”, afirma Dr. José.
Os quadros mais preocupantes da doença são os comprometimentos do coração, cérebro, rins e das plaquetas. Se não identificados ou tratados precocemente, podem levar à perda do rim ou até à morte.
O comprometimento neuropsiquiátrico é outro fator que merece atenção, embora seja menos frequente. O paciente pode desenvolver problemas cognitivos, delírios, fortes dores de cabeça, psicose, depressão, ansiedade e manias.

Diagnóstico e tratamento

Frente à variedade de sintomas, identificar o lúpus exige uma minuciosa avaliação clínica, assim como a realização de alguns exames de sangue, de urina e de imagem. “Não existe um exame laboratorial que, sozinho, permita fazer o diagnóstico da doença. Ele é sempre feito por meio de um conjunto de sinais, sintomas e alterações laboratoriais”, explica Dr. Ari.

De acordo com o Dr. José Goldenberg, estudar a função renal por meio de uma biópsia é mandatório. “O médico deve analisar a atividade da doença, se os órgãos foram atingidos e em quais níveis”, alerta. A dosagem do fator antinuclear (FAN) é uma importante ferramenta para um diagnóstico preciso.
A definição do tratamento vai depender das principais queixas do paciente e das manifestações clínicas da doença. O prognóstico melhorou muito nos últimos anos e hoje os medicamentos existentes são eficientes no controle da doença. Dependendo da gravidade do caso, quais órgãos foram acometidos e aspectos específicos de cada paciente, o tratamento pode variar em intensidade e tempo de duração. O mais comum é a utilização de anti-inflamatórios não hormonais, cortisona ou imunossupressores.
A proteção solar também é recomendada aos pacientes, já que o sol pode piorar alguns dos sintomas dermatológicos. É importante utilizar produtos que bloqueiem os raios ultravioletas tanto do tipo A quanto do tipo B. Além disso, é essencial manter as taxas de colesterol em níveis normais, elevar a dose de vitamina D e adotar uma nutrição balanceada. “Recomendo a todos os meus pacientes que deixem de fumar, façam exercício físico e não bebam. E as mulheres devem conversar com o médico antes de fazerem uso de pílula anticoncepcional”, indica Dr. José.
Por ser uma doença crônica, é essencial o acompanhamento regular, que deve ser definido de acordo com o nível de atividade e a evolução do lúpus. Segundo os reumatologistas, o ideal é que o intervalo das consultas não seja superior a quatro meses.

Você sabia?


  • Recém-nascidos também podem apresentar lúpus. A condição é rara e tende a se curar com o passar dos meses
  • A mulher com lúpus pode engravidar normalmente, mas deve estar com a doença sob controle há, pelo menos, seis meses
  • Não existem estudos que confirmem a relação entre o aparecimento do lúpus e o estresse, mas os médicos afirmam que não é raro que a doença dê seus primeiros sinais depois de períodos de grande tensão
  • O reumatologista é o médico especializado em diagnosticar e tratar o lúpus
  • Quem tem lúpus deve sempre ter a carteira de vacinação em dia, já que a imunização aumenta as defesas do corpo. As vacinas mais importantes são as contra a pneumonia pneumocócica e as contra o vírus da gripe.
    FONTE
  • quarta-feira, 24 de outubro de 2012

    Ecumenismo: "Não existe unidade espiritual fora da verdade"


    Ecumenismo: "Não existe unidade espiritual fora da verdade"
    24 de outubro de 2012
    http://3.bp.blogspot.com/-tNjz8l1Yomw/UIfTyZNbxXI/AAAAAAAAG1E/k5a4jrhBYfk/s1600/inclusivismo+%C3%A9+falsa+doutrina+e+confunde+as+igrejas+de+Cristo.jpg
    “Muitos pastores, em nome do amor, sacrificam a verdade e caem nessa teia perigosa do ecumenismo. Precisamos afirmar que não existe unidade espiritual fora da verdade, assim como luz e trevas não podem coexistir. Não podemos ser um com aqueles que negam a salvação pela graça de Cristo Jesus”. - Pr. Hernandes Dias Lopes, Igreja Presbiteriana.
    Com o surgimento de propostas de diálogo entre religiões e a possibilidade do estabelecimento de reuniões e até projetos sociais feitos por líderes de diferentes crenças, chamada de ecumenismo, a preocupação de líderes cristãos tradicionais com o assunto também vem à tona.
    Num artigo contundente contra o ecumenismo, o reverendo presbiteriano Hernandes Dias Lopes voltou a afirmar que “vivemos a época do inclusivismo, fruto da ideia pós-moderna, que não existe verdade absoluta”, e ressaltou que a conveniência muitas vezes leva líderes ao erro:
     
    “Muitos pastores, em nome do amor, sacrificam a verdade e caem nessa teia perigosa do ecumenismo. Precisamos afirmar que não existe unidade espiritual fora da verdade, assim como luz e trevas não podem coexistir. Não podemos ser um com aqueles que negam a salvação pela graça de Cristo Jesus”.
    Hernandes Dias Lopes ressalta que o princípio usado pelos defensores do diálogo inter-religioso parte de uma interpretação equivocada da Bíblia: “O argumento de que Jesus acolheu publicanos e pecadores e por isso devemos receber todos os credos é uma falsa interpretação do texto bíblico. O amor não é um substituto da verdade. Todos são convidados a vir a Cristo, mas de todos é exigido arrependimento e fé”.
    Segundo o reverendo, as consequências da aceitação do movimento ecumênico no meio cristão pode resultar em perdas de parâmetros: “É preciso alertar, ainda, que essa frouxidão doutrinária do liberalismo desemboca na relativização moral. O entendimento pós-moderno é que cada um tem sua própria verdade. A verdade deixou de ser objetiva para ser subjetiva. Com isso, assistimos, estarrecidos, não apenas um ataque aos valores morais, mas uma inversão dos valores morais”.
    Confira abaixo, a íntegra do artigo “Ecumenismo: avanço ou ameaça à igreja”, do reverendo Hernandes Dias Lopes, publicado no blog Ministério Batista Bereia e divulgado pelo Púlpito Cristão:
    "Está na moda o diálogo inter-religioso. Vivemos a época do inclusivismo, fruto da ideia pós-moderna, que não existe verdade absoluta. Muitos pastores, em nome do amor, sacrificam a verdade e caem nessa teia perigosa do ecumenismo. Precisamos afirmar que não existe unidade espiritual fora da verdade, assim como luz e trevas não podem coexistir. Não podemos ser um com aqueles que negam a salvação pela graça de Cristo Jesus. Não é um ato de amor deixar que aqueles que andam pelo caminho largo da condenação sigam “em paz” por esse caminho de morte. Esse falso amor tem cheiro de morte. Essa atitude de dar as mãos a todas as religiões, numa espécie de convivência harmoniosa, acreditando que toda religião é boa e leva a Deus é uma falácia. Toda religião é vã a não ser que pregue a Cristo, e este crucificado. Toda religião afasta o homem de Deus, a não ser que anuncie Jesus Cristo como o único caminho para Deus! Vamos deixar esse discurso falacioso de amor a todos, e vamos amar de verdade às pessoas, de todas as religiões, pregando a elas, com senso de urgência, o evangelho que exige arrependimento e fé e oferece vida eterna.
    Obviamente, a união de todas as religiões e de todas as crenças não é um avanço, mas uma ameaça à igreja de Cristo. O que está por trás dessa tentativa de unir todas as crenças é a heresia de que toda religião é boa e todo o caminho leva a Deus. O ecumenismo, o diálogo inter-religioso e a fraternidade com todos os credos é um engano fatal. É um falso entendimento do que Jesus ensinou sobre a unidade espiritual da igreja. Não há unidade espiritual fora do evangelho de Cristo. O argumento de que Jesus acolheu publicanos e pecadores e por isso devemos receber todos os credos é uma falsa interpretação do texto bíblico. O amor não é um substituto da verdade. Todos são convidados a vir a Cristo, mas de todos é exigido arrependimento e fé.
    É preciso alertar, ainda, que essa frouxidão doutrinária do liberalismo desemboca na relativização moral. O entendimento pós-moderno é que cada um tem sua própria verdade. A verdade deixou de ser objetiva para ser subjetiva. Com isso, assistimos, estarrecidos, não apenas um ataque aos valores morais, mas uma inversão dos valores morais. O profeta Isaías já havia denunciado essa atitude: “Ai dos que ao mal chamam bem e ao bem, mal; que fazem da escuridade luz e da luz, escuridade; põem o amargo por doce e o doce, por amargo!” (Is 5.20). É isso que estamos vendo na mídia todos os dias. Faz-se apologia do aborto, do adultério, do homossexualismo, da violência e da mentira. Porque uma ideia falsa foi plantada no passado, estamos fazendo uma colheita desditosa no presente. A igreja de Cristo precisa estar firme contra todas essas ondas de engano e permanecer inabalável no cumprimento de sua vocação de levar o evangelho a toda criatura, em todo o mundo."