segunda-feira, 31 de outubro de 2011

TURQUIA

Terremoto na Turquia desperta solidariedade e divisões
Esforços do governo para ajudar vítimas do desastre reacendem conflitos entre turcos e curdos
31/10/2011
Terremoto na Turquia deixou mais de 450 mortos
Às vezes é necessária uma tragédia. O terremoto que sacudiu a província de Van – onde a maioria da população é de origem curda –, na Turquia, deixando um número de mortos que já chega a 481, deu origem a uma enorme demonstração de solidariedade. Milhões de turcos realizaram doações às campanhas de ajuda, e comboios de voluntários partiram de Istambul e seguiram por milhares de quilômetros para ajudar a desenterrar possíveis sobreviventes na pobre e montanhosa província na fronteira com o Irã. Mustafa Sarigul, prefeito de um aristocrático distrito de Istambul, ofereceu moradia e educação gratuitas para mil crianças que ficaram desamparadas após o terremoto.
A resposta do governo ao desastre foi rápida e eficiente. Ainda assim, o primeiro-ministro turco, Recep Tayyip Erdogan, reconheceu que uma escassez de tendas deixou milhares de vítimas vulneráveis à chuva e ao frio. Após recusar ofertas internacionais de ajuda, a Turquia anunciou que aceitará o apoio de todos, até mesmo de seus recentes desafetos, os israelenses.
Mas o tom conciliatório está se tornando mais azedo. O AK, partido do governo, e o BDP, um partido pró-curdo acusaram um ao outro de usar a tragédia para benefícios políticos. O prefeito da cidade de Van, do BDP, acusou o governador da província (apontado pelo Estado) de rejeitar seus pedidos de coordenar ações de resgate. “Aqueles que jogam coquetéis molotov em nossos policiais despareceram no momento do desastre”, respondeu Erdogan.
Van é uma base do proibido Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK), um grupo armado que luta por autonomia desde 1984. o BDP é abertamente simpático à causa dos rebeldes, e cerca de 4 mil membros do partido, incluindo 14 prefeitos eleitos, foram presos desde 2009, a maioria por alegações de pertencerem ao PKK.
O conflito do PKK se intensificou nos últimos meses, e o grupo matou 24 soldados em um ataque na semana passada, na província de Hariri, ao sul de Van. Dezenas de policiais e civis foram assassinados, e o governo retaliou com uma série de ataques aéreos contra bases do PKK em áreas controladas por curdos no norte do Iraque, e uma incursão de mil soldados no território, algo que não acontecia desde 2008. O secretário de Estado, Necdet Ozel, afirma que 270 rebeldes já morreram desde 17 de agosto, mas as dúvidas sobre o desempenho do exército são cada vez maiores.
Desde 2007, os Estados Unidos têm companhado a movimentação do PKK dentro do Iraque, e a Turquia quer mais de seus amigos norte=-americanos, incluindo helicópteros de ataque Cobra e aviões-robôs armados Reaper. Mas as recentes ameaças de Erdogan contra Israel preocupam o Congresso, que precisa aprovar a ajuda militar. “Eles querem ter certeza de que esse equipamento não será usado para ajudar o Hamas”, diz um diplomata ocidental.
O desenvolvimento militar marca uma mudança nos esforços iniciais do governo, de combater o problema dos curdos por meio de reformas e reuniões secretas com militantes do PKK, incluindo o líder aprisionado do grupo, Abdullah Ocalan, e isso ajuda os nacionalistas militantes turcos. Após os ataques de Hariri, escritórios do BDP em todo o país foram apedrejados. Em Elazig, uma cidade no leste do país, um bairro curdo foi atacado, e muitos encararam o terremoto como uma “punição divina” aos curdos. Mas Erdogan, em um encontro do AK, se referiu àqueles que desejam semear a discórdia étnica como “malditos”.
Enquanto o primeiro-ministro discursava, aviões de guerra turcos continuavam a bombardear bases do PKK no Iraque. No dia anterior, em Van, rebeldes atacaram um veículo militar, ferindo quatro soldados turcos. Em meio à violência, membros do AK se encontraram com Selahattin Demirtas, líder do BDP, para discutir a nova constituição, que será apresentada por Erdogan. A paz ainda pode estar ao alcance do governo.

Alzheimer

Inflamação nas células mais presentes no cérebro leva ao Alzheimer
Pesquisa aponta papel crucial dos astrócitos no desenvolvimento da doença
Efe
Madri - Uma equipe liderada por pesquisadores do Conselho Superior de Pesquisas Científicas (CSIC) da Espanha descobriu que os astrócitos, as células mais presentes no cérebro, têm papel chave no desenvolvimento do mal de Alzheimer.
Até agora se sabia que a inflamação do cérebro associada à doença se desencadeia pela ação das células microgliócitas, encarregadas da defesa do sistema nervoso central.
Esta pesquisa determinou, no entanto, que os astrócitos, responsáveis pela sustentação e nutrição dos neurônios, interferem ativamente na formação do Alzheimer porque nele transcorre "uma fase essencial" do processo inflamatório.
Por meio de técnicas de engenharia genética, os cientistas reproduziram a doença em ratos e observaram como ocorre a inflamação, um processo relacionado à produção de um tipo de proteína citotóxica - denominada citoquina -, que acaba sendo prejudicial para o cérebro no longo prazo.
"Se não há inflamação nos astrócitos, a doença não se desenvolve", explica Ignacio Torres Alemán, pesquisador do CSIC do Instituto Cajal e diretor do estudo, publicado no último número da revista "Molecular Psychiatry".
"Atualmente acredita-se que seu papel é mais importante e que incidem diretamente na função cerebral. Sua influência nas doenças neurodegenerativas está ganhando relevância. Nossas observações sustentam este papel central", diz o pesquisador.
O trabalho abre caminho para desenvolver tratamentos que consigam atacar a doença, já que os especialistas confirmam a presença destes mesmos processos em cérebros humanos.
"Os antiinflamatórios foram testados em doentes sem efeitos positivos. A razão não está clara, mas agora sabemos que os remédios devem lutar seletivamente contra a inflamação destas células", destaca Torres Alemán.

Estudo afirma que maconha causa 'caos cognitivo' no cérebro

Estudo afirma que maconha causa 'caos cognitivo' no cérebro

Segundo pesquisa, após consumo da droga usuários apresentam alteração mental com resultados similares aos observados na esquizofrenial
Efe
WASHINGTON - O consumo de maconha está associado a alterações na concentração e na memória que podem causar problemas neurofisiológicos e de conduta, indicou nesta terça-feira um estudo publicado pela revista Journal of Neuroscience.
Os pesquisadores descobriram que a atividade cerebral fica descoordenada e inexata durante os estados de alteração mental com resultados similares aos observados na esquizofrenia.
O estudo, produzido por cientistas da Universidade de Farmacologia de Bristol, na Inglaterra, analisou os efeitos negativos da maconha na memória e no pensamento, o que pode provocar redes cerebrais "desorquestradas".
O doutor Matt Jones, um dos autores da pesquisa, equiparou o funcionamento das ondas cerebrais ao de uma grande orquestra na qual cada uma das seções vai estabelecendo um determinado ritmo e uma afinação que permitem o processamento de informações e que guiam nosso comportamento.
Para comprovar a teoria, Jones e sua equipe administraram em um grupo de ratos um fármaco que se assemelha ao princípio psicoativo da maconha, a cannabis, e mediram sua atividade elétrica neuronal.
Embora os efeitos nas regiões individuais do cérebro tenham sido muito sutis, a cannabis interrompia completamente as ondas cerebrais através do hipocampo e do córtex pré-frontal, como se as seções de uma orquestra tocassem desafinadas e fora de ritmo.
Jones indicou que estas estruturas cerebrais são fundamentais para a memória e a tomada de decisões e estão estreitamente vinculadas à esquizofrenia.
Os ratos se mostravam desorientadas na hora de percorrer um labirinto no laboratório e eram incapazes de tomar decisões adequadas.
"O abuso da maconha é comum entre os esquizofrênicos, e estudos recentes mostraram que o princípio psicoativo da maconha pode provocar sintomas de esquizofrenia em indivíduos sãos", explicou Jones.

Há pílulas que aumentam risco de coágulos sanguíneos

Estudo da FDA

Há pílulas que aumentam risco de coágulos sanguíneos
por Lusa
Algumas pílulas contraceptivas - como a Yaz do laboratório alemão Bayer - parecem aumentar o risco de coágulos sanguíneos em maior proporção que os contraceptivos orais mais antigos, concluiu um estudo da FDA, a agência norte-americana de medicamentos, hoje publicado.
A agência analisou os testes realizados em mais 800 mil mulheres que utilizaram diferentes meios de contracepção entre 2001 e 2007, noticia a AFP.
Nas conclusões preliminares, a FDA estima que as pílulas contraceptivas contenham drospirenona, um tipo de progesterona sintética de nova geração semelhante à hormona natural, que apresenta um risco de formação de coágulos sanguíneos superior em 1,5 vezes comparativamente às pílulas usadas antigamente.
As pílulas Yaz e Yasmin, do laboratório alemão Bayer, que são das mais vendidas, contêm drospirenona combinada com etinilestradiol, uma substância muito comum nos contraceptivos orais.
A FDA constatou também um risco acrescido de coágulo sanguíneo com a utilização do adesivo contraceptivo Ortho Evra, de uso semanal, da Johnson and Johnson, e do anel vaginal contraceptivo NuvaRing, do laboratório Merck, de uso mensal.

domingo, 30 de outubro de 2011

Religião pode afetar a saúde das pessoas

Religião pode afetar a saúde das pessoas
Por Stephanie D’Ornelas em 30.10.2011
Pesquisadores da Universidade de Rhode Island, nos EUA, deram uma volta pelo país e reuniram mais de 13 mil líderes religiosos, entre pastores, padres e rabinos. Mas não se tratava de nenhum congresso sobre fé ou espiritualidade, e sim de uma pesquisa sobre saúde. O objetivo: descobrir se a religião pode influenciar as pessoas a cuidar melhor do corpo.
Cada um dos líderes religiosos respondeu a um questionário sobre os hábitos de vida dos fieis de sua região (tais como frequência de exercícios físicos, alimentação e preocupação com doenças). Em paralelo, todos os 13 mil voluntários tiveram medidos seu IMC (Índice de Massa Corporal) e outros indicadores de saúde.
O resultado mostrou que existe, de fato, relação entre as duas coisas. Quanto mais saudável o guia religioso, em linhas gerais, mais saudável era a comunidade para quem ele ministrava a palavra. E isso está relacionado com vários fatores; desde a preocupação do templo em incentivar que a população frequente o médico até o tipo de comida servido em cerimônias e piqueniques das congregações.
Os pesquisadores explicaram que o estudo foi focado em templos religiosos devido a um fator sociológico: mais de 40% dos americanos frequentam alguma espécie de templo, no mínimo uma vez por semana. Dessa forma, como defendem os pesquisadores, não seria de se surpreender que os indicadores tivessem relação um com o outro.
O que faz diferença, conforme apuraram os pesquisadores, são as atividades sociais que a igreja promove. Os templos Luteranos e Metodistas, que forma considerados os mais saudáveis, chegam a promover atividades esportivas para os fieis. A qualidade de vida de cada religioso, em geral, foi proporcional à preocupação que os grupos religiosos dedicam à saúde.

Como identificar um psicopata

Como identificar um psicopata
Por em 29.10.2011 as 15:00
Às vezes você pode pensar que uma pessoa é absolutamente louca enquanto conversa com ela, mas é realmente difícil distinguir pessoas simplesmente estranhas de psicopatas genuínos.
Pesquisadores da Universidade Cornell entrevistaram psicopatas criminosos e analisaram suas falas. Com isso, descobriram que existem certos padrões de fala que os psicopatas tendem a usar nas conversas.
De acordo com os pesquisadores, psicopatas tendem a mostrar falta de emoção e descrever seus crimes em termos de causa e efeito. Eles concentram sua atenção em necessidades básicas, como comida, bebida e dinheiro.
Essas coisas não são facilmente identificadas em uma conversa informal, não é mesmo? A não ser que alguém comece a descrever seus crimes para você.
Mas existem alguns outros maneirismos mais específicos na fala de um psicopata, como tiques verbais. O uso do pretérito pode ser um indicador de distanciamento psicológico, e os pesquisadores também descobriram que psicopatas usam mais o tempo presente do que outras pessoas. Psicopatas também interrompem mais suas falas com “hum” e “hums”.
Isso tudo é interessante, mas pode ser usado no mundo real, digamos, em um primeiro encontro? Não exatamente. Essas descobertas são mais propensas a serem usadas por policiais que tem acesso a softwares de análise de discurso – não são técnicas tão boas a ponto de detectar um assassino em um encontro em um bar.
Se uma pessoa não para de fazer “hum” e “hums” em um encontro, o que isso significa? Que ela é apenas uma pessoa normal nervosa! Usando esse critério, seria muito fácil diagnosticar incorretamente o pobre rapaz ou moça que só quer te convidar para sair, mas morre de medo que você diga não.

Tempestade de neve mata quatro pessoas

Tempestade de neve mata quatro pessoas
Por Redacção
17:16 - 30-10-2011
Uma tempestade de neve, com origem no nordeste dos Estados Unidos, provocou a morte a quatro pessoas e deixou sem luz cerca de 2 milhões de cidadãos.
A vítima do estado de Massachusetts, morreu ao pisar cabos elétricos que caíram no chão. Já a vítima do estado do Connecticut foi traída pelas más condições da estrada e morreu num acidente de viação. Na Pensilvânia, um homem de 84 anos morreu devido à queda de uma árvore em cima de sua casa.
O temporal já levou a uma declaração de estado de emergência, no estado de New Jersey. Aviões e comboios têm sofrido cancelamentos e atrasos.

tormenta de nieve en EE.UU

Más de tres millones de hogares sin luz por tormenta de nieve en EE.UU.
Hace 56 min
Más de tres millones de hogares en el noreste de EE.UU. quedaron sin electricidad debido a una inusual tormenta de nieve caída en pleno otoño.
Una de las empresas eléctricas de Nueva Jersey dijo que el suministro del servicio podría no ser restablecido completamente hasta el miércoles.
Se informa de por lo menos cinco muertes relacionadas con la tormenta.
En Massachusetts los pasajeros de un tren estuvieron atrapados durante 13 horas por derrumbes en la vía.

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Ovnis, apariciones misteriosas y el contacto con los muertos

Ovnis, apariciones misteriosas y el contacto con los muertos
por Arnulfo Román
--------------------------------------------------------------------------------
Hoy, a pesar de los siglos que llevamos sobre esta tierra y a pesar de los grandes logros y avances en todos los campos de la ciencia, aún existen muchos interrogantes con relación a estos tres temas: los ovnis, las apariciones misteriosas y el contacto con los muertos. El hombre ha recurrido a todas las fuentes habidas y por haber en busca de una respuesta segura y precisa con la cual pueda confirmar con certeza la veracidad de estos fenómenos. Aunque estos estudios han podido confirmar la existencia de estos fenómenos, lo que aún no han podido confirmar es el origen o la fuente de dónde provienen. Son innegables las apariciones de ovnis en diferentes lugares del planeta, según se puede confirmar en algunos videos. También son innegables las diferentes apariciones de “la Virgen”, también en diferentes lugares de la tierra, con sus mensajes particulares. Tampoco podemos negar que muchas personas han logrado comunicarse “con sus amados ya fallecidos”. Estos fenómenos han sido y serán objeto de serias y profundas investigaciones; ya no para saber si son reales o no, sino para conocer su fuente u origen.
De todo lo dicho hasta ahora, solo hay un hecho que en lo personal me llama mucho la atención, que es el motivo del presente artículo. Es el hecho de que las investigaciones usan muchas y diferentes fuentes, menos una. Esta, a mi modo de ver, es la única que tiene la respuesta más segura y confiable que jamás podamos obtener con relación a estos temas. Esta fuente es nada más y nada menos que la Biblia. ¿Por qué es la más segura y confiable? Sencilla y llanamente porque es la Palabra de Dios. ¿Cree usted que hay acaso otra fuente más confiable? No la hay. Si la hubiera, ya las investigaciones hubieran terminado. Muchos se preguntan por qué nunca se cita la Palabra de Dios en este tipo de investigaciones. La respuesta es que, desafortunadamente, las personas que se dedican a investigar este tipo de fenómenos tienen un concepto muy personal y muy equivocado de la Palabra de Dios, y piensan que la Biblia no tiene nada que decir acerca de estos asuntos. La Biblia es la única que tiene la respuesta verdadera a todos estos interrogantes. He aquí el por qué: la Biblia menciona el hecho de que en el cielo hubo una gran batalla (Apocalipsis l2:7-l2), y como resultado de esta guerra los perdedores (los ángeles caídos) y su líder (Satanás) fueron lanzados a la tierra. Estos seres llenos de odio contra Dios y sus criaturas conviven invisiblemente en medio de nosotros. Están, si se lo permitimos, a nuestro lado, hombro con hombro, tratando de hacer el mayor daño posible a la humanidad; y su objetivo principal es borrar de la mente del hombre el nombre de Dios y apartar la criatura lo más lejos posible del Creador.
¿Qué son los ovnis?
En Efesios 6:l2 al l8 leemos que estos seres poderosos luchan contra nosotros para confundirnos y atraparnos en sus mentiras y engaños. En 2 Tesalonicenses 2:9 al l0 y en San Lucas 2l:ll se registra que harán grandes señales y prodigios mentirosos y grandes señales en el cielo. El propósito de estas señales es crear confusión y preparar las mentes para engaños mayores. En ninguna parte de la Biblia se nos dice que seremos visitados por seres de otro planeta. La tierra siempre ha sido visitada por ángeles del cielo que vienen y van invisiblemente y, siempre que ha sido necesario, se han hecho visibles al ojo humano. La Biblia está llena de testimonios de hombres que han visto y han hablado con ángeles. Apocalipsis 19:l0 es uno de esos ejemplos.
Apariciones de la Virgen.
Este es un tema muy delicado y sensible para muchos creyentes. Coincidimos con ellos en cuanto a la santidad y honorabilidad de la Virgen María, mujer virtuosa y bendita entre todas las mujeres por haber sido elegida por Dios para llevar en su vientre y dar a luz a nuestro Señor Jesucristo. No se conoce en la historia de la humanidad otra mujer que la iguale en pureza, humildad y santidad. La Virgen María, según lo muestra la Palabra de Dios, es un ejemplo de mujer digno de imitar. Lo que muchos no aceptan o no entienden es que ella fue un ser humano, como usted o como yo; y como todo ser humano, un día su vida llegó a su fin y en algún lugar de la tierra fue sepultada y sus restos aun se encuentran ahí, esperando el día de la resurrección para volver nuevamente a la vida. Ella, al igual que todos los seres humanos que han muerto, está esperando ese día para ver cuál será su destino final. San Juan 5:28 al 29 nos dice que algunos saldrán de sus tumbas para recibir vida eterna y otros para recibir muerte eterna. Bien sabemos que María se levantará para vida eterna, pero mientras tanto ella descansa en su tumba.
Si alguien conoce algún texto bíblico que indique que la virgen María vive y que está en el cielo o en cualquier otro lugar, me gustaría conocerlo, porque yo no lo he podido encontrar. Y si ella está en su tumba, ¿quién es ese ser que aparece en la forma de ella? ¿Quién es ese ser que aparece en la sesiones de médiums donde se invocan a los muertos? Una vez más la respuesta está en Efesios 6:l al l8 y 2 Tesalonicenses 2:9, l0. La Palabra de Dios es clara en cuanto al estado de los muertos. Eclesiastés 9:4 al l0 dice que no hay ninguna comunicación entre los vivos y los muertos, y en el capítulo 3:l9 al 20 dice que el proceso de la muerte de las personas es el mismo que el de los animales.
Hay una parábola en S. Lucas l6:l9 al 3l que, leída a la ligera pareciera dar a entender que sí existe comunicación entre los vivos y los muertos. Pero como parábola al fin, no enseña que se trata de un hecho real; todas las parábolas de Jesús fueron ilustraciones con fines didácticos. Lo que Jesús estaba tratando de enseñar en esta parábola era el hecho de que después de muertos no tenemos más esperanza de salvación. “Al pecador después de muerto no hay rezo ni vela que lo salve”, dice el refrán popular. Y es cierto. La oportunidad de salvación es hoy y ahora, en vida. Jesús usó esta parábola para enseñar que después de muerto ya no hay esperanza, pues estaba hablando a un grupo de personas que tenían esta creencia según lo podemos comprobar en el mismo relato.
La cuestión era: ¿Pero después de muertos qué pasa con el alma y el espíritu? Para contestar esta pregunta tenemos que entender primero qué es el alma y qué es el espíritu. De acuerdo con Génesis 2:7, el hombre no tiene alma sino que el hombre es un alma. De acuerdo con este versículo, el alma es el resultado de una ecuación: Materia (polvo) + espíritu (el soplo de vida; chispa de la vida) = alma. El espíritu genera la vida, y proviene únicamente de Dios; y a él vuelve el día que fallecemos (Eclesiastés l2:7). Del mismo modo, la energía eléctrica vuelve al generador cuando bajamos el interruptor. En otras palabras, el proceso de la muerte es como invertir el proceso del inicio de la vida, en este caso sería: materia-espíritu= 0 (nada). El alma es el resultado de la unión de la materia con el espíritu (soplo de vida).
¿Dónde estaba usted antes de nacer? ¿Quién era? Simplemente no existía. Así será cuando Dios lo llame al descanso: ya no existirá. Dios le devolverá la vida a usted y a todos los muertos en ocasión de su segunda venida (S. Juan 5:28-29). Recuerde que la creencia de que el alma y el espíritu no mueren es la única puerta abierta para el espiritismo que Dios condena (Levítico 20:27; Deuteronomio l8:l0; l Crónicas l0:l3, l4; Isaías 8:l9, 20, y 47:l3, l4). Si fuese verdad que seguimos viviendo después de muertos, entonces seríamos inmortales. Moriríamos aquí y seguiríamos viviendo en otra dimensión o en otra vida. En l Timoteo 6:l6, la Biblia nos enseña que el único que tiene inmortalidad es Dios. La Palabra de Dios dice que la paga del pecado es muerte (Romanos 6:23) No dice que la paga del pecado sea vida eterna, ya sea en el infierno o en algún otro lugar. Al final de la historia de la humanidad, no quedará ni raíz ni rama del pecado ni de los pecadores (Malaquías 4:l).
Pero ese no debe ser nuestro destino. La Palabra de Dios dice que Dios envió a su Hijo para darnos vida eterna (S. Juan 3:16). ¿Aceptará usted la vida ofrecida por Cristo?

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Vírus da herpes pode matar tumores agressivos de câncer de mama

Vírus da herpes pode matar tumores agressivos de câncer de mama
Por em 27.10.2011 as 18:00
Segundo uma nova pesquisa, uma versão geneticamente modificada do vírus que causa a herpes mostra promessa como tratamento para um tipo particularmente agressivo de câncer de mama.
O estudo foi feito com animais. O vírus atacou e matou células do câncer de mama triplo-negativo em ratos. O tipo triplo-negativo é uma forma de câncer de mama que não pode ser tratada com terapias hormonais, tais como tamoxifeno e Herceptin.
O câncer de mama triplo-negativo responde por cerca de 20% dos casos de câncer de mama. Ele afeta desproporcionalmente mulheres jovens com descendência africana e é geralmente tratado com quimioterapia. Esse câncer não é alimentado pelo hormônio estrogênio, por isso não responde aos tratamentos projetados para bloquear o hormônio.
Os pesquisadores infectaram células do câncer de mama em um prato com um vírus da herpes chamado NV1066. Dentro de uma semana, o vírus matou até 90% das células tumorais.
Os pesquisadores então injetaram as células do câncer de mama em ratos. Depois de tratar os ratos com o vírus durante 20 dias, eles viram que os tumores haviam desaparecido.
Essa resposta dramática pode ser devido ao fato de que as células do câncer de mama triplo-negativo têm altos níveis de uma proteína chamada p-MAPK. O vírus da herpes visa especificamente as células com altos níveis dessa proteína.
Por enquanto, os resultados são preliminares. Segundo os pesquisadores, não está claro se a terapia terá o mesmo efeito sobre tumores de pessoas. Mais pesquisas são necessárias para determinar isso.
Os cientistas também disseram que se algum tratamento baseado na pesquisa for desenvolvido, ele provavelmente será usado em conjunto com outras terapias contra o câncer, incluindo quimioterapia e radioterapia.
A nova terapia é apenas uma das muitas que surgiram nos últimos anos para explorar o uso de vírus como um meio de atacar e destruir células cancerosas. O vírus da herpes foi testado em pessoas como tratamento para câncer de cabeça e pescoço, mas ainda não tinha sido testado para o câncer de mama.
A pesquisa é promissora, no entanto, os pesquisadores ainda precisam mostrar que o vírus da herpes é seguro para uso em pacientes.
Afinal, tal vírus é conhecido por causar infecção em seres humanos, incluindo infecções no cérebro. Comprovar a segurança da terapia provavelmente vai ser um processo demorado, e envolverá testá-la em outros animais, como cães e primatas.
Nessas novas etapas, os pesquisadores planejam descobrir exatamente como o vírus funciona para matar as células do câncer de mama, para tentar reforçar o seu efeito.

Fukushima: contaminação recorde no mar

Fukushima: contaminação recorde no mar
Acidente na central nuclear japonesa gerou maior quantidade de radioisótopo artificial já registrado no meio marinho
27/10/2011
Um estudo do Insituto de Radioproteção e Segurança Nuclear informou nesta quinta, 27, que o acidente na central de Fukushima, ocorrido em março de 2011, provocou uma contaminação recorde no ecossistema marinho.
A interpretação dos resultados da medição de césio 137 na água do mar fez com que o IRSN atualizasse a estimativa da quantidade total deste elemento lançada no mar entre 21 de março e meados de julho, chegando a 27 milhões de bilhões de becqueréis.
“Esta é a maior quantidade desse radioisótopo artificial presente em meio marinho”, afirmou o instituto em comunicado. “O resultado é aproximadamente duas vezes mais elevado pelo IRSN em junho e 20 vezes maior do que a estimação feita pelo operador japonês Tepco, em junho.
No entanto, graças às correntes marinhas mais fortes do planeta, as águas contaminadas foram rapidamente afastadas. “A localização de Fukushima permitiu uma dispersão excepcional deste elemento”, acrescentou o instituto. Diluída no conjunto do Pacífico, a significativa quantidade de césio 137 deverá, afinal, conduzir concentrações de apenas 0,004.
De acordo com medições realizadas nos sedimentos costeiros, os peixes vivos não serão afetados. “As concentrações não deverão sofrer impacto em termos de radioproteção”, afirmou o instituto, sem deixar de lembrar que “a poluição do mar no litoral próximo de Fukushima ainda deve persistir por muito tempo”.

Decisão do Parlamento Europeu

Novas regras contra abuso sexual e pornografia infantil
por Lusa   Hoje
O Parlamento Europeu aprovou hoje uma directiva com sanções penais mais pesadas contra as pessoas que abusem sexualmente de crianças ou acedam a pornografia infantil na Internet, obrigando os Estados-Membros a remover os sítios Web com essas imagens.
Caso não seja possível remover os sítios Web que contenham pornografia infantil a directiva hoje aprovada permite aos países bloquear o acesso a essas páginas. De acordo com o Parlamento Europeu, há estudos que revelam que entre 10 a 20 por cento das crianças na Europa sofrem alguma forma de abuso sexual, o que justifica esta nova directiva que estabelece regras para toda a União Europeia sobre a definição dos crimes e as sanções aplicáveis, bem como medidas para a prevenção e a protecção das vítimas.
No que diz respeito às sanções penais, a nova directiva prevê a sua aplicação a cerca de 20 crimes sendo as mais severas quando "o crime for cometido por um membro da família, por uma pessoa que coabita com a criança ou que abusou de uma posição manifesta de tutela ou da sua autoridade (como professores, educadores de infância)". "Por exemplo, praticar actos sexuais com uma criança recorrendo à força ou coagi-la a prostituir-se será punível com uma pena de prisão de, pelo menos, dez anos", lê-se no comunicado, sendo que os Estados-membros têm margem para aplicar sanções mais duras.
A mesma directiva prevê que os autores de crimes sexuais condenados sejam impedidos temporária ou permanentemente de exercer actividades, pelo menos pessoas que trabalhem com crianças, e permite que os empregadores solicitem informação sobre a existência de condenações neste tipo de crimes quando recrutam pessoal para trabalhar com crianças. "Os Estados-membros poderão ainda adoptar outras medidas, como a criação de registos de autores de crimes sexuais", prevê a directiva.
No que diz respeito à produção de pornografia infantil, a directiva define uma punição de pelo menos três anos e admite um ano de prisão para quem aceda na Internet a conteúdos pornográficos infantis. O aliciamento de crianças através da Internet para fins sexuais também é punido, bem como o turismo sexual infantil tanto nos casos em que o crime é cometido em território de um Estado-membro ou por um cidadão europeu fora da União Europeia. A nova directiva obriga os Estados-membros a suprimirem imediatamente as páginas Web que contenham ou difundam pornografia infantil e estejam sedeados no seu território, devendo igualmente colaborar com países terceiros para garantir a supressão desses sítios na Internet quando estão fora da União Europeia.
Como nem sempre é possível suprimir na fonte, os Estados-membros podem bloquear o acesso a páginas que tenham este tipo de conteúdos. "O número de sítios Web de pornografia infantil está a crescer, sendo colocadas todos os dias a circular 200 novas imagens de pornografia infantil. As vítimas que aparecem são cada vez mais jovens, enquanto as imagens se estão a tornar cada vez mais explícitas e violentas", justifica o Parlamento Europeu. A directiva deverá ser formalmente aprovada pelo Conselho de Ministros da União Europeia antes do final deste ano e uma vez aprovada, os Estados-membros têm dois anos para transpor a directiva para a legislação nacional.

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Aparelho disponível na rede pública trata câncer sem cortes

Aparelho disponível na rede pública trata câncer sem cortes
 26/10/2011 às 19h46min
O Icesp (Instituto do Câncer do Estado de São Paulo Octavio Frias de Oliveira) é o primeiro hospital público do Brasil a adotar uma técnica inédita de radiocirurgia. A terapia, mais curta, trata pacientes com câncer que não podem se submeter aos riscos de uma cirurgia convencional, por motivos clínicos, segundo a Secretaria de Estado da Saúde.
O tratamento é indicado para tumores primários e metástases localizadas no pulmão e na coluna vertebral, desde que sejam isolados e tenham até 5 cm de diâmetro.
A tecnologia de ponta concentra uma grande dose de radiação em focos específicos, causando a morte das células cancerosas pela quebra do seu DNA, além de chance mínima de danos aos tecidos sadios.
Mesmo havendo uma pequena movimentação do tumor provocada pela respiração, o equipamento ainda possibilita que apenas a área programada seja tratada. O aparelho ajusta os disparos quando o tecido saudável fica à frente do dispositivo emissor da radiação.
O procedimento dura cerca de uma hora e libera o paciente para voltar a sua rotina imediatamente, de acordo com o órgão.
Antes de começar o tratamento, uma equipe de médicos e físicos gera uma imagem do tumor pelo equipamento, para posicionar o alvo que será submetido à radiocirurgia.
Por conta dessa precisão, a técnica promove maior proteção dos tecidos vizinhos contra a radiação em comparação ao tratamento de radioterapia convencional.
A secretaria ainda informou que, apesar de receberem uma dose elevada de radiação, os pacientes apresentam maior tolerância à nova técnica.
O período de tratamento também é mais curto, sendo necessárias de uma a cinco aplicações. O número sobe para cerca de 30 quando é aplicada a radioterapia comum.

Partículas presentes em produtos químicos alteram cérebro

Partículas presentes em produtos químicos alteram cérebro
Estudo mostrou que exposição à nanopartículas encontradas em tintas, cremes e protetores solares afeta funções cerebrais
AFP
26/10/2011 18:33
Nanopartículas de dióxido de titânio, utilizadas em vários produtos, de tintas até cremes solares, podem alterar uma barreira essencial que protege o cérebro de elementos tóxicos, segundo estudo divulgado esta quarta-feira na França.
Os resultados do estudo em laboratório sugerem que a presença de nanopartículas de dióxido de titânio (TiO2) poderia ser a origem de uma inflamação cérebro-vascular, informou o Comissariado francês de Energia Atômica (CEA) em um comunicado.
A exposição crônica a estas nanopartículas "poderia dar lugar a um acúmulo no cérebro, com risco de perturbações de certas funções cerebrais", alertou o CEA.
Um estudo feito com ratos já tinha demonstrado em 2008, através de uma instilação nasal, ser possível detectar nanopartículas de dióxido de titânio no cérebro, particularmente no bulbo olfativo e no hipocampo, estrutura com papel chave na função da memória.
Os cientistas buscaram a explicação de como estas nanopartículas apareceram no cérebro, que é protegido de substâncias tóxicas por uma estrutura particular: a barreira hematoencefálica (BHE).
Equipes do CEA e da Universidade Joseph Fourier de Grenoble (sudeste da França) reconstituíram um modelo celular desta barreira protetora, associando células endoteliais (células da parede dos vasos sanguíneos), cultivadas em uma membrana semipermeável, e células gliais (do sistema nervoso).
Graças a este modelo, que contém as principais características da barreira hematoencefálica presente no homem, os cientistas mostraram que uma exposição in vitro aos nano-TiO2 provoca seu acúmulo nas células endoteliais. Isto implica também a ruptura da barreira de proteção, associada a uma inflamação.
A equipe constatou também uma redução da atividade de uma proteína (P-glicoproteína), que tem a função de bloquear toxinas suscetíveis de penetrar o sistema nervoso central, segundo os resultados deste estudo, publicados na edição online da revista Biomaterials.

Itália (COM VÍDEO)

Mau tempo no norte do país já provocou 9 mortos
por Lusa/Dn.pt
Nove pessoas morreram e cinco estão desaparecidas na região de Ligurie, noroeste de Itália, e no norte da Toscânia, na sequência das intempéries registadas entre terça-feira à noite e hoje de manhã.
A região mais afectada pelo mau tempo foi La Spezia (região de Lugurie), onde, segundo o último balanço, morreram sete pessoas, uma delas um socorrista.
Em Aulla (região de Massa Carrara), uma zona montanhosa no norte de Itália, foram recuperados dois corpos, um deles o de um homem que sucumbiu na cave da própria casa.
Veja a reportagem da La7:

A chuva continua a cair na região dificultando trabalhos de resgate e busca dos desaparecidos, tendo as autoridades locais lançado um apelo à população para se manter nas suas casas e evitar a utilização do automóvel.
O mau tempo que atingiu o norte de Itália deverá alastrar-se a todo o país ao longo do dia de quarta-feira.
Em Roma, o presidente do município, Gianni Alemanno, colocou em alerta os serviços de emergência, a protecção civil e os bombeiros.
Há cinco dias, Roma foi atingida por uma violenta tempestade que deixou grande parte das ruas da capital completamente inundadas, fez suspender os transportes públicos e obrigou a maioria das pessoas a ficar em casa.

Chile

Chile: decretan "alerta roja" por eventual erupción de volcán Hudson
El Gobierno chileno decretó "alerta roja" en las inmediaciones del volcán Hudson, en el sur del país, ante el aumento de la actividad sísmica y el peligro de una eventual erupción volcánica.
Las autoridades regionales ya habían declarado la "alerta amarilla", pero el aumento de los sismos y la pluma con material incandescente de aproximadamente un kilómetros de altura determinó que el gobierno central decretara la evacuación de los habitantes del lugar.
La última erupción del Hudson data de agosto de 1991.
FUENTE

domingo, 23 de outubro de 2011

Turquia

Entre 500 e mil mortos em sismo na Turquia
por Dn.pt com agências   Hoje
                         
O sismo com 7,3 de magnitude registado esta manhã na Turquia provocou o desabamento de vários edifícios. Pior previsão, do instituto sismológico, aponta para entre 500 e mil vítimas mortais. Governo fala para já em 70.
O epicentro do abalo, sentido às 10h41 (11.41 em Portugal), deu-se a 35 quilómetros da cidade de Van, no leste do país, próximo da fronteira com o Irão, a 94 quilómetros de profundidade.
O Instituto Sismológico Kandilli, em Istambul, admite que o terramoto possa ter provocado entre 500 e mil mortos.



O sismo com 7,3 de magnitude registado esta manhã na Turquia provocou o desabamento de vários edifícios. Pior previsão, do instituto sismológico, aponta para entre 500 e mil vítimas mortais. Governo fala para já em 70.
O epicentro do abalo, sentido às 10h41 (11.41 em Portugal), deu-se a 35 quilómetros da cidade de Van, no leste do país, próximo da fronteira com o Irão, a 94 quilómetros de profundidade.
O Instituto Sismológico Kandilli, em Istambul, admite que o terramoto possa ter provocado entre 500 e mil mortos.
A meio da tarde (em Portugal), a televisão estatal turca dizia que pelo menos 30 pessoas teriam morrido e outras 150 estariam feridas. Já mais ao final da tarde, a mesma televisão falava em 59 mortos, enquanto relatos da imprensa davam conta de 85.
O vice-presidente do partido governamental do país, Hüseyin Celik, no primeiro balanço oficial, falou em pelo menos 70 mortos. "O número de mortos ultrapassa os 70", referiu o dirigente, ao lado do primeiro-ministro Tayyip Erdogan, na zona atingida, em entrevista ao canal privado NTV. Celik acrescentou que a maioria das vitimas, 50, morreu na cidade de Ercis, a mais atingida pelo sismo.
O sismo que se fez sentir esta manhã na província de Van estará a produzir a maior devastação na cidade de Ercis, que faz parte desta província turca.
"Há tantos mortos. Alguns edifícios desabaram, há tanta destruição", comentou logo após o abalo Zulfikar Arapoglu, presidente da Câmara de Ercis, à televisão NTV,. "Precisamos de ajuda urgente, precisamos de médicos", apelou.
Um sismo desta magnitude é susceptível de provocar substanciais danos à Turquia, já que muitas casas foram construídas sem as normas estabelecidas, advertiram sismólogos nas redes de televisão.
A Turquia, que é atravessada por diversas falhas, nomeadamente no leste e noroeste, sofre constantemente com tremores de terra.
Dois fortes sismos em regiões muito populosas e industrializadas no noroeste da Turquia causaram 20 mil mortos, em Agosto e Novembro de 1999.
Em 1970, um terramoto deixou mil mortos na província de Kütahya (noroeste).

SUS - Lei Garante a Mamografia a Mulher a partir de 40 anos

SUS - Lei Garante a Mamografia a Mulher a partir de 40 anos:
Desde 29 de abril de 2009, está em vigor em todo o território nacional a Lei Federal 11.664/2008, que garante às mulheres a partir de 40 anos a realização do exame de mamografia na rede SUS - Sistema Único de Saúde.
A Lei dispõe sobre a efetivação de ações de saúde que assegurem a prevenção, a detecção, o tratamento e o seguimento dos cânceres do colo uterino e de mama, no âmbito do Sistema Único de Saúde – SUS.
É fundamental que você fique ciente desta informação, pois além do direito ao exame, o dever de prescrição por parte do médico deve ser cobrado, no caso do mesmo ignorar um direito garantido por lei.
Mundialmente, ainda é a mamografia o melhor método de detecção precoce do câncer de mama, podendo ou não ser complementada pela ultrassonografia mamária, a critério médico.
Não deixe de realizar o seu exame.
Você tem o DEVER de cuidar da sua Saúde!
Você tem o DIREITO de fazer a Mamografia!
Perder TEMPO é perder VIDA!

Vivir la alegría de la esperanza

Vivir la alegría de la esperanza
por Ricardo Bentancur
de Octubre 2011
--------------------------------------------------------------------------------
¡Vaya misterio! La misma religión que a algunos les asienta bien, los alegra y los libera, a otros les saca lo peor, los torna malhumorados y acusadores.
¿No será la forma en que encaramos la vida lo que marca la diferencia entre la religión saludable y la religión tóxica? Los creyentes sabemos que la verdadera fe emana de la Palabra de Dios, de la objetividad de los dichos divinos, pero está en nosotros vivir bajo la luz de la gracia o estancarnos en la sombra del legalismo. La verdad es que la Biblia es un libro optimista, lleno de alegría, porque anuncia la bendita esperanza del creyente en la victoria final del ser humano ante la tragedia de la muerte.
El significado de la alegría
La Biblia no se cansa de predicar en favor del júbilo y el regocijo. Las palabras de Pablo, “estad siempre alegres” (Filipenses 4:4), son una constante de toda la revelación cristiana. Pero la alegría de la que habla la Palabra de Dios no emana de satisfacer un placer o gozar la posesión de un bien apetecido. La alegría bíblica no se origina en el deseo; porque la alegría que solo satisface deseos puede llevar a una vida egoísta y hedonista, generando vacío e insatisfacción profunda.
Puede haber placer sin alegría y alegría sin placer. Quizás esa identificación de la alegría con el placer sea la responsable de que gran parte del cristianismo se haya volcado contra el regocijo, al verlo como una pasión desordenada, promotora de la diversión, que concede licencia para pecar y se encamina hacia una vida lujuriosa.
Pero a la vez que el consejo de Pablo de “estar siempre alegres” no es una exhortación a gozar los placeres del mundo, tampoco significa rechazar todo placer. La vida es placentera en sí misma. Por eso, el fundamento de la alegría bíblica está en otro lugar.
La plegaria del terco
El Salmo 126 cuenta el sueño de un esclavo. Se trata de un judío que vive en el exilio, lejos de su patria, cautivo en Babilonia, sufriendo la nostalgia de la lejanía. En esas condiciones opresivas añora profundamente retornar. Entonces sueña con el milagro de la liberación. Y en el sueño se le da el milagro, pero cuando despierta se siente profundamente decepcionado. Sin embargo, en su fe religiosa siente que si Dios interviene en su vida, ese sueño puede convertirse en una hermosa realidad. Y en esto consiste “la terquedad” de los triunfadores: Luchan contra toda oposición porque saben que no pueden, que los obstáculos son enormes, que el fracaso los espera… pero son tercos. Perseveran en Dios y finalmente alcanzan la meta.
Así, aquel momento de desilusión del esclavo se convirtió en una plegaria: “(Señor, haz que cambie de nuevo nuestra suerte, como cambia el desierto con las lluvias! Los que siembran con lágrimas, cosecharán con gritos de alegría. Aunque lloren mientras llevan el saco de semilla, volverán cantando de alegría, con manojos de trigo entre los brazos” (Salmo 126:4-6; versión Dios habla hoy).
En este contexto, Jesús dijo que la alegría emerge de la tristeza y el dolor. Lo ejemplificó con la experiencia de la parturienta. Esas palabras fueron dichas en ocasión de anunciar su muerte y su alejamiento de la tierra. Los discípulos estaban atribulados, en estado de duelo. Durante tres años habían convivido con el Maestro y ahora los abandonaba. Sufrían la pérdida y el distanciamiento. Entonces Jesús les trasmitió la esperanza jubilosa de que volvería por segunda vez, para no separarse nunca más de ellos ni de nosotros (S. Juan 14:1-3). Esa esperanza “bienaventurada” (Tito 2:13) ha sido el corazón que ha mantenido latiendo el cristianismo durante milenios. Pero, mientras tanto, les concedió la promesa de la compañía del Espíritu Santo. Esta persona de la divinidad les daría a los discípulos de aquellos tiempos, y de todos los tiempos, la vivencia bendita de la presencia permanente de Cristo en la vida. Esa experiencia sería como un renacimiento, un nuevo alumbramiento de fe y alegría, que disiparía las sombras de la angustia y el pesar.
En estos días, cuando la humanidad recuerda y llora a sus muertos, tengamos presente estas promesas de la Biblia:
* “Fueron halladas tus palabras, y yo las comí; y tu palabra me fue por gozo y por alegría de mi corazón; porque tu nombre se invocó sobre mí, oh Jehová Dios de los ejércitos (Jeremías 15:16; el énfasis es nuestro). Cuando invocamos el nombre de Dios y lo buscamos en su Palabra, nuestro corazón se llena de alegría.
* “Amados, no os sorprendáis del fuego de prueba que os ha sobrevenido, como si alguna cosa extraña os aconteciese, sino gozaos por cuanto sois participantes de los padecimientos de Cristo, para que también en la revelación de su gloria os gocéis con gran alegría (1 Pedro 4:12, 13; el énfasis es nuestro). La esperanza de la venida de Cristo nos hace vivir con alegría.

El Sigue Estando Presente

El Sigue Estando Presente
Dios no se esconde de ti en tus momentos de angustia y dolor.
Sé que la desesperación te hace sentir así, pero quiero que sepas que en estos momentos Él está muy cerca de ti.
El dolor, la ansiedad y la depresión te hacen pensar que estás en gran soledad. Piensas tal vez que Dios no et ha considerado porque no ves la justicia que esperas. No puedes evitar el llanto, la enfermedad que está tocando a tu puerta te hace sentir tan quebrantada y frágil. El peso que sientes sobre tu vida te hace exclamar que ya no puedes más.
No sientes consuelo por más palabras que lees o escuchas. El silencio va consumiéndote poco a poco y quisieras estallar. Has pensado que la solución es morir y aunque has pensado hacerlo, por temor a Dios, no lo has hecho, pero en oración le has pedido que por favor te lleve a su presencia. Porque no quieres vivir así, no deseas continuar con la vida que hasta ahora llevas y porque estás harta de la misma situación.
Pero aunque tú crees y sientes que ya no podrás más, Dios te observa cuidadosamente y escucha lo que le dices. Él sabe que aunque ahora tú no lo comprendes, eres mucho más fuerte de lo que imaginas. Él escucha tus peticiones y plegarias. Algunas veces contesta que sí y otras que no, y el que no conteste muchas veces como tú quieres o esperas, no quiere decir o significa que te ame menos. Precisamente porque te ama es que procede de la manera en que lo hace.
No hay nada que lo pueda separar de ti, aún cuando en ocasiones insistes en hacer las cosas a tú manera, él sigue amándote profundamente. El océano inmenso, el cielo infinito no logran compararse con la grandeza de su amor inexplicable e inagotable hacia ti. Su silencio es la manera de decirte que aunque el proceso no ha finalizado, él está obrando en ti. Y aunque tú ni siquiera lo percibes, está trabajando en tu vida.
Así que permite cada día de tu existencia que él sea el artista que con sus hilos de amor entreteja tu vida.

SATÉLITE

ESPAÇO

Site segue em directo satélite que vai cair na terra
por DN.pt   Hoje
O satélite desactivado alemão deverá despenhar-se a qualquer momento na Terra. De acordo com algumas informações, os pedaços do ROSAT - que tem as dimensões de um automóvel monovolume - deverão cair até às 19h00 deste domingo.
O satélite deve desintegrar-se durante a reentrada na atmosfera, cujo início será feito a cerca de 28 mil quilómetros por hora. No entanto, cerca de 30 pedaços, com uma massa total de 1,7 toneladas, deverão cair no solo a uma velocidade de 450 quilómetros por hora.
O satélite ROSAT, lançado em 1990, foi utilizado para procurar buracos negros e estrelas de neutrões no universo.
FONTE

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

SATÉLITE

Agência Espacial Europeia prevê queda de outro satélite na Terra
Por Redacção
17:38 - 21-10-2011
Depois da queda do satélite norte-americano UARS, no último dia 24, a Agência Espacial Europeia adiantou que outro satélite - do tamanho de um automóvel e com o peso de 2 toneladas - está prestes a sair de sua órbita e cair na Terra.
Trata-se do satélite alemão Rosat, que deve entrar na atmosfera este fim-de-semana a uma velocidade de 28 mil km/h.
O momento e o local da entrada na atmosfera não podem ser calculados com precisão, mas a Agência Espacial e outras organizações espaciais estão a seguir a trajectória do Rosat.

ILHAS NEO-ZELANDESAS

Sismo de 7.6 sentido em ilhas neo-zelandesas
Por Redacção
19:50 - 21-10-2011
Foi sentido ao final da tarde - 5.57 horas já de sábado locais - um sismo de intensidade 7.6 nas ilhas Kermadec, pertencentes à Nova Zelândia.
Provisoriamente, fo activado o alerta de tsunami para a região, incluindo Nova Zelândia e as ilhas de Tonga.

CÉREBRO DOS IDOSOS

Idosos usam seus cérebros com mais eficiência do que jovens
Por em 19.10.2011 as 17:00
Teorias científicas e crenças populares sugerem que nosso cérebro se deteriora com a idade, tornando-se menos capaz de tomar decisões fundamentadas. Mas, na verdade, a velhice pode ser sinônimo de sabedoria.
Cientistas provaram que as pessoas com mais de 55 anos usam seus cérebros com muito mais eficiência do que as pessoas mais jovens.
Pesquisadores do Canadá descobriram que anos de experiência de vida faz com que cérebros mais velhos sejam tão eficazes quando se trata de tomada de decisão quanto o de seus colegas mais jovens.
As pessoas mais velhas se incomodam menos com cometer um erro, e usam seus cérebros de forma mais seletiva do que as mentes mais jovens, apenas envolvendo certas partes no momento preciso em que são necessárias.
Os cientistas do Instituto de Geriatria da Universidade de Montreal estudaram 24 jovens com idades entre 18 e 35 anos, ao lado de um grupo de 10 idosos com idades entre 55 a 75 anos.
Os participantes completaram uma série de tarefas cada vez mais difíceis, enquanto os pesquisadores monitoravam sua atividade cerebral.
Os resultados de exames de neuroimagem mostraram que os cérebros jovens e idosos reagiam de maneira muito diferente quando ouviam que tinha cometido um erro em um exercício.
Enquanto os jogadores mais jovens instantaneamente ativavam diversas áreas de seus cérebros, os participantes mais velhos “lutavam” contra o erro e mantinham as partes relevantes do seu cérebro dormentes até a próxima tarefa.
O autor do estudo, Oury Monchi, disse que o experimento foi uma prova de que a sabedoria vem com a idade. “Quando se trata de determinadas tarefas, os cérebros de adultos mais velhos podem ter o mesmo desempenho que os de mais jovens”, acrescentou.
Ele disse que as descobertas se assemelham ao conto da lebre e da tartaruga, a fábula em que o concorrente mais lento, mas mais cauteloso, ganha a corrida. “Já se sabia que o envelhecimento não é necessariamente associado a uma perda significativa na função cognitiva. Quanto mais velho, mais experiência tem o cérebro, que sabe que nada se ganha com pressa”, argumentou Monchi.

Tailândia

Economist
Tailândia enfrenta pior enchente em 50 anos
Nova primeira-ministra Yingluck Shinawatra, eleita por ampla maioria há três meses, encara uma enxurrada de problemas imprevistos
20/10/2011

Um monge tibetano atravessa uma rua alagada em Ayutthaya (Reprodução/Reuters)
Para Yingluck Shinawatra, a nova primeira-ministra da Tailândia eleita por ampla maioria há apenas 3 meses, a euforia da vitória está sendo varrida por uma calamidade não prevista – a pior enchente do país em 50 anos. Previsões econômicas estão sendo revisadas para baixo quase tão rápido como os sacos de areia se amontoam nas ruas. A inovadora política econômica que a ajudou a ser eleita, já sob furioso ataque, pode nunca ser posta em prática. Esta foi uma apresentação difícil às realidades do poder para a neófita de 44 anos, irmã mais jovem do ex-primeiro ministro populista Thaksin Shinawatra.
A Tailândia está acostumada a monções nessa época do ano, mas não na intensidade daquelas das últimas semanas. Mais de 270 pessoas foram mortas, quase 700 mil casas foram destruídas ou danificadas e grandes áreas das planícies centrais foram inundadas. As massas de águas estão rumando para Bangkok, e chamadas de emergências foram feitas para as pessoas doarem sacos de areia para proteger a indefesa capital. Mesmo assim é esperado que os subúrbios do norte e leste, ao menos, sejam afetados.
Yingluck tem corajosamente visitado as áreas inundadas, oferecendo apoio moral e econômico. Ainda assim, a resposta de seu governo tem sido criticada como tardia e ineficiente. Além do dano em curto prazo para a reputação do governo, no entanto, as consequências econômicas de longo prazo das inundações ocuparão deveras Yingluck e seus ministros. A Universidade da Câmara de Comércio Tailandesa estimou que o custo dos danos da enchente podem ser mais altos que 150 bilhões de baths (US$4.8 bilhões), e esse total se elevará significativamente caso Bangkok seja muito afetada. As áreas de cultivo de arroz do norte foram severamente atingidas; mais de 1,4 milhão de hectares de fazendas já estão debaixo d’água. Propriedades industriais também naufragaram. Economistas estão prevendo que o desastre pode reduzir em um ponto percentual ou mais a taxa de crescimento do PIB deste ano.
Um mergulho nessa escala pode começar a comprometer as ambiciosas políticas públicas do governo. Estas dependem de a economia permanecer com a boa saúde experimentada no governo anterior. Propostas tais como uma nova forma de subsídio do arroz, uma duplicação dos salários dos novos funcionários públicos e tablets de graça para todas as crianças começando a escola custarão muito dinheiro. Mesmo nos melhores tempos, todas estas políticas iriam provavelmente ter levado a uma inflação maior e a um aumento da dívida pública.

BRASIL

Médicos condenados: tiravam órgãos de pacientes vivos
por Lusa   Hoje
Três médicos acusados pela justiça por homicídio doloso, por retirarem órgãos de pacientes ainda vivos, na cidade brasileira de Taubaté, em São Paulo, foram condenados a 17 anos e meio de prisão, informou hoje a imprensa brasileira.
Segundo o jornal "Folha de São Paulo", os três médicos podem ainda recorrer da decisão do tribunal em liberdade.
O julgamento, que começou na segunda-feira, terminou na noite de quinta-feira (madrugada de sexta-feira em Lisboa), em Taubaté, cidade do interior de São Paulo.
O urologista Rui Noronha Sacramento, o nefrologista Pedro Henrique Torrecilhas e o neurocirurgião Mariano Fiore Júnior foram considerados culpados por utilizar diagnósticos falsos de morte cerebral para retirar rins de quatro pessoas em 1986.
Os médicos negam as acusações.
O procurador Marcio Augusto Friggi de Carvalho definiu o trabalho dos médicos como uma central de remessa de rins para pacientes ricos de São Paulo.
Os rins foram retirados às quatro vítimas, com traumatismos graves ou aneurismas cerebrais, em 1986, em Taubaté.
Os arguidos não responderam por tráfico de órgãos, mas por apressar ou contribuir para a morte dos pacientes.
A procuradoria usou relatórios do Conselho Regional de Medicina que, segundo o procurador, concluíram que não há elementos suficientes para atestar que os pacientes estavam em morte cerebral.

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

..Chega a 25 o número de mortos por bactéria em melões nos EUA

..Chega a 25 o número de mortos por bactéria em melões nos EUA
Por David Beasley
Reuters
ATLANTA (Reuters) - Mais duas pessoas nos Estados Unidos morreram de um surto da bactéria listeria causado por melões contaminados relacionados a uma fazenda do Colorado, elevando o número de mortos para 25 em 12 Estados norte-americanos, disseram autoridades sanitárias nesta quarta-feira.
As novas mortes do maior surto de listeriose nos Estados Unidos em mais de duas décadas ocorreram em Colorado e Nova York, disse o Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA (CDC, na sigla em inglês).
Outras mortes também foram registradas em Indiana, Kansas, Louisiana, Maryland, Missouri, Nebraska, Novo México, Oklahoma, Texas e Wyoming, segundo o CDC.
O número de pessoas infectadas pelos melões contaminados atingiu 123 em 26 Estados, depois que a Pensilvânia relatou seu primeiro caso da doença. Um dos pacientes doentes, uma mulher grávida, sofreu um aborto espontâneo, disse o CDC.
O número de mortes do surto excede o número de pessoas que morreu de um surto de listeriose ligado a cachorros-quentes e peito de peru de um processador de Michigan, que começou em 1998 e se estendeu até 1999.
Antes disso, a listeriose matou 48 pessoas em um surto de 1985 na Califórnia ligado a queijo inadequadamente pasteurizado, no maior surto já registrado da doença nos Estados Unidos.
Uma vez que a listeria pode causar a doença até dois meses após a pessoa ter consumido alimentos contaminados, as autoridades de saúde têm alertado que os casos de doença relacionados ao melão provavelmente aumentarão até outubro.
A Fazenda Jensen, no Colorado, emitiu um recall voluntário de seus melões da marca Rocky Ford em meados de setembro.
"Os melões que sabidamente não vieram da Fazenda Jensen são seguros para comer", disse o CDC.
A Listeria Mmonocytogenes é uma causa frequente de recalls de alimentos nos EUA, principalmente carnes processadas e queijos, mas a contaminação em produtos frescos é um desenvolvimento novo e preocupante.
Pessoas com maior risco são os idosos, mulheres grávidas e pessoas com sistema imunológico enfraquecido, como aqueles que tiveram transplantes de órgãos ou câncer. Os sintomas incluem febre e dores musculares, às vezes precedida por diarreia e outros problemas gastrointestinais.

terça-feira, 18 de outubro de 2011

Bases Fisiológicas em Dezembro

Bases Fisiológicas em Dezembro


 

Hallan bacteria asociada al cáncer de colon y recto

Hallan bacteria asociada al cáncer de colon y recto
BBC Salud
Última actualización: Martes, 18 de octubre de 2011
Dos estudios separados en Estados Unidos encontraron una asociación entre una bacteria que causa caries y úlceras de la piel y el cáncer de colon y recto.
El cáncer de colon y recto es uno de los tipos de cáncer más comunes del mundo.
Ambas investigaciones, publicadas en Genome Research, identificaron a la Fusobacterium en tejido canceroso de colon.
El hallazgo, afirman los científicos, podría abrir nuevas avenidas para el diagnóstico y tratamiento de la enfermedad.
El cáncer de colon y recto es la segunda causa de muerte por cáncer en hombres y mujeres en muchos países del mundo.
Aunque todavía no se conoce su causa, se sabe que la inflamación es un factor de riesgo de la enfermedad.
Estudios pasados han vinculado la inflamación que causa otra bacteria, la H. pylori, a los tumores gástricos. Por eso los científicos creen que es posible que las varias especies de microbios que viven en el intestino pueden estar vinculadas al cáncer de colon y recto.
Según los investigadores, si se confirma el hallazgo, podrían utilizarse antibióticos para tratar y prevenir esta enfermedad.
La infección de la Fusobacterium está asociada a la colitis ulcerosa, un trastorno que se sabe es un factor de riesgo de cáncer de colon y recto.
Ahora los científicos del Instituto de Cáncer Dana-Farber en Estados Unidos y de la Universidad Simon Fraser en Canadá, encontraron, en investigaciones separadas, que el microorganismo está más presente en tejidos cancerosos de colon que en el tejido normal.
Hallazgo sorprendente
"Este hallazgo es especialmente sorprendente porque aunque la Fusobacterium, la bacteria que encontramos en tumores de colon, es un patógeno conocido, es un componente muy raro del microbioma normal del intestino" afirma el doctor Robert Holt, principal autor del estudio canadiense.
"Y previamente no había sido asociada con cáncer", agrega.
"Este hallazgo es especialmente sorprendente porque aunque la Fusobacterium, la bacteria que encontramos en tumores de colon, es un patógeno conocido, es un componente muy raro del microbioma normal del intestino" Dr. Robert Holt
El equipo del doctor Holt identificó el "sello distintivo" de la Fusobacterium en el ARN para tumores cancerosos de colon y lo comparó con el ARN de tejido normal de colon.
El ARN es el material genético similar al ADN que está involucrado en la transmisión y traducción del código genético.
Por otra parte, el equipo del doctor Matthew Meyerson del Dana-Farber en Boston, encontró secuencias microbianas de ADN en tejidos cancerosos.
Entre los dos equipos analizaron más de 100 muestras de tejidos sano y canceroso de colon y recto.
"Lo que también nos sorprendió" afirma el doctor Meyerson "es que previamente se había revelado que la Fusobacterium estaba asociada con la colitis ulcerosa, la cual es en sí misma un factor de riesgo de cáncer de colon.
Ambos investigadores subrayan que todavía no es claro si la infección de esta bacteria es una causa o una consecuencia de los tumores colorrectales.
Pero el microbio, dicen, podría ser muy útil en la clínica como un marcador de cáncer.
"Si se descubre que la Fusobacterium es causa de la enfermedad, se podría evaluar en ensayos clínicos la efectividad de antibióticos o vacunas para tratar o prevenir el cáncer" afirman los autores.
Otros expertos afirman que la investigación ofrece una clave sobre el ambiente en el cual se desarrolla el cáncer colorrectal.
Pero tal como señala la doctora Sarah Williams, de la organización Cancer Research Uk "todavía son las primeras etapas y esperamos poder obtener resultados más específicos en estudios más detallados".
"Mientras tanto -agrega la experta- la gente puede reducir su riesgo de cáncer de colon y recto dejando de fumar, reduciendo su consumo de alcohol, manteniendo un peso sano, con actividad física, disminuyendo la cantidad de carne roja y procesada en su dieta y comiendo mucha fibra".

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Hoje assinala-se o Dia mundial contra a pobreza extrema

EUROPA/POBREZA
43 milhões sem dinheiro para pagar refeição diária
por Lusa   Hoje
Cerca de 43 milhões de pessoas estão em risco de carência alimentar na Europa e não têm meios para pagar uma refeição completa e 79 milhões vivem abaixo do limiar de pobreza, indicam dados do Programa Europeu de Apoio Alimentar.
Hoje assinala-se o Dia mundial contra a pobreza extrema e o Programa Europeu de Apoio Alimentar realiza, em Bruxelas, uma conferência de imprensa para abordar o tema, com a presença de representantes do Comité Económico e Social e de Instituições de Solidariedade Social, entre as quais, a Federação Portuguesa de Bancos Alimentares.
O ano passado, os 240 Bancos Alimentares distribuíram 360 mil toneladas de produtos alimentares a Instituições de Solidariedade Social em 21 países europeus.
Estas Instituições distribuíram os produtos a pessoas carenciadas sob a forma de cabazes ou de refeições; mais de metade do total dos alimentos entregues provinham do Programa europeu que ajudou 18 milhões de pessoas carenciadas.
Segundo o Eurostat, 79 milhões de pessoas vivem na Europa abaixo do limiar de pobreza e 30 milhões sofrem de subnutrição.
Iniciado em 1987, o Programa Comunitário de Apoio Alimentar a Carenciados (PCAAC) permite fornecer alimentos produzidos com os 'stocks' dos excedentes de produtos agrícolas, os chamados "stocks de intervenção".
No entanto, estes 'stocks' têm vindo a diminuir ano após ano devido às reformas da PAC e do acréscimo de procura de produtos agrícolas no mundo.
O PCAAC tem contribuído para combater a pobreza e promover a inclusão social: 18 milhões de cidadãos europeus beneficiaram este ano deste programa comunitário em 20 Estados-membros da União Europeia.

DENGUE

Hallan porqué hay gente más susceptible al dengue grave
BBC Salud
Científicos identificaron dos variantes genéticas vinculadas a la susceptibilidad de un individuo de sufrir la forma más severa de dengue.
Más de 40% de la población mundial está en riesgo de infección de dengue.
El hallazgo, afirman los científicos en la revista Nature Genetics, ofrece información importante sobre la forma como el organismo responde a la infección de dengue.
Contenido relacionadoCrean compuesto oloroso que confunde a los mosquitosGoogle también sirve para luchar contra el dengueMosquitos estériles contra el dengueEl dengue es, después de la malaria, la infección propagada por mosquitos más común en el mundo.
Se calcula que causa unos 100 millones de casos cada año en el mundo, cuyos síntomas varían desde fiebre que puede ser moderada o severa, hasta complicaciones potencialmente letales.
A pesar de su alta incidencia no existe una vacuna o tratamientos específicos efectos para la enfermedad.
Estudios en el pasado habían sugerido que ciertas poblaciones eran más susceptibles a las formas más severas del dengue, lo cual implicaría que factores genéticos podrían estar involucrados en esta susceptibilidad.
Una de las complicaciones más peligrosas del dengue, particularmente en la población infantil, es la que provoca un estado en el que el plasma sanguíneo es capaz de "filtrarse" por los vasos sanguíneos hacia tejidos circundantes.
La disminución en el volumen de plasma sanguíneo puede llevar al síndrome de choque por dengue (SCD), el cual si no se trata de inmediato puede poner en riesgo la vida del paciente.
Dos variantes
Para comprobar si la genética está vinculada a la susceptibilidad de SCD, los científicos del Instituto Wellcome Trust, la Universidad de Oxford, en el Reino Unido y la Agencia para la Ciencia, Tecnología e Investigación de Singapur, llevaron a cabo varios análisis para comparar genomas con los de niños que habían sufrido dengue severo.
"Nuestro estudio confirma la evidencia epidemiológica de que algunas personas son naturalmente más susceptibles que otras a las formas más severas de la enfermedad"
Prof. Cameron Simmons
El estudio, en el sureste de Asia, comparó los genomas de más de 4.000 pacientes, la mitad con SCD y la mitad sin la enfermedad.
Los investigadores identificaron cambios en el ADN de dos genes -en el cromosoma 6 y el cromosoma 10- vinculados a una mayor susceptibilidad de sufrir síndrome de choque por dengue.
Se sabe que uno de los genes, llamado MICB, juega un papel en el sistema inmune y los científicos creen que una variante de este gen parece afectar la activación de las células T encargadas de combatir las infecciones virales.
Si estas células no funcionan de forma apropiada, explican los investigadores, queda bloqueada su capacidad para deshacerse del virus del dengue en el organismo.
Las mutaciones que se vieron en el segundo gen, llamado PLCE1, ya habían sido vinculadas a una enfermedad llamada síndrome nefrótico, una enfermedad infantil caracterizada por problemas en las funciones de filtrado de las células renales.
Los científicos creen que la variante en el PLCE1 también puede afectar las funciones normales del endotelio, la capa de células que recubre el interior de los vasos sanguíneos, lo cual predispone al individuo a un "escape" de plasma en los vasos, la principal característica del SCD.
"El dengue es una enfermedad potencialmente letal" afirma el profesor Cameron Simmons, principal autor del estudio.
"Nuestro estudio confirma la evidencia epidemiológica de que algunas personas son naturalmente más susceptibles que otras a las formas más severas de la enfermedad".
"Nuestro hallazgo ofrece claves iniciales de porqué ocurre esto y abre nuevas avenidas de exploración para entender mejor la enfermedad", agrega.
La Organización Mundial de la Salud calcula que un 40% de la población mundial está en riesgo de infección de dengue.